PF desmonta esquema fraudulento de compra de respiradores em Bacabeira, Santa Rita e Miranda do Norte. Três foram presos

A Polícia Federal (PF) informou, em coletiva realizada nesta quarta-feira (5), que há indícios de superfaturamento de até 400% na compra de macacões que seriam usados por agentes de saúde no enfrentamento da Covid-19 nas cidades de Bacabeira, Miranda do Norte e Santa Rita, no interior do Maranhão.

A informação foi dada pela superintendente da PF no Maranhão, Cassandra Parazzi, após a ‘Operação Falsa Esperança’, que investiga indícios de superfaturamento de equipamentos de proteção individuais (EPIs) e respiradores pulmonares, deflagada nesta quarta. Os produtos foram comprados com dinheiro público federal destinado para o enfrentamento da doença.

“No curso das investigações a gente demonstrou que a empresa vendeu uma série de produtos que não tinha no lastro de compra dela. Ou seja, há um indício de que essa venda não chegou a ser concretizada, que o produto não tenha sido entregue, causando um prejuízo muito grave. Além do desvio de recursos públicos e para o tratamento da Covid-19, que é muito mais grave”, disse.

 

A PF aponta que podem ter sido desviados cerca de R$ 310 mil reais na aquisição de quatro respiradores pulmonares para os três municípios. Os equipamentos foram comprados pelas três prefeituras em uma mesma empresa, localizada em Paço do Lumiar na Região Metropolitana de São Luís.

Segundo a PF, em Miranda do Norte, dois aparelhos no valor total de R$ 130 mil foram comprados, mas nunca foram recebidos. A empresa paga pelas prefeituras tinha 69 atividades secundárias, que variavam desde a confecção de vestuário, segurança privada e até produção musical.

Prisões

Dos quatro mandados de prisão expedidos, três foram cumpridos pela PF. Dentre os presos, estão os secretários municipais de Saúde de Miranda do Norte e Bacabeira. Além deles, também foi preso o dono da empresa suspeita de participar da venda dos produtos no esquema de fraude de licitações.

A PF informou que o secretário de administração da cidade de Santa Rita está foragido. As investigações vão continuar para verificar se outras prefeituras ou empresas estão envolvidas no esquema.

 

De acordo com a PF, se confirmadas as suspeitas, os investigados responderão pelos crimes de peculato, falsidade ideológica, fraude em processo licitatório, superfaturamento na venda de bens e associação criminosa.

Citadas nas investigações, o G1 enviou mensagem pedindo um posicionamento das prefeituras de Bacabeira, Santa Rita e Miranda do Norte, além da Ecosolar, mas ainda não houve retorno até a última atualização desta reportagem.

Operação

Denominada “Falsa Esperança”, a operação investiga indícios de superfaturamento de equipamentos de proteção individuais (EPI’s), além de simulação na compra de respiradores pulmonares. Segundo a Polícia Federal, os aparelhos nunca foram entregues, apesar do pagamento antecipado pelas prefeituras de Bacabeira, Santa Rita e Miranda do Norte.

Todas as aquisições foram realizadas com uma única empresa, a Ecosolar, sediada em Paço do Lumiar e que nunca havia atuado no ramo médico hospitalar. A investigação aponta ainda que a empresa não tinha nenhum empregado e atuava com a comercialização de acessórios para instalação de aparelhos de ar-condicionado e de energia solar.

 

EMET revoluciona serviço de pesquisa eleitoral no Maranhão

O Emet Instituto deu início hoje (5) a uma pesquisa registrada no segundo maior colégio eleitoral do Estado, Imperatriz. A novidade: O instituto disponibilizou acesso a todos os pré-candidatos e presidentes de partidos para acompanharem em tempo real a realização da pesquisa.

Segundo os responsáveis, o objetivo é provar que é possível ser transparente no processo político e verdadeiro nas pesquisas de opinião. O Emet Instituto quer evidenciar de como a transparência nas pesquisas de opinião e a obrigatoriedade do uso da tecnologia e certificação digital pode assegurar uma pesquisa pautada 100% na vontade do eleitor.

