Vice-prefeita participa de ações em prol de povoados, mulheres e trabalhadores do setor cultural de Pinheiro

A vice-prefeita de Pinheiro, Ana Paula Lobato (PDT), participou, na quinta (6) e nesta sexta-feira  (7), de uma série de ações na cidade, voltadas para moradores de povoados, mulheres pinheirenses e trabalhadores do setor cultural.

Na quinta, Ana Paula acompanhou o prefeito Luciano Genésio (PP) e uma comitiva de secretários na largada do Governo Itinerante, onde a Prefeitura, junto com o secretariado municipal, realiza a entrega de cestas básicas, vacinação contra a COVID-19 e atendimento psicossocial, entre outros serviços sociais, àqueles que mais precisam e vivem nas comunidades, longe da sede.

“Demos início ao Governo Itinerante nas comunidades de Pinheiro. Começamos pelo Polo Paraíso, com atendimento humanizado e a realização de serviços sociais, que são essenciais neste momento de pandemia” , explicou a vice-prefeita sobre os atendimentos, que serão realizados durante todo o mês de maio e, ontem, também aconteceram nos povoados Coco, Cuba e região.

COMMULHER

À noite, Ana Paula prestigiou a cerimônia de posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (COMMULHER). “Parabenizo à presidente Raisa Moraes , assim como todas as conselheiras por essa conquista, em especial, à secretária dos Direitos Humanos, Família e Mulher, Bianca do Social, pela iniciativa de reorganizar este órgão tão importante, que fortalece o espaço e a luta das mulheres pinheirenses na política ou em qualquer lugar da sociedade que elas quiserem estar”, enfatizou.

Na oportunidade, a vice prefeita anunciou a chegada do “Ônibus Lilás”, da Secretaria Estadual da Mulher, em Pinheiro, até o fim do mês. “Já havíamos planejado há um tempo, porém a pandemia não permitiu. Agora, enfim, conseguimos trazer mais este benefício que ajudará a amparar as mulheres pinheirenses” , com diversos tipos de atendimentos”, garantiu.

Cestas básicas

Nesta sexta, Ana Paula atendeu ao pedido do empresário Jota Cruz e, acompanhada do vereador Léo Lobato, entregou 130 cestas básicas, destinadas aos trabalhadores do setor cultural, que atuavam nos bastidores de festas e eventos e que, desde o início da pandemia, vivem dias difíceis. “Esta ação não é o suficiente, mas, sem dúvidas, ajudará centenas de famílias nesse momento tão sensível”, pontuou a vice-prefeita.

O próximo passo, segundo Ana Paula, é levar a demanda à Secretaria de Estado da Cultura para  buscar ainda mais assistência à classe e suas famílias.

Desembargador maranhense revoga última prisão de Cunha, que responderá em liberdade

O desembargador maranhense  Ney Bello,  que integra o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), revogou nesta quinta, 6, a última prisão preventiva decretada contra o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (MDB-RJ). A cautelar havia sido decretada em 2017 na Operação Sepsis e era o único empecilho que impedia o ex-parlamentar de responder aos processos em liberdade.

No último dia 28, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o Tribunal da Lava Jato, revogou a prisão decretada contra Cunha na operação. O ex-presidente da Câmara cumpria o regime em casa desde o ano passado, em razão da pandemia.

O desembargador sustentou que, passado mais de um ano da prisão domiciliar, não vislumbrou necessidade da manutenção da prisão preventiva de Cunha no caso. “Notadamente, pelo tempo em que a medida constritiva foi determinada, em razão de não se ter notícia do descumprimento das obrigações impostas, e também, pela demora em se marcar o julgamento da apelação já interposta em favor do requerente”, disse.

Os advogados Pedro Ivo Velloso, Ticiano Figueiredo e Délio Lins e Silva, responsáveis pela defesa de Eduardo Cunha, celebraram a decisão: “Fez-se Justiça”.

Cunha foi alvo da Operação Sepsis, desdobramento da Lava Jato que apurou desvios do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS), gerido pela Caixa Econômica Federal.

PM do Maranhão expulsa soldado que matou outro militar na frente do filho

O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, expulsou da Polícia Militar o soldado Francisco Ribeiro dos Santos Filho, acusado de matar a tiros o cabo Samuel de Sousa Borges, do Piauí, em fevereiro de 2019.

O assassinado de Samuel aconteceu na frente do filho, próximo a uma escola na Zona Leste de Teresina, após uma discussão de trânsito. Um vídeo (veja abaixo) mostra o momento em que o policial é atingido por três disparos.

