PDT suspende atividades do deputado Gil Cutrim e de mais 7 parlamentares

Hanrrikson de Andrade

Do UOL, em Brasília

O presidente do PDT, Carlos Lupi, anunciou hoje a suspensão provisória da deputada federal Tabata Amaral e outros sete colegas que votaram a favor da reforma da Previdência contrariando a orientação do partido. Um deles é o parlamentar maranhense Gil Cutrim.

Lupi e os membros da Executiva nacional, da Comissão de Ética e de movimentos sociais se reuniram hoje em Brasília para começar a debater a instauração de processos disciplinares. A expectativa é que todo o processo dure de 45 a 60 dias. De acordo com o rito estatutário, os envolvidos terão prazo para apresentação da defesa. Ao final desse período, a direção nacional do PDT decidirá se expulsa ou não os oito dissidentes ou se toma alguma outra medida administrativa.

A assessoria de imprensa de Tabata Amaral informou ao UOL que a deputada não vai se manifestar sobre o assunto.

Segundo Lupi, a punição aplicada hoje impede que os parlamentares “falem em nome” do PDT ou utilizem a estrutura da legenda. O líder na Câmara, André Figueiredo (PDT-CE), será orientado a pedir a retirada dos dissidentes das comissões na Casa.

Tabata e os colegas que votaram a favor da reforma não participaram da reunião partidária. O vice-presidente do PDT, Ciro Gomes, também não pôde comparecer. Ele já havia confirmado presença em um evento em Salvador antes da convocação para o encontro de hoje.

O presidente do PDT disse acreditar que a Comissão de Ética entregará o relatório no prazo mínimo de 45 dias, o que possibilitaria a convocação da direção nacional, a quem cabe decidir ou não pela expulsão, entre setembro e outubro.

Possibilidades de punição

Segundo Lupi, o parecer da Comissão de Ética pode orientar três opções:

  • expulsão da legenda
  • manutenção da suspensão
  • outra advertência mais branda

O pedetista também observou que o julgamento deixa a legenda em um dilema, pois a expulsão é considerada por muitos internamente como uma forma de “premiação”. “A pessoa força a expulsão a vai para onde quer”, justificou Lupi.

Por outro lado, destacou ele, se o partido não punir com severidade aqueles que contrariarem uma determinação do comando da sigla, isso poderia desmoralizar a instituição. “Significa dizer: para que serve partido? Não é [uma decisão] simples. Por isso que a gente vai esperar a Comissão de Ética amadurecer.”

Além de Tabata, serão alvo de processos disciplinares os deputados: Alex Santana (BA), Subtenente Gonzaga (MG), Silvia Cristina (RO), Marlon Santos (RS), Jesus Sérgio (AC), Gil Cutrim (MA) e Flávio Nogueira (PI). No total, a bancada do PDT na Câmara é formada por 27 parlamentares.

Chance de reviravolta

Por enquanto, a reforma da Previdência foi aprovada apenas em primeiro turno na Câmara. O segundo está previsto para o início de agosto.

Lupi declarou que ainda é possível que os oito dissidentes mudem de posição no segundo turno e votem de acordo com a orientação do partido.

“Como o processo não está esgotado e ainda tem o segundo turno [da Previdência], e nós acreditamos que o ser humano é o único ser vivo capaz de evoluir, quem sabe alguns evoluem, ouçam o que está se fazendo de maldade com a base da sociedade que ganha até R$ 3.500. Quem sabe eles não voltem atrás e votem com o partido.”

“É claro que a situação de qualquer um dos oito que voltar atrás nessa posição equivocada inicialmente será considerada como uma forte opção pelo partido”, disse o político veterano.

Além dos oito do PDT, a votação do texto principal da reforma da Previdência contou com outros 26 votos de deputados que contrariaram a orientação de suas bancadas na Câmara.

Veto a filiados “financiados por grupos poderosos”

Carlos Lupi disse ainda que a Comissão de Ética também vai recomendar à direção nacional que barre qualquer tentativa de filiação de pessoas que tenham ligações com organizações da sociedade civil “financiadas por grupos poderosos”.

A medida tem origem no fato de Tabata ter sido apoiada no início da carreira política pelo empresário Jorge Paulo Lemann, segundo homem mais rico do país. Durante a campanha eleitoral, ela era um dos nomes defendidos pelo grupo Renova BR. Hoje, é uma das líderes do movimento Acredito.

