Corrupção na Raposa – Laci pega cinco anos de cadeia e vai para Pedrinhas

Laci

Laci

Acatando denúncia do Ministério Público, a juíza Rafaela de Oliveira Saif Rodrigues,  do município de Raposa, aplicou pena de cinco anos de prisão ao ex-prefeito daquela cidade, José Laci. Ele deverá cumprir pena na Penitenciária de Pedrinhas, em regime semiaberto.

Laci é acusado de fragmentação de despesas, fraude em processos licitatórios e em outros crimes previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal. O ex-prefeito já havia sido condenado inclusive a pena de devolução de recursos públicos.

Ficha suja declarado, Laci ficou impedido de concorrer à prefeitura de Raposa. Lançou a filha, Thalita, que perdeu para o atual prefeito, Clodomir Oliveira. Ávido pelo poder, iniciou uma luta nos tribunais para tentar fazer a filha assumir a gestão da cidade.

Está perdendo e o desespero batendo. Agora, que a pena de prisão, fica ais longe a possibilidade a família assumir o poder, já que Thalita, nos poucos dias que ficou à frente da Prefeitura, promoveu um verdadeiro “raspa” nos cofres municipais.

 

 

E-mail pra dona Bibi

Olá, minha fofa, muito bom dia! Espero que estas poucas e mal traçadas venham a encontrá-la na santa paz por aí. Por aqui, morena, a onda são os debates entre a presidente Dilma e seu oponente o senador tucano Aécio Neves. Só pancadaria verbal. Um descobrindo erros do outro. Coisas do arco da velha.

No final do debate da última quinta-feira, no SBT, a presidente Dilma deu um piripaque e teve de ser atendida. Falhou muito a candidata à reeleição, principalmente quando tentou constranger o Aécio, lembrando- sobre um problema que ele enfrentou com a polícia, ao ser parado numa blitz, no Rio de Janeiro e se negou a fazer o teste do bafômetro.

Na réplica, Dilma disse que não costuma dirigir sob efeito de álcool ou de drogas. Ué! Então ela usa drogas quando não está dirigindo?

Olha fofa, teus pirralhos estão todos bens por aqui.  Tua neta, a Lívia, teu bisneto Filipe e os que são considerados da família, como a Laura da Rafaela e o Miguel da Elisene. Este último só falta é tocar fogo na casa dos avós. Está aguardando um irmãozinho para breve.

Vamos agora às mais importantes da semana.

*

O deputado federal eleito Aluísio Mendes (PSDC), está numa sinuca de bico. Foi o candidato queridinho da governadora Roseana Sarney e agora pode ficar de lado oposto a ela, com relação ao apoio para presidente, no segundo turno.

*

Enquanto a governadora aposta todas as fichas na vitória da presidente  Dilma, o Aluísio vai ser puxado pelo beiço para apoiar o Aécio Neves.

*

O caso é o seguinte: O presidente nacional do PSDC, José Maria Eymael, que  concorreu a presidente da República, já determinou ao PSDC local, apoio ao tucano.

*

Pra completar, o PSDC se notabiliza pela questão da fidelidade de seus membros. Exige que eles devem acatar o que for decidido  pela Executiva Nacional.

*

Aí é que vem o dilema do ex-secretário de Segurança, em seguir linha oposta ao da ex-patroa, que tudo fez para vê-lo como integrante do Congresso Nacional.

*

Tô observando por aqui, minha fofa, um fato curioso. Muitos veículos cujos proprietários estavam apoiando Lobão Filho para governador, agora ostentando adesivo de Flávio Dino.

*

Falando em Flávio Dino, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior está preocupado com mais desfalques em sua equipe, para composição do secretariado do governador eleito.

*

Falando em política, quem deu um tiro no pé e de bala dundum, foi o presidente da Assembleia Legislativa, o Arnaldo Melo, ao deixar de concorrer à reeleição e apoiar a filha, a deputada eleita Nina Melo.

*

O problema é que todos os especialistas em direito eleitoral consultados afirmam que ela perderá o mandato, já que se filiou no PMDB fora do prazo estabelecido em lei.

*

Nesse caso, nem mel e nem cumbuca pro Arnaldo, que concorreu como vice na chapa do Lobão Filho e agora pode ficar sem eira e nem beira.

*

Na realidade, Bibi de Deus, só quem se deu bem, do lado do grupo Sarney,  foi o ex-vice governador, Washington Oliveira, que flana confortavelmente no cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

*

Soube duma boa dele, na café da manhã com a cúpula do PSDC. Antes de deixar a Vice-governadoria para se instalar no TCE, o Washington foi a Brasília, falar com o Eymael, para ficar no controle do PSDC no Maranhão.

