Edivaldo Holanda Junior não vai interferir na eleição da Câmara

O prefeito eleito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), já teria mandado um recado aos aliados de que não vai interferir na eleição para a Mesa Diretora da Câmara Municipal, que acontece no próximo dia primeiro de janeiro, logo após a posse dos vereadores.
Bastante equilibrado, o prefeito sabe do que está falando, já que exerceu dois mandatos naquele parlamento e sabe que lá, ao contrário do que acontece na Assembléia Legislativa, os vereadores costumam eleger para a presidência aquele que melhor se articula dentro do grupo.
Isso vem acontecendo ao longo do tempo. Em 1987, por exemplo, o então governador Epitácio Cafeteira jogou toda a sua máquina, na tentativa de eleger o sogro, Hilton Rodrigues, que acabou perdendo por um voto, para Raimundo Nonato Assub.
A eleição ocorreu num domingo de Carnaval e secretários de Estado e outros assessores diretos do então governante maranhense tomaram o plenário da Câmara Municipal, numa presão jamais vista aos vereadores. Não surtiu efeito.
Em 1991, o então prefeito Jackson Lago apostou todas as fichas em Tadeu Palácio, e quem saiu vitorioso foi João Evangelista. Dois anos depois, nova tentativa com Tadeu e Chico Carvalho levou a melhor, reelegendo-se para mais dois mandatos presidenciais.
O próprio Tadeu Palácio, já investido na Prefeitura, tentou eleger Cleber Verde e perdeu Para Isaías Pereirinha. O atual prefeito, João Castelo adotou Francisco Carvalho como seu candidato a presidente da Câmara mas os vereadores decidiram eleger Pereirinha.
Edivaldo Holanda Júnior, que já foi vereador, conhece a Casa, a exemplo do próprio pai, o ex-deputado Edvaldo Holanda, que começou a carreira como vereador e presidiu a Câmara Municipal no final da década de 1970.
Precavido e de linha democrática, o prefeito eleito tem dito aos vereadores que prefere deixar que os vereadores decidam sua história, dentro da égide constitucional de que os poderes são independentes e harmônicos entre si.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.