E-mail pra dona Bibi

Email_Dona_Bibi

Olá, minha gata, muito bom dia! Na certeza de que tudo anda às mil maravilhas por aí, te adianto que, aqui, no andar de baixo, a porca decidiu torcer o rabo. Tem muito neguinho com a rabichola no tefe tefe, fofura. A morte de Décio Sá agora é motivo de muito medo para os envolvidos na trama macabra.

Os depoimentos das testemunhas começam no próximo dia 6 de maio. A Mirante começou a  disparar sua pesada artilharia, trazendo à tona, além da morte de Décio, o envolvimento de bandidos e autoridades, principalmente prefeitos na agiotagem que ainda corre solta nesse Maranhão de meus Deus.

Estranhamente, Mirante e  Polícia deixaram de fora figurões da elite da agiotagem, como é o caso do Pacovan, conhecido de 11 entre 10 dos que sempre se abasteceram com dinheiro desse tipo de delito. O que será que está havendo?

Estranha também foi a atitude da juíza Ariane Mendes,  que ainda está na Primeira Vara do Tribunal do Júri. Por duas vezes, liberou Gláucio Alencar, acusado de ser o principal mandante da morte do Décio Sá, para ser entrevistado pelo Jornal Pequeno. Só matéria de página inteira, Bibi. A última, no domingo passado.

Mas para um repórter da Rádio Capital, que lhe fez idêntico pedido, ela respondeu através de ofício, que não poderia lhe fazer tal liberação, sob o inusitado argumento de que a entrevista poderia causar “perplexidade e indignação perante a opinião pública”. Mais estranho do que isso, só um jacaré de 3 patas que apareceu num campo de golfe no Estados Unidos.

Apesar dos pesares, com essa estranha decisão de meritíssima juíza, espero que a Justiça arroche o buriti com todos os culpados no assassinato do Décio, cujo primeiro emprego, após deixar a UFMA, foi comigo  lá no extinto Jornal de Hoje.

Tua netinha, a Lívia, agora á escritora. Lançou um livreto sobre a vida e obra de Bandeira Tribuzzi, lá no São Vicente de Paulo, nesta sexta-feira. Te mete, pra ver o que acontece com a cidadã! Agora vamos  às mais importantes da semana.

*

Bem, Bibi, agora é guerra declarada entre o deputado Raimundo Cutrim e a família Sarney. A Mirante voltou à carga contra o parlamentar no meio da semana, divulgando matéria que faz uma suposta ligação dele com os matadores do Décio.

*

O Cutrim não esperou muito. No dia seguinte foi para a tribuna e disse que a TV dos Sarney havia feito uma montagem grosseira na matéria, para complicá-lo, além de reforçar que estava sendo vítima de uma manobra daquele grupo de comunicação.

*

Como quem apita no referido grupo são só os graúdos da família, incluindo aí o senador Sarney, a governadora Roseana e o empresário Fernando Sarney, dá para entender como é que está essa briga toda.

*

O presidente da Assembléia, o Arnaldo Melo saiu em socorro do colega Cutrim e disse que o Parlamento Estadual não moverá uma palha enquanto não houver provas concretas que  venham a incriminar Raimundo Cutrim ou qualquer outro deputado.

*

Tenho percebido uma movimentação estranha de alguns deputados estaduais que são considerados sarneysistas. Tatá Milhomem, Hélio Soares e até Arnaldo Melo estão nessa situação.

*

Recentemente, Milhomem e Hélio Soares defenderam o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, que estava sendo alvejado por pesada artilharia do deputado Roberto Costa.Muita gente disse ter estranhado esse comportamento dos parlamentares.

*

Vou meter o dedo nessa colher. Dizem que no interior do Maranhão, tudo aponta para uma vitória do presidente da Embratur, o Flávio Dino, nas eleições do próximo ano. Isso pode justificar uma saída à francesa por parte de alguns deputados do grupo Sarney.

*

Além do mais, muitos deles não estariam aceitando a forma como está sendo indicado o secretário de Infraestrutura, o Luis  Fernando, como candidato ao governo, sem respaldo de toda a rapaziada.

*

Olha que o Tatá Milhomem é homem de extrema confiança do ministro Edison Lobão, outro que pensa concorrer ao governo, mas que está sendo colocado pra escanteio pelo grupo da governadora. Existe ainda  muita água pra rolar por baixo e por cima da ponte.

*

Me segredaram aqui que o diretor do Socorrão I, o Doutor Iglesyo vai ser nomeado secretário municipal de Saúde. Ele está em guerra declarada com o titular da congênere estadual, Ricardo Murad. O clima promete esquentar.

*

Também me afirmaram que o prefeito Edivaldo Hokanda Júnio substituirá os secretários de Educação e  da Semcas, onde seus titulares até agora não foram liberador pelo governo federal e poderiam ser prejudicados futuramente.

*

Olha, Bibi parece queima de arquivo. Na madrugada de quinta-feira, executaram, com mais de 20 tiros o menor Felipe Guimarães Silva, principal testemunha do caso Júnior Mojó, em que o empresário Margyon Lanyere foi morto e sepultado em cova rasa, no Araçagi.

*

Nesse crime, figuram como mandantes, o ex-vereador Júnior do Mojó e o corretor de imóveis Elias Orlando Nunes Filho. O menor foi executado por desconhecidos no Sítio Natureza, após ser retirado debaixo da cama da casa da mãe dele.

*

Tu nem sabes, cidadã! As companhias da Polícia Militar sediadas nos bairros da periferia de São Luís, tem o aluguel pago  pelas comunidades. Recentemente, a Terceira Companhia foi despejada, na Cidade Olímpica, por atraso de quatro meses na locação, de R$ 600 ao mês. Uma vergonha!

*

Agora, tão  me dizendo que a Quarta Companhia corre o mesmo risco, porque a conta de luz está atrasada em três meses. Uma situação um tanto inusitada. O cidadão paga imposto, o  diabo a quatro e ainda tem que arcar com despesa de polícia…

*

Tenho convidado o secretário de Segurança, o Aluísio Mendes, para um dedo de prosa lá na Rádio Capital, mas ele não vai nem sob o pau-de-arara. Só concede entrevista na rádio da patroa, Bibi.

*

Bem, com essa, teu pretinho vai ficando por aqui, garantindo que retorna na próxima semana, se Deus quiser. E ele quer, porque ele é legal com esse neguinho aqui.

*

Beijão do filhote amado

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.