“Não renunciarei”, diz Temer

 

O presidente brasileiro, Michel Temer, diz que não vai renunciar ao cargo, depois das últimas divulgações, acrescentando que o seu compromisso é com o Brasil.

O presidente brasileiro, Michel Temer, diz que “só fala agora” porque tentou conhecer o “conteúdo das gravações que me citam”. Temer pediu o acesso aos documentos, mas diz que até agora ainda não conseguiu.

“Quero deixar muito claro que o meu governo viveu nesta semana o seu melhor e pior momento”, diz Temer, falando sobre os números positivos da economia e emprego. Estes “criaram esperança de dias melhores”, refere o presidente.

“Ontem, contudo, a revelação de conversa gravada clandestinamente trouxe de volta o fantasma de crise política de proporção ainda não vista”, alega, dizendo que todo o esforço pode acabar por ser inútil.

“Em nenhum momento autorizei que pagassem, a quem quer que seja, para ficar calado. Não comprei o silêncio de ninguém”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*