*

O Eymael mandou que ele falasse com o presidente do braço maranhense dopartido, o Antonio Aragão. O atual conselheiro perdeu o rebolado e entendeu o recado.

*

Os Sarney foram derrotados nas urnas e provocaram demissão em massa no Sistema Mirante. De gente conhecida, mandaram pra casa o Ribamar Correa, o Daniel Matos, o André Martins e o Mário Carvalho.

*

Pelo que me contaram, serão 120 os demitidos, entre jornalistas, radialistas, técnicos e administrativos. Uma pena, Bibi, que isso venha acontecer exatamente quando o Brasil começa a enfrentar uma crise econômica.

*

 

Como só após a derrota o grupo Sarney decidiu “enxugar” a máquina de comunicação da família, isso me faz lembrar o que o ex-deputado estadual Aderson Lago sempre dizia da tribuna da AL, sobre como a governadora Roseana conseguia ficar dos dois lados do balcão.

*

“Ela paga de um lado e recebe do outro”! Bradava o Aderson, em referência   à dinheirama que era drenada dos cofres estaduais para o Sistema Mirante.

*

Como a maré vai está seca a partir do advento do governo de Flávio Dino, em 2015,  a família ta fazendo as contas e deixando centenas de pessoas na rua da amargura.

*

Na AL, dona Dulce Marieta Brito vai ter de explicar porque o Sistema da Mirante, onde ela é vinculada, também recebia a parte do leão, em detrimento dos pequenos veículos que ficaram a pão e água durante os seus quatro anos de reinado na Comunicação do órgão.

*

O ex-prefeito de Bacabal, Raimundo Lisboa, foi péssimo nas eleições. Levou o Zé Reinaldo para ser votado no município. O ex-governador  não chegou a mil votos.

*

Quem também se deu mal nas urnas foi o ex-deputado Alberto Franco, pessimamente votado em sua terra natal, Cururupu, cujo prefeito é o irmão dele, o Júnior Franco.

*

Interessante, mamma mia, que nenhum dos dois candidatos a presidente da República adotaram em seus respectivos programas de governo, qualquer benefício aos aposentados.

*

Interessante que quando o FHC, lá atrás criou o Fator Previdenciário, prejudicando os aposentados, o PT só faltou recorrer ao Vaticano.

*

Depois, assumiu o poder e passados 12 anos, jamais se lembrou do que chamava de “maldade” do então presidente tucano. A mesma coisa aconteceu com as privatizações.

*

Olha, cidadã, por hoje, vou ficando por aqui, esperando poder retornar no próximo domingo, se Deus quiser. E ele quer, porque ele sempre foi legal com teu pretinho aqui.

Lembrando também, fofa que no próximo domingo, os brasileiros estarão escolhendo, entre Aécio Neves e Dilma Roussef, quem será o futuro presidente da República. Dilma tenta a reeleição.

*

Beijão do teu filhote amado

Djalma

Pesquisa ISTOÉ/Sensus -Aécio está 13 pontos à frente de Dilma

dilma dando o dedo

Pesquisa ISTOÉ/Sensus realizada entre a terça-feira 14 e a sexta-feira 17 mostra a consolidação da liderança de Aécio Neves (PSDB) sobre a petista Dilma Rousseff no segundo turno da sucessão presidencial. De acordo com o levantamento, o tucano soma 56,4% dos votos válidos, contra 43,6% da presidenta. Uma diferença de 12,8 pontos percentuais, que representa cerca de 19,5 milhões de votos. Se fossem considerados os votos totais, Aécio teria 49,7%; Dilma, 38,4%; e 12% dos eleitores ainda se manifestam indecisos ou dispostos a votar em branco. A pesquisa indica que nessa reta final da disputa os dois candidatos já são bastante conhecidos pelos eleitores. O índice de conhecimento de Dilma é de 94,4% e de Aécio, de 93,3%. “Com os candidatos mais conhecidos, a tendência é a de que o voto fique mais consolidado”, afirma Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus. O levantamento, que ouviu 2.000 eleitores de 24 Estados, revela também a liderança de Aécio Neves quando não é apresentado ao eleitor nenhum candidato. Trata-se da chamada resposta espontânea. Nesse quesito, o tucano foi citado por 48,7% dos entrevistados e a petista, que governa o País desde janeiro de 2011, por 37,8%.

