SANTA HELENA -Vereador com histórico de confusões quer induzir prefeitura a crime de desvio de finalidade

 

O vereador Braz Amaral (Cidadania),  _foto acima-, eleito nas eleições em 2020, sem conhecimento de causa e tentando passar a imagem de “bom moço” junto a sociedade, encaminhou um mau-redigido documento à Prefeitura de Santa Helena, exigindo que os recursos financeiros rubricados para o carnaval sejam usados de forma irregular para outra finalidade.

O parlamentar helenense, com a estampa de falso moralista, tenta impor uma imagem positiva em relação à sua conduta, mas, todos o conhecem por seus atos de vandalismo e coronelismo registrados no passado, sem contar com pendências judiciais nos âmbitos civil e criminal.

Entre desvios de conduta e tentativas de agressão, o episódio mais famoso aconteceu em 2013, quando Braz Amaral invadiu a Rádio Turiaçu, totalmente embriagado, num gesto agressivo contra  o radialista, apresentador e então vereador Capim Gordura. Na época, a vítima fazia contundentes e fundamentadas críticas ao então secretário adjunto de Esportes de Santa Helena, cargo excedido pelo agressor Braz Amaral.

Outras ações pendentes na justiça, engrossam o currículo do “Vereador Baderneiro”, tais como uma causa na área civil, ação essa, movida pelo Banco do Brasil cujo pedido foi considerado procedente. Na área criminal tramitam na justiça contra o parlamentar acusações sobre difamação que tramita na Delegacia Especial da Mulher e outro por porte ilegal de arma com Auto de Prisão em Flagrante que tramita na Delegacia de Santa Helena.

É Braz Amaral, quem te conhece não te compra!!!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.