Juiz corregedor José Américo defende o aperfeiçoamento da Justiça

Juiz José Américo

Juiz José Américo

Empossado na última segunda-feira (23), no cargo de Juiz Auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça, o juiz José Américo Abreu Costa enfatizou que a dinâmica social exige uma Justiça cada vez mais atuante e que é preciso trabalhar de forma contínua para o aprimoramento dos serviços judiciais.

Com 22 anos de magistratura, José Américo chega à Corregedoria afirmando estar entusiasmado em poder colaborar com a melhoria da administração judiciária. Destaca que somente o trabalho com seriedade e determinação resultará na oferta de uma Justiça cada vez mais ágil e mais célere ao cidadão.

O magistrado assinalou, ainda, que os demais colegas que compõem o quadro de juízes corregedores seguirão as diretrizes traçadas pela corregedora da Justiça, desembargadora Nelma Sarney, voltadas para a valorização da magistratura de 1º grau e ampliação do acesso dos cidadãos ao Sistema de Justiça.

Currículo Formado pela Universidade Federal do Maranhão, foi juiz das comarcas de Riachão, Alcântara, São Bento e Imperatriz. No ano de 2000 foi transferido para São Luís, onde ocupou os cargos de Juiz Coordenador dos Juizados Especiais e Juiz Auxiliar em varas de execução penal, criminal, fazenda pública e 1º Juizado Especial Cível.

Desde de 2006 ocupava, como juiz titular, a 1ª Vara da Infância e da Juventude. Na unidade judicial José Américo será substituído pela juíza Lívia Aguiar, recentemente transferida do Termo Judiciário de São José de Ribamar para São Luís.

O juiz corregedor é membro da Comissão de Penas Alternativas do Ministério da Justiça e integra o Conselho de Autoridades Centrais da Presidência da República. Em 2008, exerceu a função de juiz auxiliar da Presidência do Tribunal Regional Eleitoral.

Pós-graduado em Direito pela Faculdade de Direito de Coimbra, é, também, especialista em Direito Processual Civil pela Universidade Federal de Pernambuco e pela Faculdade Estácio de Sá.

José Américo é autor e co-autor de trabalhos científicos na área do Direito. Como reconhecimento de sua trajetória, foi homenageado pelo Unicef, Polícia Militar do Maranhão, Bombeiros Militar do Maranhão e Exército Brasileiro. Em 2013, foi vencedor do concurso AMB de Literatura de 2013.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.