SINFA-MA fecha circuito antivírus

O Sindicato dos Servidores da Fiscalização Agropecuária do Maranhão (SINFA-MA) concluiu a meta anti-coronavírus, distribuindo insumos protetivos aos servidores em atividade. A entrega contou com a atuação do voluntariado da instituição – diretores e servidores das unidades instaladas na capital e no interior.

“Foi a fórmula que encontramos para contribuir com a atuação da AGED (Agência Estadual de Defesa Agropecuária), garantindo a integridade física do corpo técnico e administrativo da autarquia. Tudo feito sob nosso financiamento”, justificou o presidente Diego do Amaral Sampaio, ao ser indagado sobre a motivação da iniciativa.

KIT – Cada kit contém: um frasco de 500ml de álcool gel, uma máscara N95, uma máscara de tecido, um dispenser e dois litros de sabão líquido. O material se destina aos servidores do Grupo A FA (Atividade de Fiscalização Agropecuária), quando em atividade funcional.

Um diretor da entidade esclareceu que “são estes servidores que estão na linha de frente das atividades-fim, submetidos aos riscos que a pandemia oferece”. A distribuição provocou intensa mobilização de servidores, com o intercâmbio entre as várias frentes de serviço. Todas foram atendidas.

Manifestações – A iniciativa da direção sindical mereceu elogios do público-alvo da Agência, empreendedores que têm suas atividades vinculadas ao funcionamento da autarquia. Entenderam que o sindicato enfrentou menos burocracia que se a medida fosse adotada dentro de parâmetros administrativos oficiais.

O final da ação coincidiu com o início da vacinação contra a febre aftosa, que começa no primeiro dia de junho, dentro da programação permanente da autarquia. O calendário foi alterado em função da pandemia que se abateu sobre o mundo desde fevereiro. “A defesa da sanidade física dos servidores no trabalho foi a prioridade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*