Prefeitura de Santa Rita demite 500 servidores de uma só canetada

Folha Maranhão

Uma demissão em massa autorizada pela Prefeitura de Santa Rita, localizada a 81 quilômetros de São Luís, trouxe indignação para trabalhadores deste município, que aumentou em mais de cinco centenas o número de desempregados. Nada menos que 500 servidores públicos municipais estão impedidos de continuar trabalhando. Pegos de surpresa, órgãos públicos como postos de saúde e escolas estão sofrendo as consequências da redução do número de servidores.

Com o grande corte no número de servidores, os funcionários que restaram reclamam da sobrecarga de trabalho. Em algumas escolas, segundo apurou a reportagem, professores tiveram que fazer a merenda dos alunos porque cozinheiras foram demitidas.

Um fato que mais está revoltando os ex-servidores municipais é a contratação temporária de novatos – a maior parte familiares do prefeito – para as mesmas funções que ficaram em aberto após a demissão em massa.

A auxiliar de serviços gerais que pediu para não ser identificada, reclama que foi demitida sob a alegação de que a Prefeitura não tinha como pagar seu salário para trabalhar de segunda a sexta. Mesmo assim, soube que foi substituída.

As pessoas demitidas recebiam até um salário mínimo e não tinham outra renda. As demissões na Prefeitura atingem o comércio de Santa Rita.

A reportagem da Folha Maranhão tentou ouvir o prefeito Tim Ribeiro (PRB), mas ele não foi localizado para comentar as denúncias dos demitidos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*