Conversamos com Fernando Bastos, idealizador do sistema, da pesquisa e proprietário do Emet Instituto, que nos fez um breve apanhado.

Qual a sua intenção com essa iniciativa da pesquisa aberta?
Quero moralizar o meio político. O Brasil não aguenta mais tanta desonestidade, que já se inicia na pré-campanha com pesquisas falsas e mentiras ditas ao eleitor diariamente. Não posso impedir do político mentir, mas desenvolvemos um sistema a prova de fraude, que não permite a corrupção humana e nem a manipulação dos dados.

Mas como isso é possível?
Contratamos um dos maiores analistas de sistemas do mercado, o Danilo Lima e ele desenvolveu um sistema a prova de fraude, com diversos tipos de controle sobre a pesquisa, que permite tanto a empresa quanto o cliente acompanhar tudo em tempo real.

Como é feito esse controle? O que o sistema faz?
Nosso sistema faz diversos tipos de controle, por exemplo:
– Controlamos a localização exata de onde cada coleta é feita; – cada coletora de dados é monitorada durante todo o processo de pesquisa, sabemos quanto tempo cada pesquisa foi feita, o intervalo de tempo entre uma pesquisa e outra, a distância percorrida entre uma e outra, a distância total percorrida. Com essas informações o nosso sistema é capaz de indicar anomalias, pois o tempo todo ele compara por meio de vários algoritmos as pesquisas de cada coletora e se alguma foge do padrão ela é automaticamente investigada.
– Além disso dispomos de vários outros mecanismos antifraude que não revelamos por uma questão de sigilo industrial, não podemos ensinar o pulo do gato a concorrência.
– Outra questão muito importante que deixa inquestionável a nossa segurança é a certificação digital de nosso banco de dados, emitido pela maior certificadora digital do mundo que faz a segurança, por exemplo, de cartões de crédito e operações bancárias.
– Nosso sistema utiliza a plataforma google de localização e mantêm uma precisão de 4 metros, a melhor disponível no mercado.
São tantas tecnologias que afirmamos sem medo que é impossível fraudar uma de nossas pesquisas, então quando estamos diante de uma pesquisa registrada do Emet Instituto, saiba que aquele resultado é real, foi apurado com o que há de melhor em tecnologia e realizado por uma equipe altamente treinada, sem falar na nossa estatística que é talvez a mais premiada do país!

De que forma o cliente, os pré-candidatos e os partidos acompanham a sua pesquisa?
Por meio de app que pode ser baixado no google play store por meio do link:
EMET INSTITUTO(Aplicativo para clientes) – Apps on Google Play ou basta abrir o google play store e digitar na pesquisa emet pesquisa e escolher o app versão cliente. Isso é mais um conforto e segurança que oferecemos aos nossos clientes, um app exclusivo para coleta de dados e para os clientes. O Emet Instituto veio realmente para revolucionar o mercado e trazer a verdade para a política. EMET INSTITUTO (Aplicativo para clientes) – Apps on Google Play Aplicativo do sistema VOX para clientes do EMET INSTITUTO DE PESQUISAS ELEITORAIS. www.emetinstituto.com.br

Vocês farão em outras cidades além de imperatriz?
Neste momento, estamos com pesquisas sendo realizadas em seis cidades de 6 estados diferentes e, semana que vem, faremos em São Luís!
Tivemos a oportunidade de conferir a tecnologia do Emet Instituto e ficamos impressionados com a quantidade de informação que é disponibilizada ao cliente, o sistema muito completo e robusto, aonde o candidato ou o partido, via web, pode fazer todos os tipos de comparativos em tempo real, o que facilita e muito a administração de uma campanha. Todos os tipos de informações sociais, eleitorais e econômicas ficam disponíveis com apenas um click, por exemplo, pelo sistema com 1 click o candidato pode saber o seu percentual em cada bairro da cidade, pode saber com está em cada faixa etária e muito mais.

