Clima de terror no Dnit do Maranhão

dednitDesde que assumiu o cargo em 10/04/2014 como Diretor

de Administração e Finanças o servidor de nível médio

Claudio Roberto de Souza Leite  (foto), vem implantando um clima

de terror e perseguição a servidores do quadro e

funcionários terceirizados na Superintendência do DNIT no

Maranhão. A Nomeação foi conseguida junto a presidência

do PR (Partido da República) no Maranhão, mas vem

sendo objeto de desgosto inclusive pelo próprio partido.

Recentemente o citado diretor mandou demitir 4 (quatro)

funcionários terceirizados sem justa causa ou por razões politico partidárias ou pelo simples fato de não simpatizar com os colaboradores e ainda, o que é grave, por racismo (2 recepcionistas são negras). Há denuncias de constantes ameaças e assedio moral praticada pelo diretor junto a seus subordinados, o que é muito grave no âmbito de uma repartição pública federal.

Tais ocorrências não deixam de retratar a falta de cuidado na nomeação de pessoas para exercer cargos comissionados, pois segundo consta o citado diretor não possui graduação superior e, portanto, não estaria apto a exercer função de Direção e Assessoramento Superior (DAS). Chegou também noticias a esta redação que o citado servidor estaria se utilizando da concessão de diárias para manter apoio de alguns servidores com viagens fantasmas ou desnecessárias, fazendo com que alguns se locupletarem com quantias superiores a R$ 10.000,00 em um completo desperdício do dinheiro público, somados ainda ao atraso intencional do pagamento das empresas fornecedoras de bens e serviços como forma de chantagem e recebimento de supostas comissões. Vamos esperar o que a direção do DNIT tem a dizer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*