Realizada em 136 municípios, a pesquisa ISTOÉ/Sensus também constatou que a campanha petista não conseguiu reduzir o índice de rejeição à candidata Dilma Rousseff. Quase metade do eleitorado, 45,4%, afirma que não admite votar na presidenta de maneira alguma. Com relação ao tucano, segundo o levantamento, a rejeição é de 29,9%. “Isso significa que a margem de crescimento da candidata Dilma é menor do que a de Aécio”, avalia Guedes. Os números mostram, segundo a pesquisa, uma forte migração para o senador tucano dos votos que foram dados a Marina Silva (PSB) no primeiro turno. “Hoje estamos juntos em torno de um programa para mudar o Brasil”, disse Marina na sexta-feira 17, ao se encontrar com Aécio em evento público na zona oeste de São Paulo.

Desde 1989, quando o Brasil voltou a eleger diretamente o presidente da República, é a primeira vez que um candidato que terminou o primeiro turno em segundo lugar começa a última etapa da disputa na liderança. A pesquisa Istoé/Sensus divulgada no sábado 11 já apontava esse movimento, quando revelou que Aécio estava com 52,4% das intenções de voto. Na última semana, os levantamentos que são feitos diariamente pelo comando das duas campanhas também mostraram a liderança de Aécio. É com base nessas consultas que tanto o PT como o PSDB planejam a última semana de campanha. E tudo indica que o tom será cada vez mais quente. No PT há uma divisão. Um grupo sustenta que a campanha deve aumentar o tom dos ataques contra Aécio e outro avalia que a presidenta deva imprimir um ritmo mais propositivo à campanha. O mais provável, no entanto, é que a campanha de Dilma continue a jogar pesado contra o tucano. Segundo Humberto Costa, líder do PT no Senado, o partido vai insistir na tese de que é necessário “desconstruir a candidatura tucana”. “Não basta ficar defendendo nosso governo”, disse o senador na sexta-feira 17. Claro, trata-se de um indicativo de que a campanha de Dilma vai continuar usando a mesma tática. “Se deu certo contra Marina, deverá dar certo contra Aécio”, afirmou Costa.

No QG dos tucanos, a ordem é não deixar nada sem resposta e continuar mostrando ao eleitor os inúmeros casos de corrupção que marcam as gestões petistas, particularmente os quatro anos do governo de Dilma. “Não podemos nos colocar como vítimas. O que precisamos é mostrar nossas propostas, mas em nenhum momento deixar de nos defender com veemência das armações feitas pelos adversários”, disse um dos coordenadores da campanha de Aécio Neves. “Marina tentou apenas fazer a campanha propositiva e acabou atropelada pela máquina de calúnias do PT.” Nessa última semana de campanha, Aécio vai intensificar a agenda em Minas e no Nordeste, principalmente na Bahia, em Pernambuco e no Ceará. Não está descartada a possibilidade de que os nomes de novos ministros venham a ser divulgados pelo candidato.

Roubalheira – Chega a 5 mil número de servidores federais expulsos por corrupção

O envolvimento em corrupção ou improbidade administrativa resultou na expulsão de 3.370 servidores federais de 2003 até a quinta-feira (16). Os dados foram divulgados  pela Controladoria-Geral da União (CGU). Abandono de cargo, inassiduidade ou acumulação ilícita de cargos são motivos que vêm a seguir, com 1.107 dos casos.

Também aparecem entre os motivos que mais afastaram servidores o não comprometimento em cumprir a atividade que exerce e a participação em gerência ou administração de sociedade privada, o que configura conflito de interesses. Levando em conta todas essas razões o número de afastados chega a 5mil no período.

“Não é que esteja aumentando o número de ilícitos, o que ocorre é aumento de eficiência do sistema. O aprimoramento dos procedimentos da capacidade do pessoal que vem sendo treinando para conduzir os processos. A criação de unidades de corregedorias nos diversos órgãos também contribui para esse resultado”, explicou à Agência Brasil o ministro da Controladoria-Geral da União, Jorge Hage.

Ao todo no período de 2003 até essa quinta-feira, foram registradas 4.199 demissões de servidores efetivos; 451 destituições de ocupantes de cargos em comissão e 350 cassações de aposentadorias. Esses números se referem apenas aos servidores públicos propriamente ditos, ou seja, regidos pela Lei 8.112/90. Não inclui aqueles dispensados ou demitidos de empregos públicos em empresas estatais, como Correios e Caixa, por exemplo, que são contratados sob o regime da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Os ministérios da Previdência Social, Justiça e da Educação foram os que mais tiveram servidores expulsos.

