Deputado é flagrado bêbado em blitz em Brasília

O deputado federal Gladson de Lima Cameli (PP-AC) foi flagrado em uma blitz de trânsito, na madrugada desta terça-feira, em Brasília. Ele foi parado pela Polícia Militar na Asa Norte, região central da capital do país, se submeteu ao teste de bafômetro e apresentou índice superior a 0,33 miligrama de álcool por litro de sangue.

As informações são da Polícia Militar e da 2º Delegacia de Polícia, para onde Cameli foi encaminhado. Segundo a PM, ele só identificou que era deputado na 2º DP.

 

Por ter foro privilegiado, Cameli nem chegou a ser preso. Ele ligou para o motorista, que o levou em seu carro para casa.

 

O caso deve ser encaminhado agora para o STF (Supremo Tribunal Federal).

 

O deputado deve arcar, no entanto, com as penas administrativas: multa de R$ 957,70 e suspensão da carteira.

 Cameli ainda não se pronunciou sobre o assunto. Em seu gabinete, na Câmara, a secretária informou que ele deveria soltar nota na parte da tarde, o que ainda não aconteceu.

 A 2º DP confirmou no início da noite desta terça-feira que o resultado do bafômetro deu o índice de 1,14 miligrama de álcool no caso do deputado Gladson de Lima Cameli e que ele estava sozinho dirigindo um Mercedes C180.

 Segundo os policiais, o deputado não foi arrogante em nenhum momento e só falou que era deputado ao ser questionado sobre a sua profissão. Ainda de acordo com os policiais, Cameli confirmou que tinha bebido mas não disse quanto e nem aonde

1 pensou em “Deputado é flagrado bêbado em blitz em Brasília

  1. Vou lhe fazer um pedido.porque você no seu programa na radio capital não estipula um tempo para os seus ouvintes pois,as vezes que tento participar do programa fico muito tempo esperando ou o da ocupado por causa de alguns ouvintes que penssão que só eles tem direito a participar do programa.ouvintes comodona tereza e o ovídio estão lhe prejudicando no andamento do programa por ele ser muito curto e ter uma boa audiencia no horario.Peço que fale com sua produção em repenssar na participação dos ouvintes por que sem eles você não terá a ressonância de que o que está sendo discutido estará ajundando a esclarecer a população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*