Helder Aragão é transferido de Pedrinhas para cela no Corpo de Bombeiros

helder aragão 2

O desembargador Jamil Gedeon do Tribunal de Justiça do Maranhão determinou nesta sexta-feira (30) a transferência do prefeito afastado de Anajatuba, Helder Lopes Aragão, que encontra-se preso desde o último dia 20 no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, para o presídio no quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros, no bairro Bacanga, em São Luís.

De acordo com a decisão do magistrado, o local onde Helder estava preso, em Pedrinhas, é incompatível com a prerrogativa que lhe é atribuída.

Helder Aragão foi preso em operação denominada ‘Atlalea’ da Polícia Federal acusado de integrar uma organização criminosa que fraudava licitações e desviava recursos públicos do município, conforme conclusões decorrentes das investigações efetivadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão.

Depois do afastamento de Helder do comando do Município, a Polícia Civil esteve na sede da prefeitura de Anajatuba onde cumpriu mandados de busca e apreensão, levando vários equipamentos e objetos que serão peças de investigação. O prefeito afastado – juntamente com mais 26 pessoas – é acusado de crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, entre outros.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.