Se nós acrescentarmos os empregados públicos das estatais aí o numero é muito maior. Mas como [nesses casos] não há obrigatoriedade de publicação no Diário Oficial da União, nós não temos essa informação completa”, explicou o ministro que aposta que esses dados estivessem disponíveis, no mínimo, dobraria o total de expulsões.

Percentualmente, considerando o total servidores ativos, Amazonas (2,13%), Mato Grosso (1,86%) e Rondônia (1,81%) foram os estados que registraram o maior número de servidores expulsos. Numericamente, Rio de Janeiro, com 859 casos, Distrito Federal (638) e São Paulo (507), foram as unidades da federação que mais registraram casos desse tipo nos últimos 11 anos.

Os processos que resultam em demissões têm as mais diversas origens. A maioria decorre dos trabalhos da própria CGU em auditorias, de denuncias de cidadãos ou da imprensa. Inquéritos da Polícia Federal são em menor número. O servidor, conforme o tipo de infração cometida, não poderá ocupar cargo público pelo prazo de cinco anos e pode ficar inelegível por oito anos, nos termos da Lei da Ficha Limpa. Nos casos mais graves, os direitos políticos ficam suspensos; os bens, indisponibilizados e o culpado deverá ressarcir ao Erário o prejuízo causado, além de poder ficar impedido de retornar ao serviço público.

As denúncias de irregularidade podem ser feitas por diversos canais, como o site da CGU, o portal da transparência, além das ouvidorias federais dos próprios órgãos de origem do denunciado e das unidades regionais da controladoria. O Cadastro de Expulsões da Administração Federal (Ceaf), disponível no Portal da Transparência do governo federal, permite consulta, de forma detalhada, à punição aplicada ao servidor, ao órgão de lotação, à data da punição, à Unidade da Federação (UF) e a fundamentos legais. A fonte das informações é o Diário Oficial da União.

PSL reúne Executiva e faz balanço das eleições

psl

 A direção estadual do Partido Social Liberal (PSL), esteve reunida nesta quinta-feira, para fazer o balanço das eleições. A conclusão é de que o partido saiu com resultado altamente positivo, de acordo com o presidente da sigla, vereador Francisco Carvalho.

“Conseguimos eleger dois deputados estaduais, a Graça Paz e o Edson Araújo e contamos a maior votação nominal da sigla em todo o País,  para candidatos a deputado federal, num somatório de 165.329 votos. Já para estadual, nossos candidatos obtiveram 139 mil votos. Ficamos abaixo apenas dos candidatos do PSL do Rio de Janeiro e de São Paulo”, disse Francisco Carvalho.

Carvalho destacou que a ordem na sigla é a união, a coesão, o entendimento, a harmonia.  “O prefeito Edivaldo Holanda Júnior nos procurou, para que nos empenhássemos , no Maranhão, na candidatura da presidente Dilma, a gora no segundo turno. Vamos reunir e discutir o assunto”, salientou Carvalho.

Ele acrescentou ainda que o PSL vai unido em torno da eleição para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Da reunião, participaram, além de Chico Carvalho, os deputados Graça Paz e Edson Araújo, Clodomir Paz, Ricardo Archer,  Edu, o presidente municipal do partido, Fábio Carvalho e outros membros.

As razões para se votar em Aécio não param de aumentar: Chico Buarque declara apoio a Dilma!

chicio e lula

Se há um “intelectual” que conseguiu ficar do lado errado da História em todas as

ocasiões,  esse  é  Chico  Buarque.  O  compositor  sempre  emprestou  sua  fama  às  causas mais  equivocadas.  Foi,  por  exemplo,  um  ardente  defensor  da  ditadura  cubana,  a  mais assassina  do  continente,  responsável  pelo  fuzilamento  de  milhares  de  inocentes  e  pela extrema miséria e escravidão de milhões de pessoas.

 

Chico  também  é  um  velho  eleitor  do  PT.  E,  agora  ficamos  sabendo,  vai  gravar

apoio  para  a  campanha  de  Dilma também.  Deve focar  na  política  externa,  justamente  a mais abjeta de todas. Para o músico, o PT de Dilma não fala fino com os Estados Unidos nem  grosso  com  a  Bolívia.  E  ele  acha  isso  bom!  Ou  seja,  alimenta  o  antiamericanismo patológico de nossas esquerdas  retrógradas. É a doença infantil de nossos  “intelectuais”.

