Câmara de Raposa discute Auxílio Emergencial para a classe artística em Audiência Remota nesta sexta-feira

Beka Rodrigues e Elenildo Rocha: Preocupaçãpo com artistas raposenses

A Câmara Municipal da Raposa estará realizando, a partir das 9h da próxima sexta-feira (12),  Audiência Pública Remota para debater a situação da classe artística e cultural do município, e a criação de mecanismos para       a instituição  do Auxílio Emergencial Municipal da Cultura no município.  A iniciativa é do vereador Elenildo Rocha

Mesmo com medidas restritivas e sem poder realizar sessão ou audiência pública presencial, o presidente  da Câmara Municipal da Raposa, vereador Beka Rodrigues (PCdoB), disse ter pressa, pois a situação dos agentes culturais não pode esperar.

Beka Rodrigues é autor da lei estabelecendo que, em qualquer evento  festivo protagonizado pela Prefeitura, 30% dos contratos devem ser direcionados para artistas que sejam, raposenses e que residam no  município.

“Esta pandemia atingiu muitas categorias e uma das mais prejudicadas é exatamente a camada artística. A iniciativa do colega Elenildo Rocha só vem a somar os nossos esforços em ajudar os nossos artistas, que estão sendo bastante prejudicados em tempo de Coronavírus”, disse Beka Rodrigues.

A audiência acontecerá pela plataforma Zoom, e qualquer pessoa pode participar através de celular ou computador, solicitando até 24h antes do evento, link para entrar na sala virtual.

Beka Rdrigues destaca que a Câmara da Raposa, apesar de ser a menor da Grande Ilha, tem se destacado por conta das ações e iniciativas que visam aproximar a sociedade do Poder Legislativo.

Os interessados em participar da Audiência, deverão  entrar em contato com a Ouvidoria da Câmara Municipal, através do telefone 98-985887485.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.