A expulsão do soldado Francisco Ribeiro é descrita como ‘a bem da disciplina’, e foi divulgada no último dia 30 de abril no Diário Oficial do Maranhão. Francisco está preso em um presídio militar, em São Luís, mas até hoje não foi julgado pelo crime. Ele também responde por outros três assassinatos.

 

Vítima gravou tudo

 

Nas imagens, o PM do Piauí aparece na frente da escola e pede para que o soldado encoste a moto, dizendo que o denunciaria à Corregedoria da PM do Maranhão. Os dois trocam xingamentos. Francisco Ribeiro estaria em atitude suspeita, em uma moto sem placa e portando duas armas.

Segundo o coordenador do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Costa, o Barêtta, o cabo Samuel começou a filmar com o celular no momento em que abordou o policial do Maranhão.

 

Policiais discutem durante abordagem e antes de homicídio — Foto: Reprodução

Policiais discutem durante abordagem e antes de homicídio — Foto: Reprodução

 

Policial militar do Maranhão Francisco Ribeiro durante abordagem — Foto: Reprodução

Policial militar do Maranhão Francisco Ribeiro durante abordagem — Foto: Reprodução

 

“Ele filmou para evitar que o soldado alegasse uma abordagem irregular, fez para tentar se resguardar. Ele abordou quando viu a moto sem placa e o volume das armas na cintura. Ele pediu várias vezes para que o outro encostasse. O caminho todo eles foram discutindo e o soldado se recusando a obedecer”, disse o delegado em fevereiro deste ano.

Francisco Ribeiro manda que o cabo Samuel parasse com a gravação e mostra a arma. Nessa hora é possível ver no vídeo o primeiro disparo, que atinge a mão do policial. Em seguida ele é atingido na cabeça e no peito.

Sem julgamento

O soldado Francisco foi indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil pela morte do cabo Samuel, de acordo com o inquérito do DHPP. Ele chegou a ser preso, mas foi solto em outubro de 2019 e será julgado no Tribunal do Júri, ainda sem data prevista.

Em março de 2020, o policial do Maranhão voltou a ser preso suspeito de duplo homicídio ocorrido no bairro Pedra Mole, Zona Leste de Teresina, e foi encaminhado para o presídio da Polícia Militar do Maranhão, em São Luís.

Já os julgamentos pelo Tribunal do Júri, do Tribunal de Justiça do Piauí, foram suspensos devido à pandemia do novo coronavírus.

Wellington ressalta sensibilidade da Comunicação da Alema ao alertar sobre Covid-19 em campanha

O deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) voltou a destacar, na sessão plenária da Assembleia Legislativa do Maranhão, nesta quarta-feira (5), a qualidade e a sensibilidade da campanha institucional idealizada pela Diretoria de Comunicação Social da Casa, que traz depoimentos reais de pessoas impactadas pelo falecimento de familiares por Covid-19. O vídeo alerta para a necessidade de cuidados preventivos contra a doença.

“Quero parabenizar, mais uma vez, o presidente Othelino Neto e a Comunicação da Assembleia pela sensibilidade e a forma como a campanha foi conduzida, fazendo uma exposição clara sobre a gravidade da situação e os cuidados preventivos que as pessoas têm de ter para evitar a contaminação do coronavírus”, disse o parlamentar.

O deputado ressaltou, ainda, o alcance da mensagem junto à população, reforçando a importância de posturas necessárias, como o distanciamento social, o uso da máscara, do álcool em gel, entere outros cuidados que as pessoas devem ter para que não vivenciem a mesma situação enfrentada pelas personagens reais mostradas na peça institucional da Alema.

“A sensibilidade da Assembleia foi uma referência em todo o Maranhão, alvo de muitos elogios, motivo que me faz destacar esse maravilhoso trabalho produzido pela Comunicação da Casa”, frisou Wellington.

No mês passado, o deputado César Pires (PV) também destacou positivamente o vídeo de alerta produzido pela Comunicação sobre a necessidade dos cuidados preventivos contra a doença.

“Quero aqui, de público, fazer justiça ao nosso setor de Comunicação e congratular pela mídia da Assembleia Legislativa, que está sendo veiculada de forma impessoal. A peça nos mostra a angústia daquelas pessoas, as suas perdas para essa doença”, declarou o parlamentar.

