E-mail pra dona Bibi

Olá, minha fofa, muito bom dia! Espero que estas poucas e mal traçadas venham a encontra-la no bem bom por aí. Por aqui, cidadã, muito furdunço na seara política. O governo do capitão Bolsonaro ainda não entrou nos eixos. Ele e os filhos ainda estão em rota de colisão com muita gente. Apesar dele ter passado 30 anos como deputado federal, parece não ter aprendido bulhufas sobre a força daquele Poder.

Começa sentir na pela o desprezo pelo Legislativo, na tentativa de fazer aprovar a reforma da Previdência. Mirou no presidente da Câmara, Rodrigo Maia, recebeu o troco e já está se retratando.  Até parece não saber que ali é um verdadeiro balcão de negócios.

Por coincidência, nesta sexta-feira, alguém me mandou o vídeo de uma entrevista do saudoso ex-presidente João Figueiredo, o último general mandatário do regime verde oliva. Quando o repórter lhe indagou sobre a diferença entre o quartel e o Palácio do Planalto, o general foi lacônico:

-No quartel tinha uma vida voltada para o aprendizado sobre o patriotismo. Discutíamos civismo,  amor a pátria, honestidade e coisa e tal. No Palácio, me encontrei com gente que só discutia interesses pessoais. Ninguém falava em defesa do Brasil-.

A situação continua a mesma. Não mudou nada, Bibi. É todo mundo defendendo seu quinhão. Como naquela de “Mateus, primeiro os meus”. Defesa de pátria, defesa de interesses do povo  são apenas discursos de campanha.

Olha, meteram o ex-presidente Temer no xilindró. Ele, o ex-ministro Moreira Franco e uma renca de aliados. Mas foi só por uns quatro dias. O juiz  federal Marcelo Bretas acabou foi sendo esculhambado por muita gente, acusado de haver determinado  a prisão de forma ilegal. Mas, pelo visto, ele ainda vai fazer companhia ao também ex-presidente Lula.

Bem, cidadã, agora, vamos às mais interessante da semana por aqui.

*

Falando em Moreira Franco, quando o homem estava forte, como deputado federal, após ter sido governador do Rio de Janeiro, o nosso ex-deputado Alberto Franco disse aqui que seria parente dele.

*

Não sei onde encontrou esse parentesco, porque o Alberto é de Cururupu e o Moreira Franco nasceu no Piauí. Mas aposto com quem quiser se ele agora quer assumir parentesco com o ex-ministro, depois da prisão de.

*

As chuvas de março castigaram muito São Luis nas últimas semanas, Bibi. No domingo passado fui bem cedo à feira da Cohab. Foi entrar no recinto e São Pedro dizer, “tô  aqui”. Um toró daqueles, como muito não se via.

*

Muito trabalho para a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros. As imagens não deixam mentir. Muitos condomínios sofreram bastante com alagamentos, provocando incalculáveis prejuízos para os moradores. E a previsão  é de que em abril a situação vai piorar. Valha-me Deus!

*

Os vereadores Marquinho e Genival Alves quase  transformam o plenário da Câmara Municipal em ringue durante a semana. Uma discussão muito acalorada, só interrompida  quando a turma do deixa disso entrou em ação.

*

O Sistema Difusora mudou de comando. Um advogado de Brasília assumiu a direção da TV esta semana e está botando pra quebrar. Todo mundo tem que dobrar a espinha pro cidadão.

*

Sururu dos grandes protagonizaram o senador Jorge Kajuru, aquele que nasceu sob o signo da polêmica e o jornalista Boris Casoy. Em meio ao bate boca pelas redes sociais. Kajuru foi pro You Tube e acusou o comunicador de ser pedófilo. De apanhar meninos nos pontos de ônibus e levar para a mansão dele, em São Paulo.

*

E a confusão promete novos desdobramentos. O Kajuru também fez menção a um episódio em que Casoy discriminou um gari, durante a transmissão de um telejornal e depois teve que pedir desculpas no ar. “Isso é uma vergonha!”

*

Falando em Comunicação, está prevista para o mês de abril, a transmissão de comando da Rádio São Luis. A família Falcão vai passar a bola para o deputado Cleber Verde, que está montando um pool de emissoras.

*

Pelo visto, o professor Natalino Salgado vai voltar para a reitoria da UFMA de forma extremamente tranquila. Professores xiitas que se opunham à candidatura dele, montaram uma estratégia, pela qual, quem já tinha ocupado

tal cargo, não poderia concorrer a mais nenhum mandato.

*

Só que o Conselho Universitário, órgão máximo de deliberação da instituição de ensino superior, reunido em sua 146ª sessão, pôs a pique a manobra por 42 votos contra 5. Uma vitória antecipada de Natalino Salgado.

*

Os ex-deputados Jota Pinto e Ricardo Murad estão agora no mesmo balaio. É que o Tribunal Superior Eleitoral aprovou a fusão do PRP, que era comandado por Jota e o Patriota, de Ricardo Murad.

*

Um porém bem aí. Jota Pinto é governista e segue a linha do governador Flávio Dino, enquanto Ricardo Murad é oposicionista roxo, vinculado ao que restou do grupo Sarney. Não estaria sendo misturado água com óleo nessa história?

*

Tem parangolé na Assembleia Legislativa, envolvendo dois deputados da base aliada. Os dois são os novatos Fernando Pessoa e Duarte Júnior. Pessoa está propondo uma prestação de contas no Procon, do período em  que Duarte foi dirigente. Essa história promete…

*

Tão me contando aqui, Bibi, que tem empresário com aquilo no tefe tefe, por conta de uma suposta operação que estaria quase a ser desencadeada pela Polícia Federal no Maranhão, com vistas a colocar no xilindró uma renca de agiotas.

*

O Brasil está numa situação difícil, Bibi. São 13 milhões de desempregados, sendo que, a cada ano, novos profissionais são formados e em todas as áreas,  e a maioria não consegue inserção no mercado de trabalho.

*

E ainda tem gente falando em otimismo e o Governo Federal querendo tirar as conquistas dos trabalhadores na Reforma da Previdência. Só dos trabalhadores, porque da classe política e da elite do serviço público, não se fala nada.

*

Bem, Bibi, com essa, teu pretinho vai ficando por aqui, garantindo retorno para a próxima semana, se assim Deus o permitir.

E ele permitirá sim, porque sempre foi bacana com teu pretinho aqui

Beijão do filhote amado

Djalma

N.R.- Bibi é Benedita Rodrigues, mãe do redator. Ela faleceu em São Luis aos 28 anos de idade, no dia 8 de dezembro de 1965.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*