Só uma vítima perdeu R$ 7 milhões no golpe vultoso aplicado pelo médico Abdon Murad Júnior

O médico Abdon José Murad Junior, 38 (foto acima), é um dos cirurgiões bariátricos mais conceituados do Maranhão. Filho do presidente do CRM-MA (Conselho Regional de Medicina) do estado, de quem leva o mesmo nome, Murad Junior costuma aparecer com frequência na mídia para falar sobre obesidade.

Nesta quinta-feira (09), a Polícia Civil esteve mais uma vez em seu apartamento, na Península da Ponta D,Areia, confiscando computadores, celulares e outros documentos. Tambem, houve batida na residência do pai do médico e na empresa de sua propriedade.

Apesar de ter boa reputação como médico e de ser membro de uma das famílias mais tradicionais do Nordeste, envolvida não só com medicina, mas também com política, ele é investigado por ter criado uma suposta pirâmide financeira. Um de seus clientes, também médico, alega que sua família perdeu R$ 7 milhões. Cansado de cobrar uma solução, ele até alugou um carro de som para pedir o dinheiro de volta publicamente, em frente à casa de Murad, em São Luís (MA). Procurado pelo UOL, o cirurgião não comentou as acusações.

A Polícia Federal e o MPF (Ministério Público Federal) instauraram inquéritos para averiguar o suposto esquema, que prometia até 15% ao mês de lucro sobre o aporte financeiro. Como os casos correm em segredo de Justiça, os órgãos não repassaram estimativa de prejuízo, número de possíveis vítimas ou outros dados.

“As investigações seguem sob sigilo visando garantir o necessário segredo de Justiça, sob pena de comprometer ou macular o resultado da coleta de provas”, disse a PF em nota.

Advogados e investidores ouvidos pela reportagem disseram que a fraude pode beirar a casa dos R$ 300 milhões. Entre os principais lesados estão promotores, delegados, empresários, juízes e médicos, que disseram ao UOL ter acreditado no cirurgião por causa de sua reputação..

 

Prometia ganho de 15% ao mês, dizem clientes

Murad Junior fundou a Abdon Murad Junior Participações e Empreendimentos, cujo nome fantasia é AMJ Participações, em novembro de 2017, conforme consulta do CNPJ da empresa na Receita Federal. Mas antes disso ele já captava recursos.

Segundo clientes, o cirurgião prometeu rendimentos de até 15% ao mês em cima de aportes financeiros. Isso seria supostamente conseguido com investimentos em fundos internacionais, Bolsa de Valores e em imóveis.

Para dar garantias, o cirurgião costuma formalizar contratos ou dar cheques com os valores prometidos. Alguns deles, com valores de R$ 470 mil, R$ 600 mil e até R$ 810 mil, foram encaminhados para a reportagem.

Os cheques, no entanto, eram sustados ou não tinham fundos, de acordo com os investidores.

Os atrasos nos pagamentos e as desculpas começaram no início de 2019. Algumas das justificativas foram problemas com supostas operações no exterior, lentidão para repatriar recursos de fora e, recentemente, coronavírus.

Família diz ter perdido R$ 7 mi e pede dinheiro em carro de som

Um dos investidores foi o médico Hugo Sousa da Silva, 37. Junto com a família, ele disse ter investido R$ 7 milhões no negócio no ano passado, com a promessa de receber R$ 10,6 milhões de retorno. O valor seria pago em cinco parcelas. A família só conseguiu recuperar R$ 500 mil, disse Silva.

“Ninguém cai hoje em golpes de pirâmide financeira, mas o Murad Junior é médico, filho do presidente da CRM, está no topo da carreira e tem boa reputação. Ninguém iria desconfiar que ele pudesse prejudicar as pessoas”, disse Silva.

Ele afirmou ter cobrado o cirurgião diversas vezes desde o ano passado, mas sempre havia uma desculpa. Ele alugou um carro de som e foi até a casa de Murad Junior para pedir seu dinheiro de volta.

“Doutor Abdon, devolva o dinheiro do povo, que não é seu. Você não tem o direito de ficar com o dinheiro das pessoas. Você está sendo uma vergonha para a classe médica”, disse Silva no carro de som.

