POLITICANDO

 

 

(Por Djalma Rodrigues)

 

Felipe Camarão desmente mudança no São Marçal

O secretário de Cultura do Estado, Felipe Camarão, desmentiu ontem,

durante entrevista a este jornalista, na Rádio Capital AM, que o

governo pretenda fazer qualquer alteração no festejo de São Marçal,

que é realizado anualmente no João Paulo, no dia 30 de junho, quando

os bumba-bois de matraca se reúnem para saudar São Marçal, no

encerramento dos festejos juninos.

 

Camarão destacou ainda que, este ano, a festa de réveillon em São Luis

será temática, em homenagem ao Carnaval. Disse ainda que o governo

Flávio Dino estará dando total apoio às festas de carnaval,

principalmente escolas de samba e blocos organizados e tradicionais.

 

Morte no transmissor da Rádio Capital AM

O operador do transmissor da Rádio Capital, José Orlando Batista

Silva, de 45 anos, foi executado com 18 tiros, na manhã  do último

domingo, em seu local de trabalho. Até agora, a polícia não conseguiu

identificar o autor ou autores do brutal assassinato. O transmissor

fica localizado na área do Parque Timbira.

Há quem afirme que ele teria sido vítima de vingança de um traficante

de drogas da área, por conta de um triângulo amoroso. O  corpo foi

examinado no IML e liberado aos familiares que realizaram o

sepultamento na cidade de Barreirinhas.

 

Congresso não se mobiliza em apoio ao combate à crise

O Congresso brasileiro é uma área de contradições e um sumidouro do

dinheiro público. Os parlamentares vivem às expensas do povo, com

muitas mordomias. Para que se tenha uma ideia, o orçamento de 2016 de

São Luis é de R$ 2,7 bilhões, para uma cidade que tem mais de um

milhão de habitantes, quase trinta secretarias e milhares de

funcionários.

Já o Congresso Nacional, com apenas 81 senadores e 513 deputados, tem

orçamento de R$ 3,7 bilhões. O País está enfrentando uma de sua

 

mais graves recessão, mas os nobres parlamentares não fazem um sinal

de apoio, com algum tipo de corte, para ajudar o governo e o povo.

 

Humberto Coutinho vai ser submetido hoje a cirurgia

Internado no Sírio Libanês desde a semana passada, o presidente da

Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho vai ser submetido a cirurgia

nesta terça-feira. Ao contrário do que muita gente imagina, não há

reflexo agora sobre a cirurgia anterior, para retirada de um tumor no

intestino.

Foi descoberto outro tumor, que será extirpado agora. Em conversa com

a coluna, o prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, amigo de Coutinho, disse

que os médicos que atendem ao parlamentar dizem que não há risco na

nova cirurgia.

 

Seduc discute educação no campo em Brasília

O Governo do Maranhão, por intermédio da Secretaria de Educação

(Seduc), participou, nesta quarta-feira (25), no Ministério da

Educação (MEC), em Brasília, da reunião da Comissão Nacional de

Educação do Campo (CONEC). O Estado foi representado pela secretária

Áurea Prazeres, que também é coordenadora do GT Campo, no Conselho

Nacional de Secretários de Educação (Consed).

A reunião foi comandada pela diretora de Políticas de Educação do

Campo, Indígena e para as Relações Étnico-Raciais do MEC, Rita Gomes e

de representantes de diversos setores ligados à educação do campo no

País.

 

MIUDINHAS

O prefeito Edivaldo Holanda deve se preparar para turbulências na

área da educação. Quem conhece a área diz que o setor está minado e

que deverá vir bombardeio  por aí.

 

&&&

 

O deputado federal Cleber Verde é um dos congressistas que responde a

processo no Supremo Tribunal Federal. Na onda de Eduardo Cunha, deverá

ser chamado a depor.

 

&&&

 

Estranhamente, o ex-deputado federal Lourival Mendes desapareceu do

cenário político. Dizem  que ele tentará reaver sua cadeira na Câmara

Municipal no próximo ano.

 

&&&

 

O vereador Isaías Pereirinha (PSL), está licenciado para tratamento de

saúde e vai a São Paulo para uma pequena cirurgia. Disse à coluna que

não é nada de grave.

1 pensou em “POLITICANDO

  1. Eita, que o cenário político do Maranhão promete ferver muito nesse fim de ano!!! Mas sobre as escolas municipais acho que muita coisa mudou, muita escola foi reformada, não entendo como sendo um campo minado não.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.