Morre Arnaldo Martinho, ex-diretor geral o CINTRA

Faleceu na madrugada desta quinta-feira, 6, no Hospital UDI, o ex-diretor geral do Cintra (Centro integrado do Rio Anil) Arnaldo Martinho Costa da Costa, de 62 anos.
Vítima de Covid, Arnaldo estava hospitalizado há vários dias, mas não resistiu à piora do seu estado de saúde.
Arnaldo Martinho foi diretor do Cintra por mais de 20 anos, desde o governo de Edison Lobão. Ele era amigo de longas datas de Lobão e toda a família. O filho, Edinho Lobão lamentou a morte de Arnaldo, em contato esta manhã com O INFORMANTE.
“O Arnaldo nunca se desligou da nossa família. Acompanhamos a luta dele na UDI e o falecimento dele nesta madrugada. Uma pena, realmente algo muito entristecedor”.
Arnaldo deixou o Cintra depois que Flávio Dino assumiu o governo, sendo nomeado superintendente do DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral), no Maranhão. Agora estava aposentado.

(O Informante)

Othelino e Flávio Dino discutem novos projetos enviados à Assembleia e ressaltam harmonia entre os poderes

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), reuniu-se, nesta quarta-feira (5), com o governador Flávio Dino (PCdoB) para tratar de uma pauta prioritária de projetos do Executivo, que tramitam no Parlamento Estadual, entre outros assuntos de interesse da população maranhense.

Segundo Othelino, uma das matérias encaminhadas à Assembleia pelo Governo do Estado, que deve ser apreciada em breve, é a que dispõe sobre o Agente de Desenvolvimento Rural Quilombola, no âmbito do programa ‘Maranhão Quilombola’, para o desenvolvimento de ações que garantam maior qualidade de vida a essas comunidades.

“Tivemos uma boa reunião, na qual tratamos de temas importantes e de projetos que tramitam na Assembleia, como o programa agente rural quilombola, uma iniciativa que será apreciada na Casa do Povo. Discutimos também sobre projetos de infraestrutura por meio dos quais o Governo do Maranhão auxiliará os municípios na melhoria da infraestrutura urbana das cidades”, assinalou o chefe do Legislativo.

Emendas

O governador Flávio Dino enfatizou a importância da harmonia entre os poderes para que o Maranhão continue no caminho do desenvolvimento com justiça social. O chefe do Executivo agradeceu, ainda, o apoio dos deputados não só na aprovação de projetos importantes para o Estado, mas, também, na destinação de emendas parlamentares.

“Agradeço ao presidente Othelino Neto e a todos os parlamentares, que têm sido muito atenciosos e eficientes no exame dessas políticas públicas que propomos à Assembleia.  Nesta conversa, tratamos também sobre ações prioritárias, como o Agente de Desenvolvimento Rural Quilombola, assuntos relativos à infraestrutura urbanística dos municípios e a distribuição de cestas básicas para pessoas carentes, que já conta com o apoio dos parlamentares por meio da destinação de emendas”, completou o governador.

Justiça autoriza a saída temporária de 722 presos para o Dia das Mães

A 1ª Vara de Execuções Penais da Comarca da Ilha de São Luís (1ª VEP) divulgou a lista com os nomes dos 722 apenados com direito à saída temporária do Dia das Mães. Os beneficiados foram autorizados a sair nesta quarta-feira (5), às 9h, devendo retornar às unidades prisionais até as 18h do dia 11 de maio (terça-feira).

A juíza Lidiane Melo de Souza, respondendo pela 1ª VEP, cientificou a Secretaria de Estado de Administração que os dirigentes dos estabelecimentos prisionais da Comarca da Grande Ilha de São Luís devem comunicar à Vara de Execuções Penais até as 12h do dia 14 de maio o retorno dos internos e/ou eventuais alterações.

Os apenados foram autorizados a sair das unidades prisionais para a visita aos seus familiares noDia das Mães por preencherem os requisitos dos artigos 122 e 123 da Lei de Execução Penal. Os beneficiados devem cumprir várias restrições como não frequentar festas, bares e similares, entre outras determinações.

Legislação

A Lei de Execuções Penais (LEP), de 11 de julho de 1984, trata do direito do reeducando (condenado e internado) nas penitenciárias brasileiras e da sua reintegração à sociedade. Sobre a saída temporária de apenados, o artigo 122 dispõe: “Os condenados que cumprem pena em

regime semiaberto poderão obter autorização para saída temporária do estabelecimento, sem

vigilância direta, nos seguintes casos: Visita à família; Frequência a curso supletivo profissionalizante, bem como de instrução do 2º grau ou superior, na Comarca do Juízo da Execução; Participação em atividades que concorram para o retorno ao convívio social”.