Mulher de 78 anos teria investido R$ 450 mil

A filha de uma suposta vítima contou que sua mãe recebeu um precatório de R$ 450 mil depois de uma espera de 20 anos. Sem saber como aplicar o dinheiro, a senhora de 78 anos perguntou a ela sobre possibilidades de investimentos.

A filha da mulher, que preferiu não ter seu nome publicado, disse que, como sabia da reputação de Murad Junior e conhecia alguns médicos que haviam aplicado dinheiro e estavam recebendo, resolveu investir tudo. O contrato foi formalizado no começo do ano passado. Para ela, disse, foi prometido retorno de 15% ao mês, o que daria R$ 600 mil no final.

Dos R$ 450 mil, no entanto, a mulher disse que conseguiu recuperar apenas R$ 150 mil. “Hoje, estou com sentimento de culpa muito grande e com a consciência pesada, porque minha mãe confiou em mim e perdi parte do dinheiro dela”, disse.

O que diz o médico?

A reportagem contatou a defesa de Murad Junior e o próprio cirurgião. Por meio de um aplicativo de conversa, a reportagem perguntou para o cirurgião como o negócio dele funcionava, por que os pagamentos estão atrasados, quando a situação seria regularizada, qual o valor da dívida e qual o número de clientes.

Além disso, questionou se ele tem autorização da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) para captar dinheiro de terceiros. De acordo com a Lei nº 10.303 da autarquia, que é responsável por regular o mercado de capitais, empresas ou pessoas precisam de permissão para captar dinheiro e investir em valores mobiliários, como ações e contratos de investimento coletivo atrelados a remunerações etc.

 

 

 Rafael Leitoa testa positivo para o novo coronavírus

O líder do governo Flávio Dino na Assembleia Legislativa, deputado timonense, Rafael Leitoa, do PDT, testou positivo para o novo coronavírus.

A revelação foi feita pelo próprio deputado que usou sua rede social para comunicar o fato.

O parlamentar pedetista salientou que descobriu ter contraído o vírus após exame realizado nesta sexta-feira (10), procedimento normal exigido aos deputados pela Assembleia que são submetidos a esses exames de 15 em 15 dias.

Ele informou ainda que está assintomático.

Maranhão chega a quase 100 mil casos e perto das 2.500 mortes pelo Coronavírus

O Maranhão registrou 96.718 casos confirmados do novo coronavírus nesta sexta-feira (10), de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES). A informação do boletim epidemiológico aponta ainda que o estado chegou a 2.392 mortes pela Covid-19 e 75.570 pessoas estão curadas.

Com base nestas informações, a Ilha de São Luís (São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar) registou 117 casos nas últimas 24h, enquanto que Imperatriz confirmou 15 casos e os demais municípios somaram 1.263.

Quanto aos casos ativos, o Maranhão segue com 18.756 pessoas em tratamento, sendo 17.974 em isolamento domiciliar, 444 em enfermarias e 338 em leitos de UTI.

No boletim desta sexta-feira, algumas mudanças foram feitas, como disse a SES. “Em razão de mudança de domicílio do paciente, um caso de Sambaíba foi remanejado para Balsas e dois casos de São Luís foram remanejados para Mata Roma e outro para Alcântara”.

 

Mortes por Covid-19

 

Foram confirmadas mortes pela doenças nas últimas 24h em Bacabal, Icatu, Viana, Codó, Santa Luzia, Mata Roma, São José de Ribamar, Pedreiras, Chapadinha, Imperatriz, Araioses (2), Coelho Neto (2), Açailândia (7) e São Luís (13)

Rubens Jr é o primeiro pré-candidato a defender a Primeira Infância em São Luís

A agenda de debates do Movimento Diálogos por São Luís, idealizado pelo pré-candidato a prefeito e deputado federal, Rubens Júnior, recebeu um grupo de profissionais da área educacional infantil, para um debate sobre Primeira Infância. O debate foi realizado por videoconferência, e transmitido nas redes sociais do pré-candidato.

