Apoio de Aldir Júnior a Paulo Victor reacende rumor de aliança entre Josimar e Brandão

Tradicionalmente conhecido por ser um mês apagado e de poucas movimentações políticas, este mês de janeiro está demonstrando ser atípico, por conta dos bastidores envolvendo acordos para a eleição da presidência da Câmara de São Luís, marcada para primeira quinzena do próximo mês de abril.

A agitação do último domingo, por exemplo, revelou que a disputa pela principal cadeira da Mesa Diretora no Palácio Pedro Neiva de Santana também se transformou numa espécie de ‘microcosmo’ da disputa pelo governo em 2022.

Na Casa, dois nomes já estão em busca de votos: Dr. Gutemberg (PSC) – candidato apoiado pelo prefeito Eduardo Braide (Podemos) e Paulo Victor (PCdoB), lançado por um grupo autointitulado de G17, que prega a independência do Legislativo.

O pleito interno, que até anteontem, colocava em lados opostos o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSDB) e o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL), mudou no fim de semana.

Escanteado por Braide, Aldir Júnior resolveu declarar voto em Paulo Victor e seu posicionamento reacendeu o rumor de uma possível aliança entre Brandão e Josimar visando o pleito deste ano, uma situação que seria ruim, principalmente, para o senador Weverton (PDT), caso venha se confirmar. É aguardar!

Por Dalvana Mendes

PL e PSDB: conjuntura na Câmara de São Luís demonstra caminho aberto entre líderes para aliança visando 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.