Juiz encontrado morto morava só e corpo não apresentava lesões

O juiz de direito Fernando Luís Mendes Cruz, de 50 anos, que foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira,  na piscina de sua residência, na Avenida Paulista -400, no bairro do Olho D´Água, morava sozinho e o cadáver não apresentava sinais de violência, levando à suposição de que tenha se afogado após passar mal.

Ele foi encontrado pela doméstica Antonia Cleres Conceição de Oliveira, que mora na rua Afonso Manoel-7-B, no bairro Brisamar, área da Divinéia. Ela trabalhava durante o dia e ia para casa à noite.

Hoje, quando chegou para o trabalho rotineiro, estranhou a ausência do patrão. Procurou por vários cômodos e só foi encontrá-lo morto, na piscina. Os exames cadavéricos é que irão definir as verdadeiras causas mortis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*