Recados para ela

Dona Bibi

 

 Olá, fofura minha, muito bom dia! Espero que esteja muito bem aí, ao lado do Criador. Por aqui, cidadã, as coisas não andam como céu de brigadeiro. Muitas turbulências nas áreas da política e da saúde. Na política, por exemplo, os deputados Yglésio Moisés e Duarte Júnior, que nunca se deram bem, andaram se estranhando no plenário da Assembleia Legislativa. Quase transformam o recinto num ringue. Pelo visto, os ânimos entre os dois vai custar a serenar.

Na saúde, os números do temido Convid-19  voltaram a subir. E em todo o Brasil. O Distrito Federal, por exemplo, já na anunciou isolamento total das famílias a partir da próxima segunda-feira. É o famoso lockdown. Como brasileiro prefere estrangeirismo, deixou de escrever e falar sobre o isolamento.

Em Santa Catarina, a medida já foi adotada aos finais de semana e deve ser total a partir da primeira quinzena de fevereiro. No Maranhão, os leitos destinados para o tratamento da pandemia já estão praticamente lotados. Eu, aqui, também testei positivo, em exame rápido realizado na última quinta-feira.

Não sinto nada. Eles chamam essa situação de paciente assintomático. Mesmo assim, fui ao médico, fiz outro exame, cujo resultado sai na próxima semana e estou em casa, trancado, tomando todas as precauções determinadas pelo médico e pelos amigos.

Tão estou apavorado. Apenas fiquei preocupado. Mas o Criador aí que já me salvou de pelo menos 2 graves acidentes de trânsito, uma tentativa de assassinatos e outros perigos da vida, com certeza irá intervir mais numa vez em defesa desse pretinho aqui.

Bem, mamma mia, vamos agora às  mais interessantes da semana.

*

Quiprocuó danado entre o STF e o Congresso Nacional, por conta da prisão do deputado federal Daniel Silveira, aquele que esculachou os ministros da Corte Suprema do Judiciário.

*

Os deputados federais imediatamente criaram uma PEC, com o intuito de proteger os nobres parlamentares da ação judicial. Com essa PEC, já denominada de “PEC da Impunidade”, os nossos representantes só podem ser “detidos”, pela Polícia Legislativa.

*

Aí já viu, né? Neguinho pode matar, esfolar, roubar e fazer tudo o que não presta que jamais será alcançado pelos braços da lei. Como tudo no Brasil tem jeitinho, a classe política encontrou, após a prisão do Silveira, o jeito para evitar a própria punição. Só mesmo no Brasil!

*

Ah, morena! Foi um bafafá danado por aqui, a suposta ilegalidade da reeleição do deputado Othelino Neto para a presidência da Assembleia Legislativa, por conta da suspensão das eleições das Mesas Diretoras das Assembleias Legislativas de Roraima e do Mato Grosso do Sul.

*

Tais casos foram analisados pelo STF. A legalidade da história no Maranhão, é em razão da reeleição constar na Constituição do Estado e também no Regimento da Assembleia. Os “juristas” que davam como certa a queda do Othelino, não atentaram para este detalhe. Direito são detalhes.

*

Daqui pra frente é que a Mesa Diretora não poderá mais se reeleita dentro de uma mesma legislatura. Mas a rapaziada que se mete a jurista tem que atentar mais para os detalhes de cada casa. Na lei, nem tudo que parece ser igual é idêntico. Kkkkk.

*

Nesta segunda-feira, 1° de março, haverá eleição para composição da Mesa Diretora do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MA), para o biênio 2021/2022. O atual vice-presidente e corregedor, desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos deverá ser eleito presidente, em lugar do colega Tyrone José Silva.]

*

Já para substituir José Joaquim na Corregedoria do órgão, deverá ser eleita a desembargadora Ângela Salazar. Essa eu conheci na década de 1990, quando era repórter policial e ela delegada de Polícia, com marcante atuação na delegacia do 2° Distrito, no João Paulo.

*

A nova Mesa da Justiça Eleitoral é quem irá conduzir o processo eleitoral de 2020, para governador, senador, deputado federal e deputado estadual. Uma ressalva: se o deputado estadual Pará Figueiredo concorrer à reeleição, o desembargador José Joaquim terá que se afastar do cargo. Ele é pai do parlamentar.

*

Na última eleição, o desembargador Cleones Cunha, que era o corregedor, teve que se afastar. Isso porque a cunhada dele, a deputada estadual Daniella Tema estava na disputa pelo seu atual mandato. Cleones é irmão do ex-prefeito de Tuntum, Cleomar Tema.

*

O Flamengo voltou a  ser campeão e o Vasco, mais uma vez rebaixado. Como sou vascaíno, me transformei, nos últimos anos em alvo preferencial de gozação dos amigos flamenguistas. O quê fazer?

*

Do Rio de Janeiro, Marco Aurélio, o primogênito, além de ligar, enche o zap de memes. Um dia as coisas vão melhorar, como diz o Martinho da Vila, numa de suas músicas em que cita o Vasco da Gama.

*

Ainda sobre futebol, assisti a um documentário sobre Pelé, pela Netflix. Emocionante. O Atleta do Século, chega numa cadeira de rodas e fala de sua vida, dos melhores momentos em campo, enquanto as cenas são exibidas. Sensacional!

*

Na obra, o produtor deixa supor que Pelé teria sido um apoiador da ditadura militar no Brasil, por conta de um abraço no presidente Garrastazu Médici. Só que nada disso deixou de fazer com ele deixasse de ser admirado no mundo todo, até hoje, ano em que irá completar 83 anos. A verdadeira lenda viva.

*

Deselegante achei foi o depoimento de Paulo César Caju, que esteve na Seleção de 1970, no banco de reserva e, quando entrou, não teve nada que o distinguisse dos demais. É o atleta politizado, que em campo não foi lá essas coisas.

*

Bem, minha fofa, com essa o teu pretinho vai ficando por aqui, garantindo retorno na próxima semana, se Deus quiser. E ele quer, porque sempre foi bacana com esse teu pimpolho.

Beijão de quem continuará te amando para sempre.

Djalma

 N.E. Bibi é Benedita Rodrigues, mãe desse editor. Ela faleceu no dia 8 de dezembro de 1965, aos 28 anos de idade, na Santa Casa de Misericórdia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *