Pedetistas históricos pedem desfiliação em massa do PDT e declaram apoio a Carlos Brandão

Militantes históricos do PDT fizeram um grande ato político na última quinta-feira (10), para declarar apoio a pré-candidatura de Carlos Brandão. Na oportunidade, muitas críticas foram feitas ao atual comando do partido no Maranhão, fato este que foi reforçado em um manifesto público divulgado à imprensa, assim como também o comunicado de desfiliação em massa por não concordar com a pré-candidatura de Weverton Rocha.

No documento, os pedetistas afirmam que não aceitam “mordaça, cabresto e chibata”, assim como “a pré-candidatura de Weverton Rocha retrata apenas um projeto pessoal de poder, apoiado pela cúpula partidária pedetista privilegiada, a qual despreza a opinião dos movimentos de base do partido e não respeita as lideranças comunitárias”.

Na oportunidade, os representantes dos Movimentos Sociais, Movimentos Culturais, Movimentos Negros, históricos, familiares de Jackson Lago, pediram desfiliação.

Dentre os que pediram desfiliação estão: Clayton Reis – pres. Estadual Movimento Negro; Wagner Lopez- presidente do Movimento Negro de São Luís; Paulo Show – pres. Estadual Movimento Comunitário; Jorge Beckmam – Presidente Estadual do Movimento Diversidade; Valber do Movimento Cultural.

Veja na íntegra o documento:

Nós, que ajudamos a construir o Partido Democrático Trabalhista – PDT no Maranhão, mais do que ideologia, foram os princípios morais que fomentaram a nossa vida política. Norteados pelos ideais de Justiça em inúmeras lutas pela defesa dos direitos da mulher, do índio, do negro, da criança, do idoso, da diversidade, do trabalhador contra todas as formas de violência: o preconceito, a opressão e a desigualdade social.

Princípios irrenunciáveis àquele militante verdadeiro!

Que dá a vida pela sua luta! Que faz política e não politicagem. Que pensa no coletivo e busca o bem-comum e não o individual. Que preza a ética e não a corrupção.

A honestidade é o maior legado deixado por nosso líder, Jackson Lago, símbolo de sua trajetória como homem público, e cabe a nós, enquanto militantes da boa política, honrar os princípios éticos em defesa de sua memória, não como discurso vazio sem ressonância no cotidiano, mas como conduta de vida, exemplo gravado em nossa alma e coração.

Infelizmente, o PDT de outrora não existe mais. Isso nos traz dor e lamento. Não é mais o espaço democrático dos grandes debates encabeçados pelos movimentos sociais e culturais que guiavam as decisões partidárias, os quais orgulhosamente ajudamos a construir.

O Partido deixou de ter líderes, passou a ter dono!

Porém, um outro legado que herdamos é a Rebeldia. A Rebeldia de Neiva Moreira, Leonel Brizola e João Francisco que nos impulsiona a lutar bravamente contra as injustiças e o autoritarismo e que não nos permite aceitar mordaça, cabresto nem chibata.

Considerando que, as decisões partidárias, após a morte do Dr. Jackson Lago, deixaram de ser discutidas em plenárias pelos movimentos de base e diretórios do partido e passaram a ser acertadas nos gabinetes bem longe da militância;

Considerando que a pré-candidatura pedetista ao governo do Maranhão foi imposta de cima para baixo, portanto, não foi discutida pelas lideranças e não é unanimidade entre filiados, principalmente entre os membros mais antigos denominados como “históricos” do partido e assim, não nos representa;

Considerando, ainda, que a pré-candidatura de Weverton Rocha retrata apenas um projeto pessoal de poder, apoiado pela cúpula partidária pedetista privilegiada, a qual despreza a opinião dos movimentos de base do partido e não respeita as lideranças comunitárias.

Diante disso, a nossa história de lutas não nos permite calar, tampouco nos acovardar nesse momento. Cientes que os princípios morais, aqui defendidos, não são patrimônio de uma sigla, de um grupo político, muito menos daqueles que não os praticam, Nós, militantes da boa política, decidimos em conjunto, nos DESFILIARMOS do PARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA – PDT por não aceitar apoiar a pré-candidatura de Weverton Rocha pelos motivos elencados acima.

Momento em que decidimos, após vários debates com as lideranças de base que compõem o nosso grupo, DECLARAR apoio a pré-candidatura de Carlos Brandão para o governo do Maranhão, por representar uma esperança ao povo maranhense, por ser um político que zela por sua palavra, reconhecido por sua postura ética e honesta, ficha limpa, líder que se permite dialogar com as entidades civis e que possui um projeto bem definido que une a classe política de distintos segmentos em prol do desenvolvimento e geração de empregos para o nosso estado, com base sólida na Assembleia Legislativa e apoio da maioria dos prefeitos.

E assim, acreditamos que Carlos Brandão é o nome certo para dar continuidade as importantes conquistas alcançadas pela gestão do governador Flávio Dino, conquistas estas que transformaram a vida do povo maranhense, resgatando a dignidade da nossa gente através de inúmeras ações implantadas pelo governo nas mais diversas áreas e, por isso, não podem ser perdidas, pois, não aceitaremos retrocesso!

É preciso seguir em frente com transparência, honestidade, unindo forças para garantir tantas outras vitórias que virão para o Maranhão.

O importante é acreditar, acreditar em Deus, acreditar em si mesmo e nunca desistir dos nossos sonhos, erguer a nossa bandeira com coragem e lutar sem medo pelos nossos ideais. Como disse uma vez Mahatma Gandhi: “Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer.”

Vitória que para nós só tem significado quando vencemos juntos!

E nós temos esse desejo de vencer.

Vencer a fome, a miséria, o desemprego, a evasão escolar, o analfabetismo, o preconceito, o ódio, a intolerância, a prepotência, o egoísmo, a violência em todas as suas formas, a corrupção. Muito já foi feito, é verdade, porém, ainda há muito o que fazer e a luta não pode parar por aqui. Imbuídos desse sentimento, nesse momento histórico que vivemos, CONVOCAMOS os companheiros de todas as legendas, as entidades civis, a população em geral a se unirem conosco nessa luta, pelo bom combate em prol do nosso povo, mantendo sempre a fé e o espírito de união, pois, a esperança de um futuro ainda melhor, hoje tem nome e sobrenome, chama-se Carlos Brandão, próximo governador do Maranhão.

Vamos à Vitória

Por Diego Emir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.