A conversa, que contou com a participação de Fabiana Canavieira, doutora em educação na linha de estudos da Infância e coordenadora do Coletivo Maranhense pela Educação Infantil; do sociólogo e vice-presidente do conselho de educação do Maranhão, Roberto Mauro Gurgel e da professora e especialista em Psicologia da Educação, Deys Araújo Santana, teve o futuro das crianças de São Luís como foco do debate, que é um dos temas mais defendidos por Rubens. “Queremos as crianças como protagonistas e precisamos colocar o debate da primeira Infância como ordem do dia em São Luís”, disse.

Além do nível elevado do debate, umas das coisas que tem chamado atenção é o diagnóstico concreto apresentado pelo pré-candidato. Rubens que já debateu com vários líderes de comunidades, políticos, especialistas e figuras relevantes na capital maranhense, diz que é com uma gestão eficiente e plano de governo organizado que cumprirá cada uma das propostas. Além disso, ele de maneira recorrente, encaminha os diálogos com base em diagnósticos científicos e problemas locais, sempre reforçados pelos mestres, doutores e especialistas convidados.

O pré-candidato que já disse se inspirar nas políticas públicas defendidas pelo governador Flávio Dino, afirmou que assim como o governador foi o político que mais cumpriu promessas de governo, ele também será, e garante que pode ser cobrado por todos os apoiadores, caso seja eleito. Para o tema da transmissão, o pré-candidato promete a Casa da saúde da primeira infância; Cartão Primeira infância; Mais creches; Mutirão da Criança em parceria com a Força Municipal de Saúde e o Pacto municipal pela primeira infância.

A Doutora em educação voltada para a Infância, Fabiana Canavieira, disse que as cidades estão com uma cultura adultocentrista muito enraizada. “Está provado cientificamente que quando as crianças estão presentes no nosso cotidiano, elas nos humanizam. E um adultocentrismo impera nas cidades, que tem pouca sensibilidade para esse tema, e eu te parabenizo pela pauta”, disse.

A convidada também apresentou diagnósticos reais da cidade de São Luís quanto ao atendimento da infância desde os primeiros meses. “Nós não temos creches e as escolas não oferecem o que de fato as crianças precisam. Também precisamos incluir os bebês na educação infantil. Os órgãos municipais por exemplo, não tem fraudário e também não temos parques suficientes”, argumentou.

Já o sociólogo e vice-presidente do conselho de educação do Maranhão, Roberto Mauro Gurgel, defendeu a Lei Nacional da primeira Infância e disse que acredita na educação infantil como uma prática da liberdade. “A lei nacional da primeira infância precisa ser trabalhada na esfera municipal e estadual. Eu milito pela pedagogia da esperança e a educação infantil precisa ser uma prática de liberdade, o mundo perdeu a alegria pela falta de interesse de brincar, inclusive o interesse dos adultos; precisamos incentivar, porque o começo da vida sendo bem tratado vai refletir no restante da vida deste individuo”, pontuou.

A professora e especialista em Psicologia da Educação, Deys Araújo Santana, disse que a pauta precisa de um olhar especial e elogiou a iniciativa do debate proposto por Rubens. “Diversos estudos científicos comprovam que os investimentos feitos nas crianças de 0 a 6 anos feito pelo poder publico, são fundamentais e o retorno disso é significativo. Que bom que estamos fazendo esse debate aqui no território maranhense”, agradeceu.

Flávio Dino sanciona lei de autoria de Daniela Tema que obriga condomínios a comunicar violência doméstica

O governador Flávio Dino sancionou, na tarde desta quinta-feira (09) lei aprovada pela Assembleia Legislativa do Maranhão obrigando condomínios residenciais a comunicar à polícia casos de violência doméstica contra mulheres, crianças, adolescente e idosos.

A lei, de autoria da deputada Daniella Tema, vale para os condomínios residenciais em todo o Maranhão. A comunicação deve ser feita pelos síndicos ou administradores. O relato deve ser realizado sempre que houver ocorrência ou indício de violência doméstica ou familiar.

A comunicação deve ser feita até 24 horas após a ciência do fato.

Os condomínios deverão afixar cartazes, placas ou comunicados divulgando a obrigatoriedade de fazer a denúncia.

