Sidney Pereira sai derrotado com seu grupo em Anajatuba e agora é afastado do cargo por improbidade

Uma decisão liminar do juiz Bruno Chaves de Oliveira desta sexta-feira (4) determina o afastamento imediato, por 28 dias, do prefeito de Anajatuba (132Km de São Luís) Sidney Pereira por suposto ato de improbidade administrativa. A decisão é resultado de uma ação civil pública (ACP) interposta pela Promotoria da Comarca de Anajatuba, onde o representante ministerial alega a existência de inúmeras irregularidades e ilegalidades na realização de processos licitatórios no município maranhense, que teriam resultado no desvio verbas públicas.

Não é a primeira vez que o atual mandatário de Anajatuba vem sendo alvo de várias denúncias em razão de uma série de irregularidades e atos que vêm causando enormes e irreparáveis prejuízos à população do município.

Segundo as investigações, houve o fechamento de escolas por falta de dinheiro e milhões de reais gastos em licitações suspeitas. No campo da educação, a prefeitura  cortou o transporte escolar em alguns povoados por causa da situação das estradas.

Nos lugares onde há ônibus as condições são ruins. O veículo trafega completamente lotado e chega a circular por 40 km de estrada de chão com crianças viajando em cima do motor. O trajeto longo é resultado do fechamento de 21 escolas nos últimos quatro anos, de acordo com o Sindicato dos Professores.

Antes haviam 55 escolas na cidade, segundo o Sindicato dos Professores. A Prefeitura justifica o fechamento pela falta de recurso para manter os professores. Além disso, atualmente as escolas que ainda funcionam estão em condições precárias e cheias de buracos.

Bruno Chaves determina que a vice-prefeita  assuma o cargo de prefeito. Para isso manda que o presidente da Câmara de Vereadores de Anajatuba proceda com a convocação e lavratura do termo de posse e exercício provisório, comprovando o atendimento da medida no prazo de 72h.

O grupo politico de Sidney Pereira foi derrotado nas eleições, do último dia 15 de novembro. O mandato dele encerra no dia 31 de dezembro de 2020.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.