Raposa- Laurivan Uchoa  diz que únicos projetos que a Câmara recebeu foi para reajustar conta do SAAE e tarifa de iluminação pública

   O vereador Laurivan Uchoa, vice-presidente da Câmara Municipal, rebateu, nesta sexta-feira (05), ataques disparados contra aquela casa legislativa  com “matérias fabricadas” que circularam nas redes sociais da cidade. De acordo com Laurivan Uchoa, “foi um verdadeiro festival de mentiras, com o intuito de denegrir a imagem dos vereadores”.

De acordo com o que foi divulgado, a Câmara estaria se negando a votar um suposto projeto de renegociação de parcelas do débito do SAAE para com a Equatorial, cuja dívida provocou, no ano de 2020, o desligamento de vários poços e deixando diversas comunidades sem água por alguns dias.

“É uma mentira deslavada. Nunca recebemos qualquer solicitação para autorização de renegociação de dívidas. O que recebemos foram dois projetos, um para aumento da taxa da iluminação pública e outro para aumento  da tarifa de água. Rejeitamos ambos, uma vez que a população de Raposa, em período de pandemia, não poderia arcar com mais esse encargo financeiro”, disse Laurivan.

Quanto ao problema do não pagamento do reajuste dos vereadores, em cujo assunto o autor da nota tenta confundir a opinião pública, Laurivan foi bastante enfático:

“No final do ano passado, a Câmara Municipal aprovou reajuste de salários do prefeito, do vice-prefeito e dos vereadores. Ocorre que o Legislativo não pode agir de forma contrária a Lei Complementar 173/2020.  De acordo com o texto, a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios afetados pela calamidade pública decorrente da pandemia da covid-19 ficam proibidos, até 31 de dezembro de 2021, de conceder, a qualquer título, vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a membros de Poder ou de órgão, servidores e empregados públicos e militares”, acrescentou o parlamentar.

Conforme Laurivan, “a Câmara Municipal de Raposa sempre se pautou pela transparência, seriedade e sensibilidade. Os fatos estão aí, bem claros, ao alcance de todos. Basta acompanhá-los, para não incorrer em ação que beira à irresponsabilidade. Esperamos haver colocado um ponto final nessa história, que se apresenta de forma bizarra para a comunidade raposense”, disse o vice-presidente da Câmara.

Ele revelou ainda que na próxima semana irá colocar em votação os dois projetos que estabelecem o reajuste das tarifas do SAAE e de iluminação pública.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.