 

A Bolívia pode tomar propriedade da Petrobras e o governo não fazer nada para

proteger  um  patrimônio  nacional,  que  Chico  aplaude.  O  importante  é  “falar  grosso”  com  Obama,  aquele  ícone  do  “imperialismo  estadunidense”.  Essa  turma  nunca  vai  sair  do jardim  de  infância  não? Ainda  não  lhes  contaram  que  o Muro  de Berlim  caiu  e  a Guerra Fria  acabou,  felizmente  com  o  lado  da  liberdade  vencedor?

Não  esperem  do  autor  de Budapeste uma  só  palavra  sobre  o mensalão,  sobre  o

“petrolão”, sobre Paulo Roberto Costa, sobre o doleiro Youssef, sobre os petistas do alto escalão  presos  na  Papuda  e  tratados  como  “heróis”  pelo  partido,  sobre  a  economia estagnada, sobre a inflação fora de controle, sobre o aparelhamento da máquina estatal, etc.  O  importante  é  Dilma  “falar  grosso”  com  os  malditos  ianques!

Se  Verissimo matou  a  Velhinha  de  Taubaté  só  para  não  criticar  os  petistas,  não

poderíamos esperar nada diferente de Chico Buarque. Ambos envergonhariam seus pais,

esses  sim,  figuras  importantes  para  a  literatura  e  o  pensamento  brasileiro.  Os  filhos representam apenas a classe engajada na defesa do socialismo carcomido. É a fina casta da  esquerda  caviar,  aquela  que  adora  Cuba  lá  de  Paris…

 

Mas os tempos mudaram. Hoje, milhões de brasileiros têm internet, navegam nas

redes  sociais,  têm  acesso  a  mais  informações.  Podem  saber  melhor  quem  é  Chico Buarque, que tipo de tirano ele costuma defender. Lambe-botas de ditadores, isso sim. E as  pessoas  estão  cansadas  disso,  dessa  hipocrisia  dos  artistas,  dessa  canalhice  dos “intelectuais”.

 

Chico Buarque declarar voto em Dilma e fazer campanha para a petista é mais um

ponto para Aécio. Afinal, quem não quer ver o Brasil se transformar em Cuba, deve adotar justamente a posição contrária àquela do compositor milionário que “ama” os desvalidos.

PS:  Sua  canção  “Vai  passar”  bem  poderia  ser  usada  para  combater  o  próprio  PT

atualmente:

 

Vai passar

 

Nessa avenida um samba popular

 

Cada paralelepípedo

 

Da velha cidade

 

Essa noite vai

 

Se arrepiar

 

Ao lembrar

 

Que aqui passaram sambas imortais

 

Que aqui sangraram pelos nossos pés

 

Que aqui sambaram nossos ancestrais

 

Num tempo

 

Página infeliz da nossa história

 

Passagem desbotada na memória

 

Das nossas novas gerações

 

Dormia

 

A nossa pátria mãe tão distraída

 

Sem perceber que era subtraída

 

Em tenebrosas transações

 

Seus filhos

 

Erravam cegos pelo continente

 

Levavam pedras feito penitentes

 

Erguendo estranhas catedrais

 

E um dia, afinal

 

Tinham direito a uma alegria fugaz

 

Uma ofegante epidemia

 

Que se chamava carnaval

 

O carnaval, o carnaval

 

(Vai passar)

 

Palmas pra ala dos barões famintos

 

O bloco dos napoleões retintos

 

E os pigmeus do bulevar

 

Meu Deus, vem olhar

 

Vem ver de perto uma cidade a cantar

 

A evolução da liberdade

 

Até o dia clarear

 

Ai, que vida boa, olerê

 

Ai, que vida boa, olará

 

O estandarte do sanatório geral vai passar

 

Ai, que vida boa, olerê

 

Ai, que vida boa, olará

 

O estandarte do sanatório geral

 

Vai passar

 

(Rodrigo Constantino)

Saúde: Famem consegue liberação de recursos para 163 municípios

Gil Cutrim, presidente da Famem

Gil Cutrim, presidente da Famem

Saúde

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) intermediou proposta de acordo que resultará na liberação, por parte do Banco do Brasil, de recursos da área da saúde para 163 municípios maranhenses.

O repasse está suspenso desde o mês de julho devido a um Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre o Ministério Público Federal e o BB com o objetivo de impedir que as verbas federais repassadas pela União ao Fundo Estadual de Saúde fossem desviadas no momento do seu envio/pagamento para as Prefeituras enquadradas no Bloco MAC (Média e Alta Complexidade).