Já o artigo 123 da mesma lei versa que “a autorização será concedida por ato motivado do juiz responsável pela execução penal, ouvidos o Ministério Público e a administração penitenciária e dependerá da satisfação dos seguintes requisitos: Comportamento adequado; Cumprimento mínimo de 1/6 (um sexto) da pena, se o condenado for primário, e 1/4 (um quarto), se reincidente; Compatibilidade do benefício com os objetivos da pena”.

Fãs choram em frente a hospital no Rio após morte de Paulo Gustavo

Fãs de Paulo Gustavo prestaram uma última homenagem a ele na frente do hospital Copa Star, zona sul do Rio. O ator morreu na noite de ontem em decorrência da covid-19.

Lola Tinoco, 53, é dona de um bistrô no Net Rio, casa de shows onde Paulo Gustavo apresentava seus espetáculos “220 Volts” e “Minha Mãe É Uma Peça”. Ao UOL, Lola conta que conhecia o artista e a família dele há anos.

“Ele, o marido e os amigos sempre iam ao meu bistrô. Era um querido, uma pessoa iluminada. O sentimento agora é de dor, muita dor. Vim aqui para fazer uma oração por ele. O Brasil perde um grande ator, humorista e uma grande pessoa.”

 

Quem também esteve no local foi Graziella Motta, 34, outra fã que veio se despedir do artista, que estava internado desde o dia 13 de março.

“Eu acompanho o trabalho do Paulo Gustavo há muitos anos, desde quando ele era de Niterói. Sou de lá também. Eu ainda tinha alguma esperança, sabe?”, lamentou.

Mais cedo, admiradores do humorista já estavam no local para torcer pela recuperação dele, antes da equipe do ator confirmar a morte.

Amigos e famosos também se despediram de Paulo Gustavo nas redes sociais. Tatá Werneck, uma das melhores amigas do ator, compartilhou uma frase bíblica: “Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”.

 

O histórico do estado de saúde de Paulo Gustavo

O comediante foi intubado em 21 de março, após 8 dias de internação para combater a covid-19. Paulo Gustavo, no entanto, continuou a apresentar piora do quadro respiratório e, no dia 2 de abril, a equipe médica decidiu submetê-lo à terapia por ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) na UTI, uma técnica também conhecida como pulmão artificial que auxilia na oxigenação do sangue.

No dia 4 e, novamente, no dia 9 de abril, o ator passou por procedimentos por via endoscópica (toracoscopia) para corrigir fístulas bronco-pleurais, uma comunicação anormal entre brônquios e pleura, a membrana dos pulmões, que permite o vazamento de ar.

Em 11 de abril, o ator seguia em estado crítico e teve nova fístula detectada, segundo nota à imprensa, recebendo reposição de fatores de coagulação. No dia 15 de abril, um novo boletim médico afirmou que ele também foi submetido naquela semana a “várias intervenções, como broncoscopias, e alguns procedimentos cirúrgicos” que controlaram hemorragias.

Segundo a equipe de Paulo Gustavo, o boletim divulgado no dia 26 de abril informou que uma nova pneumonia bacteriana havia sido identificada. Na ocasião, os médicos estavam otimistas, acreditavam que o problema estava sendo tratado de forma eficiente e falavam em “evidências de melhora na função pulmonar”.

Ontem pela manhã, ele tinha acordado e interagido com o marido, informaram os médicos. Porém, mais tarde, o ator teve uma embolia súbita que atingiu o sistema nervoso. Hoje, os médicos informaram que o quadro era irreversível.

Sancionada lei que cria o selo “Empresa Amiga da Mulher” de autoria da deputada Daniella Tema

A deputada Daniella Tema (DEM) comemorou a sanção governamental da Lei 11.455/2021 de sua autoria que cria o selo “Empresa Amiga da Mulher”, dispositivo que beneficia o público feminino e incentiva as empresas maranhenses a promoverem ações e projetos para valorização da mulher e de combate à violência de gênero e ao feminicídio em suas instalações.

De acordo com a deputada, que coordena a Frente Parlamentar de Combate e Erradicação do Feminicídio, na Alema, a nova lei vai favorecer a visibilidade das pautas femininas no âmbito estadual.

“O combate à violência contra a mulher e a promoção dos seus direitos ainda é um trabalho que tem que ser feito diariamente e intensamente. Através dessa lei, vamos fortalecer nossa luta e, claro, estimular as empresas a também defenderem a causa e darem maior assistência às suas colaboradoras. Espero que tenhamos uma larga adesão do empresariado maranhense”, frisou.