Mais informações confira em www.emetinstituto.com.br ou pelo whatsapp (98) 98405-8405

Rubens apresenta novas propostas para a saúde em mais uma edição do Diálogos por São Luís

A noite desta terça-feira (04) foi marcada pela continuidade do movimento “Diálogos por São Luís”, idealizado pelo pré-candidato a prefeito da capital Rubens Jr (PcdoB). Com a proposta de apresentar seu futuro plano de governo, o deputado federal licenciado mediou a plenária temática do movimento, que dessa vez tratou do tema “Saúde”. A plenária virtual contou com a participação dos especialistas Tayara Costa Pereira e Márcio Henrique Menezes, que ampliaram e enriqueceram o debate.

Em meio a um cenário de grande preocupação com a saúde pública do Brasil, em função de uma pandemia como a da COVID-19, as dificuldades que já eram enfrentadas diariamente pela população aumentaram, e nem sempre a oferta é a suficiente para suprir as necessidades de um sistema a beira do colapso. Mesmo com os esforços para se manter um atendimento de qualidade através do SUS, as capitais brasileiras ainda possuem um déficit tanto quantitativo, quanto qualitativo no que diz respeito ao sistema de saúde municipal. E como solucionar esses problemas históricos? O pré-candidato Rubens mostrou que nesse setor, sobretudo, é necessário cuidar das pessoas.

 

Em outras oportunidades, o deputado federal licenciado já declarou que em sua futura gestão, a Primeira Infância será uma das grandes prioridades de seu plano de governo. Pensando nisso, a enfermeira Tayara Costa Pereira faz um alerta da importância dos cuidados da saúde nessa fase da vida. “A saúde da criança, se inicia no pré-natal, e é importante fortalecer essa atenção da mãe do bebê no período gestacional, e em seguida do aleitamento materno”, frisa.

As palavras se casam justamente com o início do Agosto Dourado, campanha que visa conscientizar sobre a importância do aleitamento materno. Outro ponto abordado por Tayara, é o fortalecimento de atendimento primário de saúde. “A gente sabe da importância dessa prática, que é resolutiva no atendimento. Com o profissional de saúde mais próximo da criança, onde ela tem o acesso do programa que saúde pública, pode impactar positivamente da vida daquela criança, como em toda sociedade”, alerta Tayara.

Para os problemas evidenciados, Rubens Jr apresenta também algumas propostas iniciais, como a criação do “Mais UBS”, que terá a construção de 21 novas UBS (unidade básica de saúde) e USF (unidade de saúde da família) nas regiões mais carentes da cidade. Também propõe a ampliação o horário e equipes de atendimento das unidades de saúde, inclusive promovendo o atendimento aos finais de semana e a implementação da Força Municipal de Saúde que irá promover a inclusão de 160 mil pessoas mais vulneráveis na cobertura da atenção primária, somente em sua fase inicial.

O pré-candidato deixa muito claro que é possível, e sabe como fazer para melhorar o sistema municipal de saúde. “Nós iremos aumentar em no mínimo 50% o número das UBS em São Luís, e eu sei como fazer para trazer os recursos, até mesmo pela minha experiência em meus mandatos como deputado federal”, pontua Rubens.

Outro tema abordado e que terá grande importância para o pré-candidato do partido do governador Flávio Dino, é a saúde mental dos ludovicenses. Atualmente, a Ilha de São Luís conta com apenas duas unidades do CAPS (Centros de Atenção Psicossocial), o que se faz insuficiente para a demanda, aponta Márcio Henrique Menezes, psicólogo especialista em saúde mental.

O especialista aponta ainda para a necessidade dos investimentos e atenção ainda em sua fase inicial. “Temos que discutir e efetivar a ampliação as equipes de atenção primária, pois vai refletir na média e alta complexidade. Quanto antes tratarmos o problema ainda no início, menos pessoas são encaminhadas aos hospitais psiquiátricos, desafogando o sistema de saúde e por fim, teremos economia nos gastos. Tudo pode ser evitado com a devida atenção inicial”, comenta Márcio.

 

A criação dos CAPS de álcool e drogas para adolescentes, também é um ponto sensível para uma triste realidade da capital maranhense. Segundo o deputado federal licenciado, os jovens em situação de risco, são mais um ponto chave para a implementação de um serviço que proporcionará a inclusão social e a mudança de vidas. “Eu penso de uma forma bem prática: ou a gente cuida das crianças e dos jovens, para garantir o futuro, ou então teremos fracassado com mais uma geração. E nós não vamos deixar isso acontecer”, finaliza Rubens.