“O partido não dará legenda nem a vereador, deputado ou qualquer filiado que tenha financiamento clandestino. Financiamento patrocinado por organizações pessoais, privadas, particulares, de gente muito poderosa que se utiliza de grupos para financiar e ter os votos de parlamentares dentro da sigla do PDT.”

No último sábado (13), Ciro Gomes também fez críticas a movimentos da sociedade civil que bancam candidatos.

“Todo mundo pode participar de qualquer movimento, mas se você tem um partido clandestino para burlar a legislação que proíbe financiamento empresarial, isso é uma coisa muito grave”, disse ele em evento em São Paulo. “É um problema de dupla militância, não tem nada a ver com a compreensão de reforma da Previdência que nós temos.”

 

Pesquisa: Bolsonaro tem 56% de rejeição e Flávio Dino 55% de aprovação em São Luís

 

De acordo com a JPesquisa, divulgada na edição desta quarta-feira, 17, do Jornal Pequeno, o governador Flávio Dino tem 55% de aprovação em São Luís e o presidente Jair Bolsonaro 56% de rejeição na capital maranhense.

Faltando pouco mais de um ano para as eleições municipais, ambos devem ser os principais cabos eleitorais na busca pelo voto. E o governador tem grande vantagem sobre o presidente em São Luís.

Ao todo, 56% dos 1.001 entrevistados desaprova a administração do presidente Jair Bolsonaro, contra 39% que aprovam é 4% é o índice de ‘não sei e não respondeu’.

Já Flávio Dino possui uma avaliação da sua administração positiva por 55% dos entrevistados. Contra 42% que desaprova é 3% de ‘não sei não respondeu’.

A pesquisa mediu também a gestão municipal. E os números mostram que 56% dos entrevistados desaprovam a administração do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Enquanto 42% aprovam e 3% ‘não sei não respondeu.

A pesquisa tem margem de erro de máxima de 3,10% para mais ou para menos e foi realizada no período de 1⁰ a 4 de julho de 2019.

Do Blog Marrapá

 

Homem traído manda matar amante da mulher

A cidade de Barra do Corda amanheceu chocada com a notícia das execuções de Elisson Lopes de Sousa, 33 anos, e João Vitor Carlos do Nascimento, 18 anos, assassinados durante a madrugada desta terça-feira(16) no loteamento Frei Daminhão, próximo a Avenida Parambu mediante disparos de arma de fogo.

Três pessoas foram presas acusadas do crime, sendo elas: Raimindo Celso Silva Nere, 69 anos (mandante), Francisco Lima Rodrigues,  o “Paulista”, 58 anos (agenciador) e Joílson Mota de Sousa,  “Pitbull, 41 anos, (pistoleiro executor).

A motivação do crime seria questões de ciúmes de Raimundo para com Elisson, pois esse teria um caso com a esposa de Raimundo, tendo este então resolvido dar fim na vida do mesmo e resolveu contratar um pistoleiro para dar cabo na execução.

Após notícia dos fatos, foram iniciadas investigações em trabalho conjunto da Polícia Civil e Militar, tendo a Polícia Militar inclusive apresentado na delegacia o mandante do crime, sendo que no decorrer das investigações, a Polícia Civil conseguiu provas do crime e consequentemente a confissão do mandante, bem como os dados do agenciador e do executor, sendo estes também presos no curso do dia e todas as questões envolvendo o crime, da motivação ao modo de execução, totalmente esclarecidos.

Por fim, a vítima João, segundo o executor, foi morto por estar no lugar errado e na hora errada, tendo assim presenciado o crime e por isso teve que ser executado como queima de arquivo.

Do Minuto da Barra

Um dedo de prosa

                                      A agonia do ex-prefeito Nilton Lima

 

 Soube, através da jornalista Itamargareth Correa Lima, da agonia do ex-prefeito de Anajatuba, Nilton Lima. Em estado terminal por conta de um câncer de pâncreas, seu calvário fez com que o prefeito Sidney Pereira cancelasse toda a programação que estava sendo organizada para comemorar o aniversário da cidade, no próximo dia 21. Prefeito por dois mandatos consecutivos, Nilton Lima é médico e muito querido na cidade. Os próprios familiares informaram que o estado de saúde dele é praticamente irreversível. O conheci quando era prefeito e viajamos algumas vezes juntos para Brasília, a trabalho pela Federação dos Municípios do Estado do  Maranhão (FAMEM).

