Edivaldo Holanda Jr se filia ao PDT diante de 2 mil militantes

 

Com a presença de mais de duas mil pessoas, o prefeito da cidade de São Luís do Maranhão, Edivaldo Holanda Júnior, oficializou, nesta sexta-feira (28/8) a sua filiação ao PDT na convenção estadual do PDT-MA que também elegeu o deputado federal Weverton Rocha como novo presidente estadual da legenda, além de servir de palco para a filiação de 18 prefeitos maranhenses e diversos vereadores.

O evento contou com a participação do presidente nacional do partido, Carlos Lupi, do secretário-geral licenciado do partido e ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias; e também do governador do Maranhão, Flavio Dino. Além dos deputados federais André Figueiredo (CE), Damião Feliciano (PB), Marcos Rogério (RO),  Félix Mendonça (BA) e do secretário estadual do Trabalho e da Economia Solidária, Julião Amim, dentre outras autoridades dos poderes executivo e legislativo locais.

Vereador do município por duas vezes e deputado federal pelo Estado, Edivaldo chegou à Prefeitura em 2012, tornando-se o mais novo ocupante do cargo para o qual se elegeu com o apoio do PDT. Ao iniciar seu discurso, Edivaldo Holanda exaltou as origens do partido.

“Não tem como falar do PDT sem lembrar de líderes como Leonel Brizola, Darcy Ribeiro e Jackson Lago, que sempre defenderam essa bandeira. E foi com essa militância que o partido cresceu e fez história. Agora, é PDT”, exaltou Edivaldo, aplaudido pela Juventude do partido.

“Nós contamos com a parceria do governador Flavio Dino que permite a construção de escolas e creches ao longo dos últimos dois anos. A cidade de São Luís passou a receber infraestrutura e transporte público de qualidade. Hoje, a capital vive um novo momento”, completou o prefeito da capital, ao agradecer o apoio de diversos partidos aliados.

Pontuando que a educação é libertadora para a população e o trabalhador humilde tem direito a oportunidades igualitárias, o presidente nacional, Carlos Lupi, valorizou as lideranças do PDT e as novas filiações.

“O Maranhão tem uma história única. Por isso, conseguimos a filiação de 18 prefeitos neste ato. Após muita luta após a perda do nosso Jackson Lago, nós avançamos contra as forças que tentam dominar o estado. Foi difícil a chegada do trabalhador e das minorias ao poder, mas com pessoas como Manoel Dias e Weverton Rocha nós vamos seguir evoluindo, pois eles são homens de causa”, exaltou Lupi.

No seu discurso, Manoel Dias disse que o partido vive um momento onde pode alcançar avanços que serão decisivos para as próximas eleições.

“Precisamos estar fortes e unidos para realizar nossos programas de governo, que são baseados na bandeira histórica da educação. O trabalhismo sempre fez a diferença no país e agora é o momento de reafirmar esse idealismo. O Brasil precisa manter as conquistas sociais dos últimos 12 anos e defender a Petrobras”, pontuou o ministro, que prestigiou a cerimônia ao lado da vice-governadora da Paraíba, Ligia Feliciano;  e dos deputados federais.

Weverton Rocha projetou as próximas ações e perspectivas do partido para os mais de 100 diretórios municipais presentes.

“Muitos diziam que o PDT iria acabar, mas a liderança e a militância pedetistas provaram que o partido seguiu seu caminho fortalecido. Nós temos unidade e mostramos que estamos preparados para dirigir o processo democrático. Vamos reeleger o Edivaldo e não temos medo de enfrentar todos os problemas”, relatou, ao acrescentar: “A presidente Dilma reconheceu a importância do PDT e seguirá apoiando nossas causas”.

Para o líder do partido na Câmara Federal, deputado André Figueiredo, o Maranhão mostra que a região é um exemplo para os outros estados. “Nós, que somos nordestinos, sentimos muito orgulho de participar de um evento como esse do PDT. O Brasil tem que continuar avançando e   o partido seguindo os passos de Brizola”, disse o líder na Câmara dos Deputados.

O governador Flavio Dino ressaltou a importância e relevância do partido no estado.

“Vamos seguir unidos para dar sustentação à presidente Dilma para evoluir nas políticas de desenvolvimento social. Essa aliança mostra também a força de partidos que buscam o mesmo objetivo: gerar mais benefícios para o povo. Graças ao PDT eu tenho sustentação para governar”, concluiu Dino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*