O descumprimento da lei inclui advertência e, em caso de reincidência, multa entre R$ 500 e R$ 10 mil.

Congresso

Enquanto no Maranhão essa obrigatoriedade já virou lei, o Congresso Nacional está analisando uma lei com o mesmo sentido. A matéria foi aprovada em votação simbólica no Senado e ainda precisa passar pela Câmara, para depois ser sancionada.

Denúncia

As denúncias de violência doméstica podem ser feitas pelo telefone 100, pelo telefone 180, pelo telefone 190 e pela Delegacia Online (https://delegaciaonline.ssp.ma.gov.br), entre outros canais.

A deputada estadual Daniella Tema, usou a tribuna na terça-feira (07) para agradecer os ´colegas da Assembleia Legislativa pela aprovação da PL 146/2020. “Quero agradecer aos parlamentares desta casa pela aprovação deste importante Projeto de Lei, haja vista, que pesquisas recentes apontam o crescimento da violência doméstica contra idosos, crianças e principalmente contra as mulheres neste período de pandemia. É extremamente necessário que os condomínios e residenciais possam informar aos órgãos competentes situações de violência doméstica. Todos nós precisamos nos unir  para combater qualquer tipo de violência”, destacou a deputada.

A PL 146/2020 está amparada em recentes pesquisas, como a da agência de notícias BBC NEWS Brasil, que aponta que 42% da violência contra as mulheres ocorrem no ambiente doméstico.

Da mesma forma, a Agência Brasil publicou, em 12 de junho de 2019, uma notícia que 86,6% das agressões contra idosos acontecem dentro dos lares, e que destas 52,9% são cometidas pelos próprios filhos. Com crianças e adolescentes, também não é diferente, a maior parte das violações acontecem dentro dos lares e por quem deveria cuidar e proteger estes vulneráveis.

No Estado do Maranhão esse dado ainda é mais alarmante, pois de acordo com uma análise criminológica da Polícia Civil, dos casos de feminicídio ocorridos em 2018, foi constatado que 57% dos crimes aconteceram dentro da casa da vítima, 84% foram cometidos por parceiros ou ex-parceiros (o chamado feminicídio íntimo), e 50% dos crimes foram cometidos por arma branca.

 

Mulher de 106 anos  vence Coronavírus e recebe alta em Paço do Lumiar

Por G1 MA — São Luís

“Não tenho palavras para agradecer aos profissionais de saúde que cuidaram de minha mãe, pelo atendimento e o cuidado que tiveram com ela. Foram meus olhos e minhas mãos nesse momento. Só tenho a agradecer”. O relato emocionado é de Dulcimar Ferreira, filha da centenária Luiza Ferreira Alves, que, aos 106 anos de idade, venceu a batalha contra o coronavírus e recebeu alta da Upa de Paço do Lumiar, no início desta semana.

Moradora do bairro Maiobão, Luiza Ferreira Alves deu entrada na UPA com rebaixamento de nível de consciência, dores nas costas e cansaço. A notícia do diagnóstico deixou os familiares em choque. Grupo de risco da doença, pela idade e por conta da hipertensão, a idosa, mãe de nove filhos, sempre teve boa saúde, reagiu bem ao tratamento e agora está curada.

Ativa, apesar da idade, logo ao ter alta, dona Luiza demonstrou seu primeiro desejo. “Quero andar e tomar café”, disse Luiza Alves. A alta foi um momento de muita emoção para familiares e colaboradores da unidade. “Os médicos e as ‘meninas de branco’ foram muito bons comigo”, declarou a idosa.

Aos 106 anos, dona Luiza renasceu. Já em casa, para comemorar a vitória, a idosa foi recepcionada pelos vizinhos e familiares, com palmas e foguetes.

A UPA de Paço do Lumiar integra a rede da Secretaria de Estado da Saúde e é gerenciada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH). Foi inaugurada no dia 23 de junho. UPA tipo III, possui capacidade de atendimento médio de até 350 pacientes por dia e oferece atendimentos clínicos, ambulatoriais, exames de Raio-X, além de contar com 28 leitos entre clínicos, UTI e observação infantil.