Coronavírus- Reabertura de escolas pelo país pode gerar uma segunda onda

Cogitado por alguns países e já implementado por outros, o retorno das aulas presenciais pode representar um perigo à sociedade quando feito sem as medidas necessárias. Estudos indicam, por exemplo, que a retomada das atividades escolares sem o aumento da testagem poderia gerar uma segunda onda de covid-19.

No Brasil, o tema gera polêmicas marcadas por adiamentos, disputa judiciais e discordâncias até mesmo entre os pais de alunos. Enquanto a rede pública da maioria dos estados ainda não tem data definida para reabrir as escolas, quando o assunto é ensino privado, metade dos estados já se prepara para a volta às aulas.

Com base em diferentes cenários analisados, um estudo da University College London (UCL) e da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres (LSHTM), publicado esta semana, concluiu que a reabertura integral das escolas do Reino Unido, em setembro, sem o aumento da testagem e rastreio de contatos, acompanhado do relaxamento gradual do isolamento social, poderia provocar uma segunda onda da doença, com o pico previsto para dezembro deste ano.

Diretor-assistente da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Jarbas Barbosa afirmou sssspque a reabertura das escolas “pode ser um fator de risco para novos surtos” nos estados ou regiões em que a doença ainda não está sob controle. “É muito importante, primeiro, ter o controle da transmissão e, quando for o momento, reabrir com todo o protocolo para garantir a segurança de meninos e meninas e dos professores”, declarou, durante a entrevista coletiva virtual da Opas ontem.

Sem esse controle há mais de três meses, a maioria dos estados brasileiros ainda não tem previsão para o retorno das atividades escolares da rede pública. A maioria adiou a decisão para o fim de agosto. Na balança, pesa a possibilidade de aumentar ainda mais a transmissão da covid no país, que ontem bateu a marca de 2,8 milhões de casos confirmados e mais de 95 mil mortes pela doença.

Mapa avançado

Mesmo diante da situação heterogênea da manifestação da covid-19 no país, no rol das instituições de ensino particulares, a reabertura está em processo avançado. Na atualização do mapa de retorno das atividades educacionais presenciais aprovadas, os estados do Amazonas, Rio de Janeiro e Maranhão estão prontos para reabrir as escolas; outras dez unidades federativas estão em processo de preparação. A avaliação é da Federação Nacional de Escolas Particulares (Fenep), que mapeia os estados e as capitais preparados para o regresso, desde que sejam cumpridos os protocolos de segurança.

Para viabilizar a programação de abertura, a Fenep elaborou, no fim de abril, um plano estratégico. Mais bem equipadas que as instituições públicas, as escolas particulares defendem a necessidade da retomada presencial, sustentando os prejuízos educacionais. O temor de pais, alunos e professores, no entanto, coloca um peso maior na decisão dos gestores.

Na cidade do Rio de Janeiro, por exemplo, mesmo após a liberação para a rede privada, o governo estadual estuda prorrogar a suspensão. A autorização para a retomada foi dada esta semana e algumas escolas particulares iniciaram as atividades, de forma escalonada, com o retorno da educação infantil no próximo dia 17. O Ministério Público chegou a entrar com uma liminar na Justiça contra o retorno facultativo das aulas, mas teve o pedido negado.

O Maranhão retomou as atividades do ensino médio particular esta semana e o Amazonas conta com alunos em salas de aula há semanas. E programa o retorno do ensino público para a próxima segunda-feira. Com proposta para retomar o ensino médio presencial, há outros nove estados. São eles: Acre, Alagoas, Ceará, Pará, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo.

 

PF realiza operação em Miranda do Norte neste momento

A cidade de Miranda do Norte amanheceu em clima de tensão, por conta de uma operação deflagrada na prefeitura, que visa apurar irregularidades na administração do prefeito Júnior Negão. Comenta-se ainda que o desdobramento da operação deverá atingir a gestão do ex-prefeito Júnior Lourenço, atual deputado federal pelo PL.

