Operação da PF investiga fraude bilionária com Seguro Defeso no Maranhão e outros 11 estados

Associação criminosa teria desviado aproximadamente R$1,5 bilhão em pagamentos de benefícios a solicitantes de 1.340 municípios brasileiros.

A Operação Tarrafa foi deflagrada pela Polícia Federal nesta quinta-feira (17) para investigar uma organização criminosa responsável por fraudes milionárias no Seguro Desemprego do Pescador Artesanal (SDPA) – também conhecido como Seguro Defeso. A associação teria desviado aproximadamente R$1,520 bilhão em pagamentos de benefícios a solicitantes de 1.340 cidades, segundo a PF.

São 180 mandados de busca e apreensão a serem cumpridos no Pará e outros 11 estados: Maranhão, São Paulo, Ceará, Bahia, Pernambuco, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Tocantins e Piauí. Entre os materiais apreendidos está uma maleta cheia de documentos. No total, 42 servidores públicos são alvo da operação, que mobiliza 600 agentes federais.

Não há mandado de prisão expedido, mas, após a operação, as investigações ainda devem continuar, segundo a PF. As medidas de busca e apreensão miram 36 servidores do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) e outros seis servidores da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), lotados no Pará. Além das buscas, os servidores estão sendo afastados por decisão judicial

Segundo a PF, as investigações iniciaram em 2020, quando um grupo de trabalho foi montado para apurar suspeitas de fraudes cometidas na inserção dos dados no registro geral do pescador. Depois disso, era feito pedido de deferimento do benefício previdenciário. Ao menos 102 certificados digitais de identificação fraudulentos foram expedidos em nome de servidores públicos, de acordo com as investigações.

2 pensou em “Operação da PF investiga fraude bilionária com Seguro Defeso no Maranhão e outros 11 estados

  1. Pingback: Operação da PF investiga fraude bilionária com Seguro Defeso no Maranhão e outros 11 estados - Raimundo Borges

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.