Unindo forças: PT do Lula dá sinais que caminhará junto com o PCdoB em São Luís

_Partido é tão forte no Maranhão, que mesmo sem Lula, nas eleições de 2018, Haddad obteve 45,67% dos votos na capital_

 

Tem sido uma prática diária, nas últimas semanas, um secretário do governo Flávio Dino anunciar apoio à candidatura do deputado licenciado e pré-candidato a prefeito de São Luís,  Rubens (PCdoB). O anúncio de hoje tem como figurante nada mais nada menos que o presidente da Agência de Mobilidade Urbana –MOB, Lawrence Melo Pereira.

Até aí tudo soaria normal, assim como aconteceu com as adesões anteriores, exceto por um único detalhe: Lawrence é filiado ao Partido dos Trabalhadores – PT. Sem sombra de dúvida, o apoio figura como uma possibilidade real do PT e PCdoB caminharem juntos em 2020 rumo ao Palácio de La Ravardière.

O ato de filiação de Lawrence, na capital maranhense, contou com a presença do próprio ex presidente Lula. “Quero registrar que a minha decisão, de caráter pessoal, diga-se de passagem, foi por vislumbrar em Rubens Jr as melhores qualidades técnicas e políticas para administrar São Luís”, enfatizou Melo.

Muito embora os “caciques” petistas estejam silentes, pois o rumo do partido será decidido em plenária marcada para os próximos dias, é provável que a adesão de Lawrence, ex-Delegado Geral da Polícia Civil com um excelente trânsito no meio da categoria, tire o sono dos grupos que estão com seus pré-candidatos em plena campanha.

PT NO MARANHÃO

A preocupação tem uma justificativa real: em nenhum estado da federação o Partido, que tem em Lula sua maior estrela, é tão bem avaliado como no Maranhão. Essa premissa fica clara quando avaliamos os números na eleição de 2018.

Nos 217 municípios maranhenses, o candidato petista Fernando Haddad venceu em 214, abocanhando um total de 61,26% dos votos. Na capital, carinhosamente chamada de Ilha Rebelde, a situação não foi muito diferente.

Nas seis zonas eleitorais, Haddad venceu em quatro, obtendo 45,67% dos votos, ou seja, o apoio do PT a qualquer candidato, incluindo o PCdoB, poderá interferir no resultado da eleição em São Luís de maneira concreta. Desta feita, algumas perguntas insistem em não calar diante de tal possibilidade: será que teremos uma aliança vermelha na disputa pela Prefeitura de São Luís?

Com o PT indicando a vice, será que Lula subirá ao palanque?

Infelizmente, as respostas para tais questionamentos só serão confirmadas nos próximos dias. Atualmente, na disputa pelo Palácio La Ravardiere, o PCdoB é o maior grupo, que continua crescendo, e conta com o  apoio do PP, DC, PMB e Cidadania, num total de mais de 210 pré-candidatos a vereador.

 

Prefeitura de São Luís disponibiliza vacina contra o sarampo em 52 postos de saúde e três escolas da rede pública da capital

 

A vacinação contra o sarampo está disponível em 52 postos de saúde e em três escolas da rede pública da capital maranhense. A aplicação das doses é uma orientação expressa do Ministério da Saúde e uma recomendação da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior. Devem ser protegidos, de forma prioritária, adultos entre 20 e 49 anos que precisam de proteção imunológica. No entanto, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) orienta que, mesmo quem já tomou uma dose anterior da vacina, deve procurar os postos para a dose extra. É fundamental ainda que o cidadão esteja portando a sua carteira de vacinação.

Durante a última etapa da campanha contra a Influenza/H1N1, alguns usuários receberam as doses contra o sarampo nos postos de saúde. “É uma vacina considerada de rotina e cujas doses estão disponíveis nos postos. É fundamental que as pessoas procurem um dos locais de vacinação. Importante não esquecer o uso da máscara”, disse o secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho.

Ainda de acordo com o gestor, dependendo da demanda, novas estrategias para aplicação das vacinas podem ser adotadas. “Diariamente, é feita uma avaliação do trabalho com nossos vacinadores. Dependendo da demanda, essas estrategias bem-sucedidas, como o atendimento das pessoas por ordenamento alfabético, podem ser aplicadas, visando evitar aglomeração social”, disse Lula Fylho.