Rubens elogia obras da Prefeitura em andamento: “quero continuar”

O pré-candidato do PCdoB à Prefeitura de São Luís, deputado Rubens Jr, afirmou hoje em sua conta no Twitter ter interesse em manter as obras em andamento pela gestão Edivaldo Holanda Jr. “Sou pré-candidato a prefeito porque quero continuar me dedicando a essas experiências bem sucedidas e às obras em andamento pela Prefeitura de São Luís”, afirmou.

Rubens fez um relato de sua dedicação na vida pública ao Centro Histórico. E aproveitou para fazer o elogio à parceria entre Prefeitura e governo do estado.

“Quando fui secretário da Secretaria de Cidades no governo Flávio Dino tive a oportunidade de continuar trabalhando pela região, com a criação do Nosso Centro, uma parceria do Governo do Marnahão com a Prefeitura de São Luís”, afirmou. Por meio do Nosso Centro, o governo do estado ofereceu 300 Cheques Minha Casa para moradores da região reformarem suas casas. Pelo programa, também foi inaugurado o Edifício João Goulart, que revitalizado, hoje sedia diversas secretarias, aquecendo a economia do Centro.

Rubens também lembrou que, como deputado federal e líder da bancada do Maranhão no Congresso, “garanti que o então presidente Temer não cortasse R$ 15 milhões para obras do Iphan em São Luís, como a Praça Deodoro”.

As obras citadas requalificaram da Rua Grande, incluindo a Praça Deodoro, um grande sonho da capital do Maranhão, considerada Patrimônio Cultural da Humanidade, pela Unesco. Também foram retomadas obras dos teatros Arthur Azevedo e João do Vale, Museu de Artes Visuais, Fórum Universitário, Jucema e Palácio das Lágrimas.

Rubens se comprometeu a continuar se dedicando a obras como essas. “Sou pré-candidato a prefeito porque quero continuar me dedicando a essas experiências bem sucedidas e às obras em andamento pela Prefeitura de São Luís”.

Morre o desembargador, jornalista e escritor  Milson Coutinho

Faleceu nesta terça-feira (4) o jornalista, historiador, ex-presidente da Academia Maranhense de Letras e do Tribunal de Justiça do Maranhão, Milson Coutinho.

A informação da morte foi dada pelo cineasta e escritor Joaquim Haickel, colega de Coutinho na Academia Maranhense de Letras (AML).

Milson de Souza Coutinho nasceu em Coelho Neto no dia 9 de março de 1939. Era advogado, jornalista, professor, ensaísta, historiador, procurador e magistrado (desembargador aposentado).

É membro da Academia Maranhense de Letras, tendo sido eleito em 10 de setembro de 1981 e empossado em 13 de maio de 1982, sucedendo Erasmo Dias e sendo recepcionado pelo escritor Jomar Moraes.

Ele também foi procurador-geral da Câmara Municipal de São Luís, na administração do saudoso João Evangelista, no início da década de 1990. Não completou o biênio porque logo depois foi eleito desembargador.

Presidiu também o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão e é dono de uma vasta obra literária, no qual se inclui a revolta de Bequimão e escreveu toda a história da Câmara Municipal de São Luís.

Fátima Araújo mostra força em reunião com Rubens Jr. no Santo Antônio/Pirapora

_ O encontro da “Pequena Guerreira,” como é mais conhecida, reflete a grandeza da atuação comunitária nas suas bases eleitorais_

Com o objetivo de ouvir o clamor das comunidades, a vereadora Fátima Araújo (PCdoB) e o pré-candidato a prefeito de São Luís, Rubens Jr (PCdoB), participaram de uma reunião com os moradores do bairro Pirapora e comunidades adjacentes. O encontro aconteceu na noite de sábado (01), na Escola São Francisco de Assis, localizada na rua do Êxodo, no bairro Pirapora.

Como de rotina, o encontro foi realizado obedecendo todos os protocolos exigidos pelas autoridades sanitárias, como o uso de máscara e álcool em gel, o distanciamento social e a aferição da temperatura corporal de cada um dos participantes da reunião.

