Estuprador é preso novamente em Imperatriz

Violência Sexual

Aguinaldo Júnior foi preso em cumprimento ao um mandado de prisão preventiva, expedido pela juíza Ana Lucrécia

Jovem suspeito de estupro é preso novamente em Imperatriz
Foto: Divulgação / Polícia

IMPERATRIZ – O estudante Aguinaldo Júnior Rodrigues da Silva, 23 anos, foi preso novamente na tarde desta quinta-feira (20), após um decreto de prisão preventiva, expedido pela juíza Ana Lucrécia, titular da Primeira Vara Criminal da Comarca de Imperatriz. A juíza disse à reportagem que o processo corre em segredo de Justiça, mas adiantou que há elementos novos no caso.

O jovem é suspeito de ter estuprado uma moça na saída de uma festa, no dia 29 de janeiro. Ele foi preso em flagrante, mas acabou sendo solto 10 horas depois da prisão, na Audiência de Custódia. Na época, o juiz Marco Antônio Oliveira, da 2ª Vara Criminal da comarca de Imperatriz, decidiu mandar soltar o jovem por entender que ele não representa perigo para a sociedade, possui residência fixa, é réu primário e não possui antecedentes criminais.

Agnaldo Júnior foi preso pela Polícia Civil após uma jovem ter procurado o Plantão Central da Polícia Civil e “denunciado” o jovem de estupro. Ela disse à polícia que o suspeito deu uma carona para ela de uma festa, mas no caminho a levou para a casa dele onde teria acontecido a violência sexual.Aguinaldo acabou sendo preso em flagrante logo depois. Os resultados dos exames feitos em janeiro apontaram que a jovem foi violentada, inclusive, sofreu esganadura, e ficou inconsciente durante o ato. Pouco tempo depois os policiais localizaram e prenderam o rapaz, que negou o estupro. Aguinaldo disse em depoimento que a relação sexual existiu, mas foi consensual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*