Mais um italiano é assassinado na Ilha

Um italiano identificado como Alfredo Catalani, de 69 anos, foi assassinado com dois tiros dentro do sítio onde morava na Estrada da Maioba, em Paço do Lumiar, na Região Metropolitana de São Luís. Ele morava há dois anos no Maranhão e há mais de 20 no Brasil.

O corpo da vítima foi encontrado nesta terça-feira (18) com tiros na perna esquerda e no peito esquerdo. Segundo a polícia, a morte de Alfredo pode ter sido nesta segunda (17), dia em que vizinhos ouviram disparos.

“Nós fomos acionados via Ciops, sobre um corpo em uma casa. Colhemos informações com vizinhos que ontem, por volta das 15h, eles ouviram cerca de três disparos de arma de fogo. Como o corpo está rígido, eu acredito que o homicídio aconteceu ontem”, disse o sargento Arnaldo, em entrevista à Rádio Mirante AM.

A Polícia Civil investiga se houve homicídio ou latrocínio, já que a vítima já tinha sofrido uma tentativa de assalto em 2019. Na época, dois assaltantes foram presos e dois se evadiram do local.

 Outro italiano morto na Ilha

Carmelo Mário Calabrese, de 65 anos, foi outro italiano assassinado na Ilha. Em março e 2019, ele foi executado a golpes de facão no sítio de sua propriedade, no TIbiri.

A polícia desvendou o crime dias depois. Os envolvidos foram uma mulher com quem a vítima mantinha relações íntimas ocasionalmente e parceiro dela.  Calebrese foi vítima de latrocínio, porque os assassinos sabiam que ele detinha certa quantia de dinheiro em casa.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.