“Meus agradecimentos a todos que compareceram, em especial, a senhora Luíza, diretora da escola São Francisco de Assis, que gentilmente cedeu a quadra da escola para que pudéssemos promover esse diálogo com a comunidade. A população precisa ser ouvida, e isso faço semanalmente desde o início de meu mandato”, destacou a vereadora de São Luís, Fátima Araújo.

Rubens, por sua vez, agradeceu a confiança depositada pela vereadora no projeto rumo à Prefeitura de São Luís, bem como a presença em peso da comunidade. “Este momento de interação, que nos permite dialogar e com cada um dos senhores, é de suma importância para a criação de um plano de governo que atenda as expectativas de todos que aqui nasceram ou escolheram viver”, enfatizou o pré- candidato.

Recados para ela

E-mail pra Dona  Bibi

Olá, minha gata muito bom dia! Espero que estas poucas e mal traçadas linhas venham a encontrá-la na santa paz do Criador. Por aqui, cidadã, o clima é de política, mas de uma forma nada tradicional. A maioria das coisas acontece pelas redes sociais, muito embora diversos candidatos venham desrespeitando as regras sanitárias adotadas por conta do Coronavíru e estejam realizando até comícios. Isso em São Luís e no interior.

Continuo de quarentena. Medo danado desse vírus, que já levou muitos dos meus amigos e que ainda vem provocando baixas em todos os segmentos da sociedade. Somente esta semana, dois políticos sucumbiram ao temível mal. O ex-prefeito de Codó e ex-presidente da FAMEM, Ricardo Archer e o prefeito de Governador Nunes Freire, o Idalécio.

Em família, vai tudo bem. Aqui no AP, somente eu a Elineusa e a Lívia. Esta última, por exemplo, só a vejo três vezes ao dia. Na hora do Café, porque depois ela se enfurna no quarto para a aula virtual, na hora do almoço, e aí ela retorna para os deveres e depois disso só na hora do jantar.

Bem fofa, vou te informar agora as mais importantes da semana.

*

A política tá pegando fogo é em Tuntum, cidade localizada a 18 quilômetros de Presidente Dutra, na região central do Estado. Disputam a prefeitura o empresário Dida do Tio Luís, com apoio do prefeito Cleomar Tema e o deputado estadual Fernando Pessoa (SD), que é do grupo do senador Weverton Rocha.

*

Está acontecendo de tudo na cidade. A briga dos dois grupos, denominados “Labigó”, do Tema e “Cobra”, do Fernando Pessoa, estão se engalfinhando numa luta sem tréguas. Mas aí entram componentes nada nobres, como vou te relatar a seguir.

*

Vou te dar aqui um exemplo: Na semana passada, o Fernando Pessoa fez comício, passeata, carreata e ocorreu tudo normalmente. Mas quando o Tema e o Dida fizeram uma manifestação pública, a Polícia Militar chegou lá e descatitou. À guisa de manutenção da ordem, chegou ao cúmulo de jogar spray de pimenta em idosos, crianças e mulheres grávidas.

*

Interessante nisso tudo Bibi, é que  os policiais não eram do destacamento de Tuntum, mas sim do batalhão de Presidente Dutra. Coisa estranha… O Tema reagiu, foi ao secretário de Segurança, denunciou a brutalidade e o Jerferson Portela mandou trocar o comando da PM de Presidente Dutra.

*

Outro golpe contra o Tema e seu grupo viria a seguir. Pelas redes sociais. Dois assaltantes de banco que estavam organizando um ataque a uma agência bancária em Formosa da Serra Negra, tombaram em confronto com policiais.

*

Imediatamente disseram que ambos seriam segurança do prefeito Cleomar Tema. Fato que foi prontamente desmentido. Isso é pra ti ver como está o nível da campanha lá em Tuntum. Parece disputa política dos anos de 1950 no interior do Maranhão, quando jagunços entravam em ação a torto e a direito. Hoje a jagunçada está nas redes sociais, embora se registre ainda a violência física e a pressão psicológica.

