Dilma descarta fim do Minha Casa, Minha Vida, e anuncia fase 3 do programa

dilma

A presidenta Dilma Rousseff participou, na manhã desta sexta-feira (31/7), da entrega de 2.932 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida, em Maricá, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Dilma enfatizou a importância do programa para a classe de baixa renda, que reconhecidamente fez um esforço para adquirir o seu imóvel. A presidenta descartou qualquer boato de o programa acabar, dizendo que o investimento tem prioridade na sua gestão, pelo fato de retirar grande parte da população do aluguel, além de dinamizar a economia e a geração de emprego e renda.

A previsão do governo federal é de entregar mais de 7 milhões de moradias até o final da sua gestão, atendendo a cerca de 27 milhões de pessoas. Dilma destacou ainda que o governo está fazendo grande esforço para controlar a inflação e o programa habitacional tem papel fundamental para manter o crescimento do país.

“Quero dizer que estamos hoje, no Brasil, fazendo um grande esforço para o país voltar a crescer, para a gente controlar a inflação. Estamos numa travessia, daí a importância do Minha Casa, Minha Vida”, disse a presidente, acrescentando que o programa habitacional é prioridade do governo, porque, segundo ela, além de proporcionar moradia própria para a população, também “gira a roda da economia”.

“Ficam dizendo que estamos passando por dificuldades econômicas e dizendo que o programa vai acabar. Não vai não. Primeiro, porque é importante para povo brasileiro, para quem não tinha oportunidade […] Não vai acabar também por outro motivo. Além de a gente construir casa, a gente cria emprego […] Aqui gira a roda da economia”, afirmou.

Dilma afirmou que a a fase 3 do Minha Casa, Minha Vida vai atingir uma nova camada de brasileiros. No Brasil, o programa já beneficiou mais de 9,2 milhões de pessoas, com a entrega de 2,3 milhões de moradias em todo o país. Já no estado do Rio de Janeiro, foram entregues 91.861 unidades, beneficiando 367 mil pessoas.

“É a realização de um duplo sonho [programa Minha Casa, Minha Vida]. Primeiro o da família de ter a sua casa própria. Segundo, o sonho de um Brasil muito mais próspero, com mais oportunidades, com mais segurança para criar os filhos e condições de vida saudáveis”, classificou a presidenta. A chefe de estado disse ainda que constatou pessoalmente a qualidade das casas, em uma visita feita por ela a uma das residências um pouco antes da cerimônia.

1 pensou em “Dilma descarta fim do Minha Casa, Minha Vida, e anuncia fase 3 do programa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*