No início deste ano, a Semus promoveu uma campanha contra o sarampo. Na ocasião – com a promoção de Dia D das ações em shoppings antes da pandemia, São Luís se aproximou das 12,9 mil vacinadas no segundo semestre do ano passado.

O sarampo é considerado pelo Ministério da Saúde uma doença infecciosa grave, causado por um vírus. De acordo com a pasta federal, sua transmissão ocorre quando o infectado tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A vacina é considerada o meio mais eficaz de se evitar a enfermidade.

SAIBA MAIS

LOCAIS DE VACINAÇÃO – VACINAÇÃO SARAMPO

  1. Centro de Saúde Dr. Paulo Ramos – Rua do Passeio, 236 – Centro.
  2. CTA Lira (atendimento específico) – Praça São Roque Lira, S/N – Lira.
  3. U.M Itaqui-Bacanga – Avenida dos Portugueses
  4. C. S. Clodomir P. Costa – Av. Odilo Costa Filho, S/N – Anjo da Guarda.
  5. C. S. Valdecy Eleoteria Martins (Paraíso) – Av. Sarney Filho – Vila Embratel.
  6. C. S Yves Parga – BR 135, S/n – Vila Maranhão.
  7. C.S. Vila Nova – Praça Raimundo de Sousa Gomes, S/N – Vila Nova.
  8. Hospital Aquiles Lisboa – R. José Sarney, s/n – Bonfim.
  9. C.S. da Vila Embratel – Rua 14 S/N – Vila Embratel.
  10. C.S. do Gapara – Rua Projetada S/N Gapara.
  11. C.S Bairro de Fátima – Rua Ademar de Barros, S/N – Bairro de Fátima.
  12. U.M Coroadinho – Rua da Vitória, S/N – Coroadinho.
  13. C.S. Dr. Antônio Guanaré – Rua da Vitoria – Coroadinho.
  14. U.M. Bequimão – Av. do Contorno s/n Bequimão.
  15. C.S. Amar – Rua Deputado Luís Rocha, S/N – Vicente Fialho.
  16. C.S. Radional – Rua G, S/N – Radional.
  17. C.S. Vila Lobão – Estrada da Vitória, Nº 8 – Vila Lobão.
  18. C.S. João de Deus – Rua Gardênia Ribeiro Gonçalves, S/N – João de Deus.
  19. U.M. São Bernardo – Rua São Benedito, Nº 185 – São Bernardo.
  20. C.S Santa Bárbara – Rua Principal, Nº 180 – Santa Bárbara.
  21. PS Coquilho – Avenida Principal 10 A, 10 – Vila Coquilho.
  22. C.S. Drª Nazaré Neiva – Rua 15, Nº 01 – São Raimundo
  23. USF Maria Ayrecila II – Rua 16, Qd 82, Bloco C, S/N – Cidade Olímpica.
  24. USF Jailson Alves III – Rua 7, Qd 83, Casa 1 – Cidade Olímpica.
  25. USF Santa Clara – Rua Lucy Sarney, S/N – Santa Clara.
  26. USF Santa Efigênia – Rua Tancredo Neves, S/N – Santa Efigênia.
  27. USF Pirapora – Rua 3, Qd B, S/N – Tirirical.
  28. C.S. Vila Janaina – R. da Saudade, 148 – Cidade Operária.
  29. UBS Dr. Expedito Alves de Melo – Av. 4, Qd 36, Casa 11 – Cidade Olímpica.
  30. C.S Cohab – Anil – Rua 04, S/N – IV Conj. Cohab – Anil.
  31. C.S Salomão Fiquene – Av. Leste Oeste, S/N – Cohatrac.
  32. C.S Djalma Marques – Av. Celso Coutinho, S/N – Ipem Turu.
  33. CTA Anil (atendimento especifico) – Av. São Sebastião, S/N – Anil.
  34. C.S. Itapera – Rua Principal, Nº 31 – Itapera.
  35. C.S. Quebra Pote – Praça do Cemitério, S/N – Quebra Pote.
  36. C.S. Pedrinhas I – BR 135, Km 12, Nº 26 – Pedrinhas.
  37. C.S. Pedrinhas II – Rua da União, S/N – Pedrinhas.
  38. C.S. Tibiri – Rua Santo Antônio, S/N – Tibiri.
  39. C.S. Maracanã – Estrada da Vitória, S/N – Maracanã.
  40. USF Coqueiro – Rua da Vitória, S/N – Coqueiro.
  41. C.S. Mª de Lourdes Rodrigues (Rio Grande) – Rua Bom Jardim, 385- Rio Grande.
  42. C.S Vila Itamar – Rua do Fio, S/N – Vila Itamar.
  43. Unidade de Saúde da Família Vila Sarney, km 7, BR-135
  44. CS Fabiciana de Moraes – Rua 3, Qd 7, s/n – Habitat Nice Lobão
  45. CS Laura Vasconcelos – BR-135, Km, 23, s/n, Vila Maranhão, Região da Estiva
  46. CS São Raimundo – Vila Mauro Fecury, s/n – São Raimundo
  47. CS Turu – Avenida 07, S/N, Conj. Hab – Turu
  48. USF São Francisco – Rua das Paparaúbas, quadra 13, lote 31, são Francisco
  49. CS Liberdade – Rua Epitácio Pessoa, 323 – Liberdade
  50. CS Genésio Ramos Filho – Rua 13, s/n – Cohab Anil
  51. CS Carlos Macieira – Avenida dos Africanos, s/n – Sacavém
  52. CEM Cidade Operária (funciona dentro da UPA Cidade Operária) – Avenida Principal, Cidade Operária