*

O prefeito eleito e afastado de Paço do Lumiar, o ex-deputado federal Domingos Dutra tem seu ghost writer . Te digo isso, morena, porque esta semana circulou pelas redes sociais uma carta a ele atribuída, manifestando à direção do PC do B, o desejo de concorrer à reeleição.

*

Mamma mia, ele está afastado do cargo há mais de um ano, quando sofreu um AVC e nunca teve recuperação plena. Chegou a ser sequestrado do hospital aqui em São Luís pela própria esposa e levado para São Paulo. Quando retornou, ela tentou fazer com reassumisse o cargo. A Justiça determinou um exame e ele não conseguiu condições plenas.

*

Numa aparição pública, foi exposto mais esquálido do que é normalmente e balbuciando palavras desconexas. Um teatro do absurdo, protagonizado pela esposa, a Lúcia Dutra.

*

Te afirmo uma coisa. Dá pena olhar a atual situação do Dutra, um homem de luta e de ideais e de convicções. A última vez que estive com ele, foi em Brasília, na casa do então deputado federal Waldir Maranhão, quando ainda estava em pleno vigor.

*

Vou te relatar aqui em primeira mão. O PTB dos Fernandes pode fechar com a candidatura do deputado federal Rubens Júnior (PC do B), para a prefeitura de São Luís. Recebi esta informação na última sexta-feira.

*

A articulação é simples e faz sentido. O Pedro Fernandes pai é primeiro suplente da senadora Eliziane Gama (Cidadania). Ela está engajada na campanha do Rubem Jr. O que está sendo gestada é a possibilidade dela se licenciar abrindo a vaga para o Pedro Fernandes e, em troca, o partido oficializa a coligação com o PC do B.

*

Uma coisa me intriga nessa questão de pesquisa eleitoral. É que em todas elas, quando o item é a aprovação do governo Bolsonaro, o capitão pontua lá embaixo. Porém, quando o levantamento trata da eleição para 2022, o homem aparece vencendo todo mundo. Me parece estranho…

*

O PT de São Luís continua com a sua velha lenga lenga de são saber para onde e com quem vai. Passaram a semana inteira anunciando que  o partido se reuniria neste sábado para definir apoio à candidatura de Rubem Jr., indicando o vice, é claro.

*

Aí, quando foi na sexta, uma ordem da direção nacional pôr por terra toda essa articulação. O partido que mandou no País por uma década e meia nunca ganhou musculatura no Maranhão. A única vez que teve dois vereadores na Câmara de São Luís esteve representado por Helena Barros Helluy e pelo professor Joan Botelho.

*

Sem a militância aguerrida do PDT e com pouca representatividade no parlamento, é disputado por todo mundo, por causa do seu precioso tempo de televisão.

*

Bem minha fofa, com essa, teu pretinho se despede neste domingo, prometendo retorno na próxima semana, se Deus quiser. E ele quer, porque sempre foi bacana com o teu pimpolho.

*

Beijão desse teu filho que jamais deixará de te amar

Djalma

N.E- Bibi é Benedita Rodrigues, mãe do editor. Ela faleceu aos 28 anos de idade, em São Luís, no dia 8 de dezembro de 1965

 

 

Beka Rodrigues apoia artista raposense em live solidária

Coroada de êxito, a live solidária do artista raposense Diel França, ex-Banda “Esfregue e Dance”, realizada nesta sexta-feira (31), na Fazendinha, em Raposa e que teve o apoio do presidente da Câmara Municipal da cidade, Beka Rodrigues.

Diel França , que vem fazendo carreira solo de muito brilho em todo o Maranhão, é filho do saudoso professor José França. Antes da pandemia, sua agenda estava lotada, com apresentações em municípios de todas as regiões do Estado.

Beka Rodrigues elogiou a performance do cantor e afirmou ter protocolado um projeto de  lei na Câmara Municipal, pelo qual, em todos os eventos da Prefeitura, deverá haver uma cota destinada aos artistas da Raposa, no percentual de 30%.

É uma forma de incentivar os nossos artistas. Em Raposa, temos muitos talentos e o poder público deve ajudá-los, para que o povo possa acompanhar seus artistas, oriundos da própria terra”, disse Beka Rodrigues