Flávio Dino cidadão de Raposa

É de autoria do vereador Beka Rodrigues, presidente da Câmara de Raposa, o projeto de decreto legislativo que concede título de cidadania ao governador Flávio Dino. Correligionário do chefe do Executivo do Maranhão, Beka Rodrigues elenca em sua justificativa, as qualidades de Flávio Dino, lembrando que ele é um autêntico municipalista e que tem uma larga folha de serviços prestados àquela cidade.

Recesso parlamentar

Até o próximo dia 31, pouco vai adiantar a rapaziada procurar deputados na Assembleia Legislativa ou vereadores na Câmara Municipal. Estão de recesso. Mais fácil encontrar deputados federais e senadores, que deixam Brasília nesse período e passam mais tempo em seus estados de origem. Os escritórios regionais desses parlamentares vão estar lotados durante todo esse período.

Campeões de votos podem ficar sem mandatos

 Estava dia destes numa roda política na Câmara Municipal, quando um assunto me veio à mente; Acabaram com as coligações, mas a história de político com pouco voto se elegendo e gente campeã de sufrágio ficando sem mandato, pode se repetir, dentro dos partidos.

A equação é fácil. Um exemplo: Se o quoficiente para eleger um vereador chegar a 17 mil votos. Um candidato pode ter 10 mil votos, mas  se o restante não conseguir chegar ao número estabelecido, ninguém se elege. Do outro lado, se na outra sigla, todos os candidatos pontuarem menos de 2 mil votos, mas o quoficiente for alcançado, alguém conquistará o mandato.

Servidores do TJ na cadeia (I)

Quatro pessoas foram presas na manhã de ontem segunda-feira (15) em São Luís, Paço do Lumiar, no Maranhão, e Goiânia-GO por envolvimento em esquema de corrupção dentro do Tribunal de Justiça do Maranhão. A operação foi deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público e a Superintendência de Prevenção e Combate à Corrupção da Polícia Civil. As prisões preventivas foram determinadas pela 1ª Vara Criminal do Termo Judiciário da Capital.

Servidores do TJ na cadeia (II)

Foram presos os servidores Daniel Andrade Freitas e Thiago da Silva Araújo e o prestador de serviço terceirizado Thiago Rafael de Oliveira Candeira. Eles foram localizados na própria sede administrativa do Tribunal de Justiça na manhã desta segunda. Em Goiânia, Wendel Dorneles de Moraes foi preso por participação no esquema, segundo as investigações. Além das prisões, foram cumpridos mandados de busca e apreensão.

Servidores do TJ na cadeia (III)

De acordo com o Ministério Público do Maranhão e a Polícia Civil, os envolvidos no esquema conseguiam informações sobre os credores de precatórios e em seguida entravam em contato buscando vantagens para que dessem preferência na ordem de pagamento aos credores da Fazenda Pública.

Segundo a investigação, Daniel Freitas, Thiago Araújo e Thiago Candeira encaminhavam a planilha de credores a Wendel. Assim, ele entrava em contato com os credores e fazia todo o processo restante do esquema.

 

 

 

Segurança do deputado Josimar do Maranhãozinho é alvejado a tiros

Antonio Rodrigues, que  trabalha como segurança do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL), foi alvejado com pelo menos 10 tiros na manhã de hoje. Deu entrada em estado crítico na UPA do Vinhais.

Tudo levar a crer que tenha sido alvo de uma tentativa de execução, uma vez que não levaram nenhum de seus pertences. A polícia está apurando as circunstâncias do atentado

Justiça recebe denúncias contra organização criminosa que fraudou mais de R$ 26 milhões do INSS

 

A Justiça Federal recebeu nesta segunda-feira (15) as quatro denúncias contra a organização criminosa que fraudou mais de R$ 26 milhões em benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Piauí e Maranhão. Ao todo, 21 pessoas foram presas durante a operação deflagrada pela Polícia Federal em maio deste ano, denominada ‘A Grande Família‘.

As denúncias foram apresentadas pelo Ministério Público Federal (MPF), no Piauí. Conforme a investigação, a quadrilha era formada por estelionatários da mesma família e servidores públicos, que falsificavam documentos em nome de beneficiários falecidos. Segundo a Polícia Federal, 639 benefícios previdenciários foram fraudados.