 CRITÉRIOS

As empresas interessadas em adquirir o selo precisam atender às exigências previstas na lei, tais como: desenvolver programas de incentivo, auxílio, apoio e capacitação profissional à mulher; divulgar políticas e campanhas adotadas na defesa de direitos das mulheres, tanto de âmbito estadual como nacional, que visam coibir e erradicar a violência e o feminicídio; promover ações afirmativas com temas voltados à saúde da mulher, sua qualidade de vida, bem como empreendedorismo e mercado de trabalho; acompanhar e apoiar o período gestacional e pós-parto de suas colaboradoras; entre outros.

 

AQUISIÇÃO DO SELO “EMPRESA AMIGA DA MULHER”

 

Quando atenderem a esses requisitos, as empresas devem apresentar um portfólio à Secretaria da Mulher provando a execução das ações e dos projetos desenvolvidos em seus estabelecimentos. Ainda conforme a lei, o selo é válido por dois anos e pode ser renovado sempre que a empresa comprovar a continuidade dessas atividades. Além disso, a empresa também poderá usar o selo “Empresa Amiga da Mulher” em sua marca e em peças publicitárias.

Othelino Neto participa da entrega de alimentos a municípios maranhenses

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino (PCdoB), participou, nesta segunda-feira (3), no Palácio dos Leões, da entrega de cestas básicas a municípios maranhenses, em mais uma etapa do programa ‘Comida na Mesa’, executado pelo Governo do Estado. O ato foi realizado pelo governador Flávio Dino.

Também participaram da cerimônia de entrega o secretário de Estado da Agricultura Familiar e coordenador do programa, Rodrigo Lago; os deputados Wendell Lages (PMN), Thaiza Hortegal (PP), Paulo Neto (DEM) e Ana do Gás (PCdoB).

Ao todo foram entregues 12 mil cestas básicas, distribuídas entre os municípios de Anapurus, Belágua, Chapadinha, Itapecuru Mirim, Mata Roma, Nina Rodrigues, Presidente Vargas, São Benedito do Rio Preto, Urbano Santos e Vargem Grande.

 

Segundo Othelino, a crise provocada pela pandemia exige a soma de esforços para minimizar os impactos socioeconômicos e diminuir o sofrimento da população. “É necessário que todos estejamos juntos para ajudar as pessoas nesse momento tão crítico. E esta é uma iniciativa importante, pois, além de realizar a distribuição de alimentos, também estimula a agricultura familiar, contribuindo para que superemos o mais rápido possível essas dificuldades”, afirmou o chefe do Legislativo.

Parceria

O governador Flávio Dino destacou que o Governo do Estado está avançando com o programa ‘Comida na Mesa’, que executa um conjunto de ações, entre as quais, a entrega semanal de cestas básicas, garantindo o acesso à alimentação e o apoio à agricultura familiar. Ele também agradeceu a parceria com a Assembleia Legislativa para que iniciativas como estas sejam desenvolvidas em benefício da população.

 

“As políticas públicas nascem de leis que são votadas pelos deputados estaduais. Além disso, nós temos a destinação de emendas parlamentares. E um dos eixos fundamentais do programa ‘Comida na Mesa’ é o apoio às estradas vicinais que dão acesso às regiões de produção, uma ação que depende, exatamente, dessas emendas. Essa é a prova de que, com os poderes trabalhando unidos, teremos os melhores resultados”, completou Flávio Dino.

 Apoio aos municípios

Presente ao ato, a deputada Ana do Gás também destacou a importância da iniciativa. “Fico muito feliz de participar desse momento, contribuindo para fortalecer esse incentivo por meio das emendas parlamentares direcionadas para ajudar na alimentação das pessoas que necessitam”, declarou.

A deputada Thaiza Hortegal endossou a relevância da iniciativa. “Além de ampliar a oferta de leitos e a vacinação, o Governo do Estado também se importa com o lado social. O programa Comida na Mesa é algo espetacular, que vai levar alimentação aos maranhenses. Ficamos felizes em dar a nossa parcela de contribuição”, assinalou.

O prefeito de Vargem Grande, Carlinhos Barros, afirmou que tanto os parlamentares, quanto o Governo do Estado estão atentos às necessidades dos municípios. “Nós que estamos na ponta, como prefeitos, sabemos das dificuldades, que são grandes em todos os setores, mas o que mais dói é a fome. Por isso, ações como esta são fundamentais”, disse.