Congresso internacional tem participação de magistrados maranhenses

Aconteceu no período de 21 a 23 de novembro, em Lima, Peru, o V Congresso Iberoamericano sobre Cooperação Judicial, com o tema “Desafios Contemporâneos para o Espaço Judicial Latino-americano”. E os magistrados maranhenses Marcelino Chaves Everton, de São Luis, e Ana Gabriela Costa Everton, da comarca de Pedreiras, participaram do congresso.

Como extensão do Congresso, Marcelino e Ana Gabriela participaram do programa de visitas e intercâmbio de experiências, à Corte Superior de Cañete, Peru, no dia 24, onde proferiram palestras, em seminário no auditório da Corte, quanto suas especialidades e experiências no Brasil. Marcelino Everton sobre o Direito de Família e Ana Gabriela sobre Processo Penal.

No evento, vários assuntos foram discutidos, como a gestão e governo do Poder Judiciário; desmaterialização do processo e uso das novas tecnologias na Justiça; criação de um Tribunal para a América Latina; e argumentação jurídica e direitos humanos.

O congresso, promovido pela Rede Latino Americana de Juízes, ocorreu na sede da Suprema Corte Peruana, no Palácio da Justiça, no centro de Lima. Além da Suprema Corte, foram parceiros do evento, a Universidade de Barcelona, a Escola Judicial da América Latina, o CNJ – Conselho Nacional de Justiça e a Escola Nacional da Magistratura.

Na oportunidade, o magistrado maranhense autografou seu livro: “Crônicas de um Arariense”, recentemente lançado em São Luís, ao presidente da REDLAJ, José Eduardo de Resende Chaves Júnior; à presidenta da Corte Superior de Justiça de Cañete, Luz Gladys Roque Montesillo; e à assessora da Corte, Maria Carmela Mosquera Lagos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*