ESCOLAS

  1. UEB Felipe Conduru – Avenida Guajajaras, 115.
  2. UEB Frederico Chaves – Rua Presidente Dutra, São Francisco
  3. Escola Militar Tiradentes – Rua Gabriela Mistral – Vila Palmeira

Ex-jogador do Vasco e da Seleção Brasileira morre de câncer

O ex-jogador do Vasco, Carlos Eduardo Alberigi, conhecido como “Dudu Dentão”, morreu na última terça-feira, o hospital Santa Isabel, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. Ele tinha 60 anos e morava na cidade de Arraial do Cabo. O ex-jogador lutava contra um câncer e deixa mulher e duas filhas.
Dudu chegou a atuar na seleção brasileira, sendo convocado pelo técnico Telê Santana para as eliminatórias da Copa do Mundo de 1982, mas não entrou na lista final. O ex-jogador chegou ao Flamengo no fim dos anos 1970. Ele fez parte da equipe campeã do Carioca de 1982.

O Cruzmaltino utilizou as redes sociais para se manifestar sobre a morte dele. Confira!

“O CRVG lamenta o falecimento do ex-jogador Carlos Alberto Alberigi, o Dudu, que atuou pelo Clube durante a década de 80. Dudu, um dos destaques na conquista do Campeonato Estadual de 1982, tinha acabado de completar 60 anos e vinha enfrentando um câncer”, escreveu a equipe no Twitter.

As confusões da mídia com a deputada Helena Duailibe e o pré-candidato Carlos Madeira  

Quando a deputada Helena Duailibe (SD), reuniu um grupos de lideranças no Rio Poty Hotel, no sábado passado, para anunciar apoio ao juiz federal aposentado Carlos Madeira, pré-candidato a prefeito de São Luís pelo Solidariedade, a mídia digital entrou em polvorosa.

“Rubens Júnior perde mais um apoio e Helena vai apoiar Carlos Madeira”, sentenciou um internauta, enquanto outros titulavam, coisas semelhantes, dando a entender que o deputado federal Rubens Pereira Júnior (PC do B), estaria sofrendo uma espécie de lipoaspiração no seu grupo de apoio.

É como se a parlamentar estivesse almoçado com o candidato comunista e jantado com  Carlos Madeira. Esqueceram apenas de um porém: O juiz aposentado é filiado ao mesmo partido de Helena Duailibe. Mereceria manchetes caso ela tivesse feito exatamente o inverso, a exemplo do secretário de Segurança, Jeferson Portela, que é filiado ao PC do B e anunciou apoio a Madeira.