“A organização criminosa era estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas. O grupo se dividia em quatro núcleos distintos: familiar, operacional-modal, operacional de idosos e de agentes públicos”, destacou o MPF.

De acordo com o MPF, o objetivo do grupo era obter vantagem econômica, mediante a prática de estelionato qualificado (quando praticado contra entidade pública), falsificação de documento, falsidade ideológica, uso de documentos falsificados, inserção de documentos falsos em sistema de informações, corrupção passiva, prevaricação, corrupção ativa, apropriação de valores de benefícios de pessoas idosas e organização criminosa.

“Para conseguir êxito na fraude, o grupo aliciou dois servidores do INSS, em Teresina, que recebiam valores da organização a fim de realizar a transferência dos benefícios assistenciais. Como esses servidores realizavam a transferência dos benefícios no sistema do INSS, automaticamente esse sistema reconhecia a atualização como prova de vida. Com isso, o benefício do cidadão que já havia falecido continuava a ser depositado em uma nova conta, aberta na capital piauiense pelo grupo criminoso”, diz a denúncia.

Entenda como funcionava

Núcleo Familiar: O núcleo familiar era o responsável pelo comando da organização criminosa. Era ele que coordenava a atuação dos demais e também agia pessoalmente na execução de atos criminosos como a obtenção e falsificação de documentos, cartões magnéticos, comprovantes de endereço, operações bancárias, movimentação de valores dos benefícios mantidos ilicitamente e o oferecimento de vantagens ilícitas.

Núcleo Operacional-Modal: Era o responsável por realizar os atos determinados pelos líderes, propiciando a manutenção da estrutura criminosa: deslocamento de idosos do estado do Maranhão ao Piauí, bem como o acompanhamento de idosos aos bancos, lotéricas e agências do INSS.

Núcleo Operacional dos Idosos: Compareciam as agências bancárias, do INSS e lotéricas, fazendo o uso de documentos falsos produzidos pelos líderes da organização criminosa.

Núcleo de Agentes Públicos: Composto por dois servidores do INSS que facilitavam a transferência de benefícios previdenciários do Maranhão para a cidade de Teresina.

Modus Operandi: Inicialmente, a organização identificava os falecidos que tinham benefícios do INSS, nos mais diversos municípios do Maranhão. Depois, eles falsificavam os documentos públicos (RGs) com os dados dos segurados falecidos e a fotografia de um dos membros do grupo, em regra idosos, cooptados pela organização.

A partir daí, o grupo falsificava os documentos e comprovantes de residência alugados ou de propriedade dos investigados e também abria contas-correntes em bancos e casas lotéricas em Teresina.

 

ustiça autoriza enterro de animais ao lado de pessoas no Cemitério Jardim da Paz

A Justiça do Maranhão deu ganho de causa a empresa responsável pelo Cemitério Jardim da Paz em uma ação movida por um contratante que considerou inaceitável o sepultamento de três cachorros em local próximo onde os corpos dos seus pais estão. A decisão foi da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) manteve sentença de primeira instância.

O contratante dos serviços do Memorial Maranhense, responsável pelo Cemitério Jardim da Paz, em São José de Ribamar, Região Metropolitana de São Luís, ingressou na ação pedindo indenização por danos morais tão logo soube do enterro dos três animais no mesmo cemitério onde os seus pais foram sepultados. Ele alegava quebra de contrato, pois diz que tem um documento do próprio Memorial negando o sepultamento de animais no local onde os corpos de seus pais foram enterrados.

Por outro lado, o entendimento unânime da Justiça do Maranhão foi que não existe nada no contrato que determine que o sepultamento de animais em local adequado do cemitério não possa ser feito. O Memorial Maranhense, por sua vez, apresentou como defesa que a legislação estadual permite o sepultamento de cães junto a pessoas. Disse ainda que o contrato em questão impede a utilização do jazigo dos pais do autor da ação como local de enterro de animais, não havendo assim a quebra de contrato.

O relator foi o desembargador Jorge Rachid. Os desembargadores José de Ribamar Castro e Ângela Salazar votaram com o relator. Na primeira instância, a Justiça teve o mesmo entendimento e a sentença foi da juíza da 16ª Vara Cível de São Luís, Lorena Brandão.