O não repasse dos recursos por parte do Banco do Brasil está ocasionando sérias dificuldades financeiras a estas cidades maranhenses. “Devido a tal situação, não poupamos esforços, através do setor jurídico da entidade, para resolver este impasse visando não mais prejudicar os municípios. Acreditamos que, até o fim deste mês, o pagamento dos recursos estará sendo feito”, afirmou o presidente da FAMEM, prefeito Gil Cutrim (São José de Ribamar).

No último dia 13, durante videoconferência realizada na sede da superintendência regional do Banco do Brasil, em São Luís, o setor jurídico da Federação intermediou, junto aos representantes do MPF e BB o seguinte acordo: para não mais continuar prejudicando financeiramente os municípios e suas populações, a instituição bancária formalizará convênios com as 163 Prefeituras para que as mesmas possam emitir boleto de cobrança das suas produções mensais (AIHs) para pagamento pela Secretaria de Estado da Saúde e, desta forma, receber os recursos oriundos da União e repassados ao FES.

A proposta, além do Ministério Público Federal e Banco do Brasil, foi aprovada por representantes da Secretaria de Estado da Saúde e da Controladoria Geral da União.

Tal medida, de acordo com o que ficou definido durante a reunião, continuará sendo adotada pelo BB até que a instituição bancária modifique ou altere o seu sistema de travas visando permitir que o mesmo aceite mais de uma transferência de recursos entre entes governamentais.

De acordo com o jurídico da FAMEM, a superintendência regional do Banco do Brasil já está se movimentando no sentido de executar o acordo junto as Prefeituras, as quais devem imediatamente procurar a superintendência da instituição bancária ou mesmo as agências locais para a devida formalização do supracitado convênio.

Informações detalhadas sobre o assunto também podem ser obtidas através do telefone 3215 4900 (superintendência regional do BB).

Municípios beneficiados:

