Recados para ela

 

Ei, minha gatinha, bom domingo! Como sei que está no bem bom aí com a rapaziada ao lado do Criador, vou logo te dizendo que, por estas bandas, o clima tá uma loucura! Neguinho não se emenda, morena e o Brasil volta a passar vergonha, incluindo o Maranhão, com a história do início da vacinação contra o coronavírus.

A primeiras doses para a imunização chegaram e, como anunciado previamente, os primeiros a receberem a vacinação seriam os profissionais da área médica que atuam diretamente no combate ao temido vírus, idosos residentes em asilos, indígenas de aldeias e aqueles idosos com elevada comorbidade.

Pois bem, não é que nem bem chegaram as primeiras doses e os empoderados já estavam usando de artifícios para se vacinarem? Há denúncias aqui no Maranhão, de que médicos de clínicas, que nada têm a ver com a histórias, fraudaram atestados para passarem na frente, assim como prefeitos, vereadores e ricos empresários?

Todo mundo sabe que o Brasil é o país do jeitinho, onde os ricos e influentes sempre buscam vantagem em tudo. Agora seria a hora dos nobres promotores de justiça entrarem em ação para coibir essa bandalheira.

Só que por estas bandas, mamma mia, o Ministério Público se preocupa muito é em perseguir pobres, como os donos de barracas de revistas do Renascença, que foram escorraçados de seu local de trabalho desde o ano passado e que ainda estão amargando prejuízos.

Não me sai da lembrança, tempos atrás, quando alguns promotores se deram ao trabalho de perseguir pobres mulheres que vendiam mingau e mocotó ali na área do Anel Viário. Eles requisitavam força policial e chegavam lá derrubando, a pontapés, o vasilhame onde as trabalhadoras acondicionavam o alimento para a venda.

Isso provocou indignação na população e eles pararam com essa molecagem. Agora, quando a história envolve políticos, médicos e empresários, o MP se recolhe a um silêncio sepulcral. Vamos prestar atenção MP e fazer jus aos godos salários e  outras vantagens que recebem seus representantes!

Quem denunciou essa patacoada  foi o deputado Ygésio Moisés, que também e médico e se mostrou revoltado com a indigna atitude de alguns de seus colegas.

Bem Bibi, vamos agora a outras mais importantes da semana.

*

Volto aqui a cobrar ação do Ministério Público para uma situação que verifiquei  na madrugada da última terça-feira, bem ali na Avenida São Luís Rei de França, onde resido.

*

Estava indo para o Araçagi, numa emergência, por volta de uma hora da manhã, quando um elevado som musical me chamou a atenção. Vi um aglomerado de pessoas numa animada festa, todo mundo no grogue e sem máscara.

*

O local, uma casa de cachaçada chamada “Resenha”. Mas que diacho é isso? Será que por ali não passa uma viatura policial, levando-se em conta que aglomerações estão proibidas desde o ano passado por decisão governamental?

*

Essa não dá para entender.  Os nossos torcedores não podem assistir a um jogo no Castelão, mas neguinho pode se reunir em plena segunda-feira, varando o dia seguinte para dançar, tomar grogue e outras coisas?

*

Ah, cidadã, tu nem sabes! O deputado Josimar de Maranhãozinho anda espalhando por aqui, através de blogueiros alinhados, que conseguiu quase R$ 90 milhões em emendas para o setor educacional do Estado junto ao Governo Federal.

*

Confesso que acho estranho, uma vez que cada parlamentar tem uma cota anual de emendas que não chega sequer à metade desse valor. Ele tem que dizer o nome do santo, mas também explicar o milagre.

*

Bibi, o jornalismo correto saiu de cena e deu vez a blogueiros. Uns sérios e preocupados em repassar uma informação correta, enquanto outros, sem qualquer preparo moral ou intelectual, gastam o tempo disseminando mentiras e agressões.

*

Na última campanha municipal, fui vítima de um desses canalhas, que, além de ser analfabeto, é desinformado. Até julho de 2029, tinha sido assessor de comunicação da prefeitura de Tuntum. Veio o cruzamento que proibiu acúmulo de cargos no serviço público e pedi demissão.

*

Mas um canalha, crápula e sem noção, pegou a cópia de um antigo contracheque para me agredir. Escondeu a verdade, mostrou que é mentiroso e sem-vergonha. Tudo porque todo mundo sabe que sou amigo do ex-prefeito Tema,  cujo candidato que teve seu apoio, o Dida do Tio Luís, perdeu a eleição.

*

Ele estava do outro lado. Mas seu trabalho parece que se restringia a mentir e agredir quem ousasse apoiar outro candidato que não o seu. Um reles acrevinhador que não consegue  elaborar um artigo ou mesmo uma matéria, uma vez que, o que produz, à guisa de informação, ou mesmos suas agressões, chegam a registrar mais de 10 erros de português em 5 linhas. Uma pena… Isso mostra a morte do autêntico jornalismo.

*

Se as redes sociais abriram espaços para todas as opiniões, também gerou problemas como o da marginália, que utiliza esse espaço para agredir, mentir e caluniar.

*

Só para ilustrar: O analfabeto canalha era empregado do Tema, assim como a esposa e se hospedava em São Luís exatamente no apartamento do ex-prefeito. O prefeito Fernando tem quie tomar cuidado com esse vagabundo, porque ele tem o DNA do escorpião.

*

Enganou-se redondamente quem apostou na queda do secretário de Cultura do Estado, Anderson Lindoso. Pura falta de informação. É um dos mais fortes auxiliares do governador Flávio Dino.

*

O delegado Marcos Afonso, atualmente dirigindo a Guarda-Municipal de São Luís, destacou, esta semana, que a força municipal de segurança vai realizar concurso público agora na gestão do prefeito Eduardo Braide.

*

Falando em Eduardo Braide, o homem acaba de assinar seus primeiros atos e os inconformados com a derrota já começam a detoná-lo, fazendo cobranças de erros deixados pela administração passada.

*

O Sampaio Correa já confirmou sua permanência na Série B do Campeonato Brasileiro. Venceu o Confiança, na semana passada e nós, “bolivianos” começamos a sonhar com a Série A.

*

No meu caso, por exemplo, já me dou por satisfeito pela permanência da “Bolívia Querida” nesta série. Já imaginou, o Sampaio, do jeito que está, encarar um Flamengo, um Internacional ou um Palmeiras? Seria decepção, na certa.

*

Mas teremos aqui, na Série B, atrações como o Cruzeiro, que também permaneceu no mesmo patamar e ainda se pode ter o Botafogo e até o Vasco da Gama.

*

Bem, Bibi, com essa, teu pretinho vai ficando por aqui, garantindo retorno para a próxima semana, se Deus quiser. E ele quer, porque sempre foi bacana com esse teu pimpolho.

*

Beijão desse teu filhote que jamais deixará de te amar

Djalma

N.E- Bibi é Benedita Rodrigues, mãe do editor. Ela faleceu aos 28 anos de idade, em São Luís, no dia 8 de dezembro de 1965.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.