Othelino Neto é condecorado com a maior honraria da Igreja Evangélica Assembleia de Deus do SETA

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PC do B), foi homenageado, neste sábado (13), em Açailândia, com a comenda “Pastor Luiz de França Moreira”, maior honraria da Igreja Evangélica Assembleia de Deus do SETA (Serviço de Evangelização do Tocantins e Araguaia), entregue durante a Convenção dos Ministros das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Maranhão (Comadesma).

“Razão de muita alegria para mim e que muito me honra ser condecorado pela Igreja Evangélica do SETA. Certamente, saio ainda mais feliz e mais forte espiritualmente, com esta importante comenda“, destacou o presidente.

Othelino Neto é a nona autoridade maranhense a receber a honraria em quase 16 anos de convenção, pelos relevantes serviços prestados à população maranhense. Apenas oito personalidades foram agraciadas, entre elas, o governador Flávio Dino (PC do B).

A homenagem é de autoria do deputado Pastor Cavalcante (Pros), presidente da Comadesma. “Uma pessoa de grande representação no Maranhão e de uma liderança especial na Assembleia, onde trabalhamos juntos. Uma pessoa que conduz os trabalhos com muita classe e respeito aos colegas deputados. Portanto, a Assembleia de Deus se sente honrada e a Comadesma, especialmente, em oferecer a maior comenda que a instituição pode dar”, justificou Cavalcante.

Os deputados estaduais Adelmo Soares (PCdoB) e Rildo Amaral (Solidariedade) prestigiaram a homenagem ao presidente Othelino Neto. Os parlamentares destacaram a importância das duas Assembleias para o Maranhão.

“Mais uma vez, a Assembleia Legislativa mostra que está presente em todos os momentos. Agradecemos ao Pastor Cavalcante pela recepção e, evidentemente, parabenizamos nosso presidente Othelino Neto por ter essa visão ampla de não só ficar no Legislativo mas, também, de estar presente em todos os eventos importantes para o povo do Maranhão”, enfatizou o deputado Adelmo Soares.

“As duas Assembleias mostram a importância do Maranhão, uma de maneira política e a outra levando a palavra de Deus. O pastor Cavalcante está de parabéns pelo grande evento evangélico da Região Tocantina e sul do Maranhão” , ressaltou o deputado Rildo Amaral.

 Comadesma

A Comadesma realiza a Assembleia Geral Ordinária (AGO) com consagrações de evangelistas, ordenação e transferência de pastores, e organização de igrejas,

marcada por diversas ações evangélicas, como cultos de adoração, louvores, e ministração da palavra.

No início deste ano, a entidade chegou a receber cerca de dois mil pastores e reuniu mais de cinco mil fieis vindos de 78 igrejas de outros 35 municípios da região sul e de 14 estados do país, um recorde de público desde a primeira convenção, que teve início há 15 anos.

 

NO HORIZONTE DA PONTA D’ AREIA

*Osmar Gomes dos Santos

Ah, quanto magnetismo impões tu aos olhares dos teus admiradores! Quanta beleza transportas nos mais belos cartões postais que retratam teus pouco mais de dois quilômetros de uma orla encantadora. Ah, Ponta D’areia, tão inexata quanto à Ilha de Upaon-Açu, banhada pelas turvas águas dos resistentes rios Bacanga e Anil, eternizada em cantos que transcendem a barreira do tempo.

Daquela ponta outrora vila, que abrigava poucas dezenas de moradores que viviam do extrativismo de mariscos e da fartura oferecida pelo mar. O ponto turístico descoberto ainda no início do século passado e que servia como opção de lazer para as famílias que se arriscavam nas travessias em pequenas embarcações que partiam do Bairro São Francisco ou da Avenida Beira Mar.

Recordo- me das histórias de amigos que diziam se aventurar a nado, partindo do São Francisco braçada a braçada para alcançar. A finalidade era aquela de praticamente todo jovem: poder desfrutar alguns instantes correndo atrás de uma bola de futebol.

Sua localização estratégica e privilegiada, que por sinal deu nome ao bairro, contribuiu para o rápido processo de urbanização, mais notadamente a partir da década de 1980, após a construção da Ponte José Sarney e das avenidas que passaram a interligar a parte nova à parte antiga da cidade.

O bairro passou a ganhar não apenas moradores, mas também frequentadores assíduos, que buscavam lugares como o saudoso restaurante Tia Maria, bem ao lado do imponente Iate Clube. A região também foi “point” da massa regueira, principalmente nos anos 90, que curtiam clubes históricos, como Toca da Praia, Natty Praia, Arena Show, Cajueiro e Creole Bar, alguns destes já após a virada do milênio.