001 – AFONSO CUNHA
002 – AGUA DOCE DO MARANHAO
003 – ALCANTARA
004 – ALDEIAS ALTAS
005 – ALTAMIRA DO MARANHAO
006 – ALTO ALEGRE DO MARANHAO
007 – ALTO ALEGRE DO PINDARE
008 – ALTO PARNAIBA
009 – AMAPA DO MARANHAO
010 – AMARANTE DO MARANHAO
011 – ANAJATUBA
012 – ANAPURUS
013 – APICUM-ACU
014 – ARAGUANA
015 – ARAIOSES
016 – ARAME
017 – AXIXA
018 – BACABEIRA
019 – BACURI
020 – BACURITUBA
021 – BARAO DE GRAJAU
022 – BELA VISTA DO MARANHAO
023 – BELAGUA
024 – BENEDITO LEITE
025 – BEQUIMAO
026 – BERNARDO DO MEARIM
027 – BOA VISTA DO GURUPI
028 – BOM JARDIM
029 – BOM JESUS DAS SELVAS
030 – BOM LUGAR
031 – BREJO
032 – BREJO DE AREIA
033 – BURITI
034 – BURITI BRAVO
035 – BURITIRANA
036 – CACHOEIRA GRANDE
037 – CAJAPIO
038 – CAJARI
039 – CAMPESTRE DO MARANHAO
040 – CANDIDO MENDES
041 – CANTANHEDE
042 – CAPINZAL DO NORTE
043 – CEDRAL
044 – CENTRAL DO MARANHAO
045 – CENTRO DO GUILHERME
046 – CENTRO NOVO DO MARANHAO
047 – CIDELANDIA
048 – CONCEICAO DO LAGO-ACU
049 – DAVINOPOLIS
050 – DUQUE BACELAR
051 – FEIRA NOVA DO MARANHAO
052 – FERNANDO FALCAO
053 – FORMOSA DA SERRA NEGRA
054 – FORTALEZA DOS NOGUEIRAS
055 – FORTUNA
056 – GODOFREDO VIANA
057 – GONCALVES DIAS
058 – GOVERNADOR ARCHER
059 – GOVERNADOR EDISON LOBAO
060 – GOVERNADOR EUGENIO BARROS
061 – GOVERNADOR LUIZ ROCHA
062 – GOVERNADOR NEWTON BELLO
063 – GRACA ARANHA
064 – GUIMARAES
065 – HUMBERTO DE CAMPOS
066 – ICATU
067 – IGARAPE DO MEIO
068 – IGARAPE GRANDE
069 – ITAIPAVA DO GRAJAU
070 – ITINGA DO MARANHAO
071 – JATOBA
072 – JENIPAPO DOS VIEIRAS
073 – JOSELANDIA
074 – JUNCO DO MARANHAO
075 – LAGO DO JUNCO
076 – LAGO DOS RODRIGUES
077 – LAGO VERDE
078 – LAGOA DO MATO
079 – LAGOA GRANDE DO MARANHAO
080 – LAJEADO NOVO
081 – LIMA CAMPOS
082 – LORETO
083 – LUIS DOMINGUES
084 – MAGALHAES DE ALMEIDA
085 – MARACACUME
086 – MARAJA DO SENA
087 – MARANHAOZINHO
088 – MATA ROMA
089 – MATINHA
090 – MATOES
091 – MATOES DO NORTE
092 – MILAGRES DO MARANHAO
093 – MIRADOR
094 – MIRINZAL
095 – MONCAO
096 – MONTES ALTOS
097 – MORROS
098 – NINA RODRIGUES
099 – NOVA COLINAS
100 – NOVA IORQUE
101 – NOVA OLINDA DO MARANHAO
102 – OLHO D’AGUA DAS CUNHAS
103 – OLINDA NOVA DO MARANHAO
104 – PALMEIRANDIA
105 – PASSAGEM FRANCA
106 – PASTOS BONS
107 – PAULINO NEVES
108 – PAULO RAMOS
109 – PEDRO DO ROSARIO
110 – PERI MIRIM
111 – PERITORO
112 – PINDARE MIRIM
113 – PIRAPEMAS
114 – PORTO RICO DO MARANHAO
115 – PRESIDENTE JUSCELINO
116 – PRESIDENTE MEDICI
117 – PRESIDENTE SARNEY
118 – PRESIDENTE VARGAS
119 – PRIMEIRA CRUZ
120 – RAPOSA
121 – RIACHAO
122 – RIBAMAR FIQUENE
123 – ROSARIO
124 – SAMBAIBA
125 – SANTA FILOMENA DO MARANHAO
126 – SANTA LUZIA DO PARUA
127 – SANTA QUITERIA DO MARANHAO
128 – SANTANA DO MARANHAO
129 – SANTO AMARO DO MARANHAO
130 – SANTO ANTONIO DOS LOPES
131 – SAO BENEDITO DO RIO PRETO
132 – SAO BERNARDO
133 – SAO DOMINGOS DO AZEITAO
134 – SAO DOMINGOS DO MARANHAO
135 – SAO FELIX DE BALSAS
136 – SAO FRANCISCO DO BREJAO
137 – SAO FRANCISCO DO MARANHAO
138 – SAO JOAO BATISTA
139 – SAO JOAO DO CARU
140 – SAO JOAO DO PARAISO
141 – SAO JOAO DO SOTER
142 – SAO JOSE DOS BASILIOS
143 – SAO LUIS GONZAGA DO MARANHAO
144 – SAO PEDRO DA AGUA BRANCA
145 – SAO PEDRO DOS CRENTES
146 – SAO RAIMUNDO DAS MANGABEIRAS
147 – SAO RAIMUNDO DO DOCA BEZERRA
148 – SAO ROBERTO
149 – SATUBINHA
150 – SENADOR ALEXANDRE COSTA
151 – SENADOR LA ROCQUE
152 – SERRANO DO MARANHAO
153 – SITIO NOVO
154 – SUCUPIRA DO NORTE
155 – SUCUPIRA DO RIACHAO
156 – TASSO FRAGOSO
157 – TIMBIRAS
158 – TRIZIDELA DO VALE
159 – TUFILANDIA
160 – TURIACU
161 – TURILANDIA
162 – URBANO SANTOS
163 – VILA NOVA DOS MARTIRIOS

 

Humberto Coutinho amplia base de apoio para presidir a Assembleia

humberto coutinho

As manifestações de apoio à candidatura de Humberto Coutinho à presidência da Assembleia parece ter alcançado mais de 30 deputados. Ao invés de jactar-se com esta adesão quase consensual o médico Humberto Coutinho diz que carregará uma enorme responsabilidade, pois este consenso progressivo vem da certeza que isto se deve à sua fama de conciliador e cumpridor de palavras e acordos.

Coutinho está ciente de sua responsabilidade e tem se comprometido com os deputados que será uma ponte efetiva junto ao governador e em conjunto com o Secretário de Articulação Política de Flávio Dino farão pelos deputados o que ninguém jamais fez.

Dr. Humberto, como gosta de salientar, vai gastar muita saliva para esclarecer o que pretende fazer à frente do poder legislativo maranhense. Mais uma coisa ele deixa claro: não será um presidente com poderes imperiais e distantes do cotidiano dos parlamentares maranhenses. Pelo contrário ele será mais um e junto com os demais 41 parlamentares dividirão tudo que estiver ao seu alcance, seja os direitos que cada um tem e as possibilidades que o poder lhes dá.

