Recados para ela

 

Olá, minha fofura, muito bom dia. Espero que esteja  num domingo radiante por aí, ao lado do Criador. Por aqui, cidadã, o clima político esfriou um pouco, em decorrência das férias, dos nossos ilustres parlamentares. Eles chamam de recesso. Aí, aquela chatice dos senadores Omar Aziz e Renan Calheiros, na CPI do Covid, lá do Senado, deu uma parada.

Imagina, que o Renan, teve que renunciar ao mandato de presidente do Senado  para não ser cassado, lá em 2007, enquanto o Omar Aziz teve o desprazer de ver a prisão da mulher e de três cunhados, quando era governador do Amazonas, pela denúncia de desvio de R$ 260 milhões.

Pelo comportamento de ambos no Senado, parece que são os políticos mais honestos do planeta. Humilham quem vai lá depor. O Aziz só ficou quietinho, quanto foi ouvido um deputado adversário lá do Amazonas. Ele ficou “pianinho”, principalmente quando o deputado lembrou da prisão da mulher e dos três cunhados do senador, episódio ocorrido em 2019.

Ah, Bibi, teu pretinho aqui está mais feliz do que pinto no lixo, como dizia o nosso consagrado sambista Jamelão, da velha e poderosa Turma de Mangueira do Rio de Janeiro. Tua neta, a Lívia, está pra me matar do coração com suas peripécias intelectuais.

Lembras  bem que, quando ela tinha 15 anos, alcançou nota no Enem para cursas Psicologia. A imprensa noticiou por aqui. Agora, aos 17 anos, ela já foi aprovada na primeira fase do vestibular da UEMA. Escolheu  o curso de Direito. Tô confiante, porque ela já fez outro Enem e tirou nota 980 na redação. Deste, falta esperar para qual o curso foi  classificada.

Vamos deixar agora a Lívia de lado, porque, pelo jeito, ela vai ficar com a vida ganha é bem cedo, por força dos estudos.

*

Olha, cidadã, o MDB velho de guerra, que agora tem a ex-governadora como presidente no Maranhão, decidiu recorrer ao TSE, para anular a reeleição do governador Flávio Dino. Alega abuso de poder econômico. Agora eu te pergunto, qual o político, no exercício do poder que não comete esse abuso?

*

Pra te ser sincero, Bibi, penso que a legislação eleitoral deveria ser modificada em muitos aspectos. Um exemplo: O presidente da República, o governador e prefeitos, podem concorrer à reeleição no exercício do mandato, dispondo de uma caneta e um cofre. Agora, um jornalista que apresenta um programa de rádio ou de televisão, é impedido de disputar o mandato da mesma forma. Tem que se afastar três meses antes do pleito.

*

Quem tem mais força, Bibi? Me responda, mulher de Deus? O dono do cofre ou o simples comunicador? Nossos legisladores, pelo visto, só pensam em si quando introduzem mudanças no sistema eleitoral brasileiro. Outra coisa, a esposa ou marido e irmão de quem exerce poder executivo pode ser nomeado secretário, porque isso não caracteriza nepotismo. Mas o primo ou sogra não. Isso é uma esculhambação!

*

Deixa te contar um segredo aqui. Só pra nós dois. Nesta sexta-feira (23), a convite do Zé Cirilo, estreei um quadro no programa que ele apresenta na TV Guará. O próprio Cirilo, a Elineusa e a sogrona Elineide, cuidaram de

fazer a propaganda, anunciando esse quadro, que aborda o universo político. A repercussão foi internacional, com neguinho ligando da Itália e da Espanha.

*

A Polícia Civil fez uma grande operação aqui em São Luís na última quinta-feira. Prenderam 70 marginais, entre assaltantes, traficantes de drogas e outros especialistas. Ao meu ver, isso parece ação de enxugar gelo. Logo logo todos  voltarão às suas atribuladas atividades. Isso aí é festa para advogados de porta de cadeia.

*

O Murilo Andrade, polêmico secretário de Administração Penitenmciária, pelo visto, não reza muito na cartilha do Direito. Demite servidores ao bel prazer e uma de suas auxiliares, acusada de práticas violentas, contra uma presidiária que acabou abortando no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, aparece em fotos junto com o chefe, em momentos de muita descontração pelos Lençóis Maranhenses.

*

O Carlos Lupi, presidente nacional do PDT saiu de São Luís com o rabo entre as pernas. Veio com a missão de conseguir uma declaração de apoio do governador Flávio Dino ao projeto governamental do senador Weverton Rocha. Deu com os burros n,água.

*

Olha, Bibi, o vereador Dr. Gutemberg lançou seu nome para a presidência da Câmara Municipal, em substituição ao atual presidente, Osmar Filho, que está impedido de concorrer à reeleição e vai concorrer a uma vaga  na Assembleia Legislativa.

*

Festival de idiotice por aqui. Um grupo tenta impedir o empresário Luciano Hastang de instalar uma réplica da estátua da Liberdade no seu empreendimento em São Luís, que está sendo concluído, na Avenida Daniel de La Touche.

*

Os otários, pelo visto, não entendem que a estátua da Liberdade, um dos símbolos norte-americanos, e que fica em Nova Yorque, foi um presente do governo francês, quando os EUA completaram 100 anos de independência.

*

Simboliza exatamente a liberdade e a igualdade, coisa que os chamados esquerdistas sempre usam em seus discursos. O problema, Bibi, é que essa esquerda brasileira prega um discurso e age de outra forma na prática.

*

Defensores de  Cuba, Venezuala, Nicarágua, Rússia e onde quer que tenha uma ditadura, dificilmente se vê fazendo uma turnê por estes países. Preferem exatamente Estados Unidos, França, Portugal e outros lugares mais aprazíveis. Coisa nojenta, tentar  impedir um empreendimento que vem para gerar emprego e renda. Vá entender essa turma!

Bem, minha fofa, com essa o teu pretinho vai ficando por aqui, garantindo retorno na próxima semana, se Deus quiser. E ele quer, porque sempre foi bacana com esse teu pimpolho.

Beijão de quem continuará te amando para sempre.

Djalma

N.E. Bibi é Benedita Rodrigues, mãe desse editor. Ela faleceu no dia 8 de dezembro de 1965, aos 28 anos de idade, na Santa Casa de Misericórdia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.