Amantes da seresta e do bolero tinham assento cativo no Castelinho Leblon e algumas festas programadas no próprio Iate Clube, assim como os apreciadores da culinária maranhense que escolhiam a ‪Praça do Sol para encontrar os amigos, tomar uma cerveja gelada e saborear as delícias de nossa terra.

Hoje a região enfrenta um misto de saudosismo e modernidade frente às mudanças trazidas pelo “boom” imobiliário. Novos pontos turísticos, como o Calçadão da Península e o Espigão Costeiro, dividem as atenções com o Forte de Santo Antonio da Barra, monumento de grande importância na defesa do Maranhão Colonial e que merecidamente foi restaurado.

A parte rebatizada de Península, localizada no ponto mais extremo da região, literalmente na “pontinha” da Ponta D’areia, hoje ostenta o metro quadrado mais valorizado da cidade, onde construções modernas e suntuosas abrigam pessoas de maior poder aquisitivo. Ainda assim, a região interage em total sintonia com área ditas menos abastadas, como Ilhinha, Conjunto Jansen e uma parte da Lagoa, cujos moradores são frequentadores contumazes daquela praia.

Espaço que ainda é possível ver golfinhos (botos), além de uma grande variedade de peixes. Essa riqueza do mar é característica marcante nos estuários dos rios Anil e Bacanga no ponto que desaguam para ajudar a formar a Baía de São Marcos. De lá, da baía, a vista parece ficar ainda mais bela.

Amor a primeira vista, com uma beleza que encantou e foi retratada nas obras de diversos artistas no passado, dentre eles Frans Post, Johannes Vingboonse e Georg Marcgraf, que integravam as esquadras holandesas vindas ao Brasil. Eles pintaram as primeiras imagens panorâmicas do Brasil e nelas se destacava a majestosa Ponta D’areia.

Oh, minha Ponta D’areia, lembro-me quando ainda pequenino pude tocar meus pés em seu alvo chão pela primeira vez. Aquele garoto que apenas conhecera o chão da lavoura, por meses submerso no período chuvoso, da nossa imponente Baixada Maranhense. Aquele horizonte belo de se refletir, quando o sol se põe a beijar suas areias ainda molhadas.

 

Do dia que dá lugar à noite, onde a lua cheia predomina e a minha sereia canta feliz. Sim, pode acreditar, lá, na Ponta D’areia tem sereia, com olhos de cristal e boca de água e sal, já dizia o artista. Praia de sonhos e fantasias, do banho, do esporte, dos encontros e desencontros mundanos. Vivo a te namorar, com meu jeito ainda de guri, porque um dia me disseram que o amor nasceu aqui.

*Juiz de Direito da Comarca da Iha de São Luís. Membro das Academias Ludovicense de Letras; Maranhense de Letras Jurídicas e Matinhense de Ciências, Artes e Letras.

 

Servidores da Justiça do Maranhão são presos por esquema de corrupção

Quatro pessoas foram presas na manhã desta segunda-feira (15) em São Luís, Paço do Lumiar, no Maranhão, e Goiânia-GO por envolvimento em esquema de corrupção dentro do Tribunal de Justiça do Maranhão. A operação foi deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público e a Superintendência de Prevenção e Combate à Corrupção da Polícia Civil. As prisões preventivas foram determinadas pela 1ª Vara Criminal do Termo Judiciário da Capital.

Foram presos na os servidores Daniel Andrade Freitas e Thiago da Silva Araújo e o prestador de serviço terceirizado Thiago Rafael de Oliveira Candeira. Eles foram localizados na própria sede administrativa do Tribunal de Justiça na manhã desta segunda. Em Goiânia, Wendel Dorneles de Moraes foi preso por participação no esquema, segundo as investigações. Além das prisões, foram cumpridos mandados de busca e apreensão.

De acordo com o Ministério Público do Maranhão e a Polícia Civil, os envolvidos no esquema conseguiam informações sobre os credores de precatórios e em seguida entravam em contato buscando vantagens para que dessem preferência na ordem de pagamento aos credores da Fazenda Pública.

Segundo a investigação, Daniel Freitas, Thiago Araújo e Thiago Candeira encaminhavam à planilha de credores a Wendel. Assim, ele entrava em contato com os credores e fazia todo o processo restante do esquema.