Caso receba a confiança dos seus pares, Dr. Humberto deseja implementar na presidência da Assembleia o modelo que estabeleceu em Caxias, de parceria produtiva com os vereadores e lideranças políticas intermediarias, negociando, conversando, cedendo e incorporando propostas. Ele deseja também advogar os pleitos legítimos dos deputados junto ao governador, mesmo aqueles que hoje somam com o atual governo e, claro, têm necessidade de preservar seus interesses.

Dr Humberto entende que o presidente representa o poder legislativo, por isto informa que jamais será dono deste, mas apenas seu representante em delegação dada por seus iguais. Não combina com seu perfil de conciliador e parceiro dos iguais qualquer postura imperial. Seu perfil será de líder de um poder que representa mais diretamente os interesses do povo maranhense.

Nesta linha de conduta serena, equilibrada e agregadora Humberto Coutinho vai pavimentando sua estrada rumo a principal cadeira do palácio Bequimão.

Rodrigo Lago anunciado como secretário de Flávio Dino

rodrigo-lago

O governador eleito Flávio Dino (PC do B), recorreu outra vez às redes sociais, para anunciar seu quinto secretário. É o advogado Rodrigo Lago, que ocupará a Secretaria de Transparência e Controle, que será criada no início de janeiro de 2015.

A secretaria será responsável pelo controle interno da administração, acompanhando os contratos, apurando denúncias e fiscalizando a correta aplicação das verbas públicas.

Flávio Dino informou que a pasta será criada sem que seja adicionado nenhum novo cargo comissionado, apenas com remanejamento de cargos já existentes.

Estarão integradas à Secretaria de Transparência, a Corregedoria Geral do Estado e a Controladoria Geral do Estado. Rodrigo é filho do ex-deputado estadual Aderson Lago, que ocupou o cargo de secretário chefe da Casa Civil, no governo de Jackson Lago.

Prefeito Edivaldo Jr. discute parcerias com ministro Berzoini

berzoini

O prefeito Edivaldo recebeu no início da tarde desta quinta-feira (16) o ministro das Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, para tratar sobre parcerias entre governo federal e Prefeitura de São Luís. A audiência contou com participação de deputados federais reeleitos e recém-eleitos da bancada federal maranhense, como os deputados Weverton Rocha (PDT), Waldir Maranhão (PP), Zé Carlos (PT), o presidente do PCdoB, Márcio Jerry, e o vereador Pavão Filho (PDT).

Durante quase uma hora, o prefeito e o ministro conversaram sobre parcerias em andamento, com ênfase em projetos que contribuem para a melhoria da mobilidade urbana. O prefeito Edivaldo disse ao ministro Berzoini ter grandes perspectivas ampliar a agenda conjunta com os governos federal e estadual a partir de janeiro do próximo ano.

Na avaliação do prefeito, as parcerias discutidas com o ministro Berzoini são consideradas fundamentais para transformação da cidade. “Foi uma reunião bastante positiva. Temos avançado bastante na parceria com o governo federal em nossa gestão. Temos parceria na área da educação, saúde, infraestrutura. Aproveitamos para falar da parte administrativa e pedir que as portas continuem abertas no governo federal”, disse Edivaldo.

O prefeito afirmou que o resultado do diálogo o governo federal será mensurado em breve. São convênios para obras significativas em áreas prioritárias, como por exemplo na Saúde, que garantiram as reformas dos Hospitais Socorrão I e Socorrão II; e do Hospital da Criança; das unidades de saúde da rede municipal; a construção da Maternidade na Cidade Operária. Há outros projetos apresentados pela Prefeitura de São Luís tramitando em órgãos da administração federal.Visita_Ministro_Ricardo_Berzoini_161014_Foto_FabricioCunha_(94) (1)

“Tratamos de várias questões de investimentos que o prefeito havia levado ao meu gabinete na Secretaria de Relações Institucionais e demos continuidade nesta visita aos trâmites administrativos”, disse Berzoini. O ministro afirmou que veio intensificar as relações entre o governo federal e o município de São Luís em um programa de investimento.

Berzoini avaliou positivamente o trabalho que o prefeito vem realizando na cidade em setores estratégicos. O ministro adiantou que parcerias entre as duas esferas de governo poderão contribuir para realização de obras de pavimentação e também na obra de saúde e educação.