Auditoria recomenda certificação da Câmara de São Luís com ISO 9001

A Câmara Municipal de São Luís, na gestão do seu presidente, vereador Osmar Filho (PDT), obteve mais um importante conquista no campo administrativo e funcional.

Resultado de auditoria externa promovida, este mês, pela empresa QMS Brasil, credenciada pelo Governo Federal, através do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), atestou que o Parlamento Ludovicense está apto a receber a certificação do ISO 9001:2015, norma que define os requisitos para garantir padrões de qualidade com o objetivo de buscar a satisfação do público e a melhoria contínua do desempenho da instituição.

A obtenção da recomendação é uma ação inédita na Casa de Leis e é resultado das diversas ações de modernização administrativa implementadas por Osmar Filho desde 2019.

No Brasil, vale destacar, dentre as capitais, apenas as Câmaras Municipais de Salvador e Manaus possuem a referida certificação. São Luís, o que tudo indica, será a terceira a figurar neste seleto grupo.

Tão logo assumiu o comando da Casa, em janeiro do ano passado, Osmar Filho criou o Setor de Gestão de Qualidade, responsável em coordenar todo o processo de integração entre as demais áreas administrativas, assim como estabelecer metas a serem cumpridas.

O Setor atuou fortemente com foco na elaboração de procedimentos e inovação tecnológica, trabalho que resultou, por exemplo, na implantação do Sistema Eletrônico de Tramitação de Processos.

Paralelo a isso, a gestão Osmar Filho promoveu diversas capacitações e treinamentos direcionados para os servidores da CMSL, cujo trabalho, também foi reconhecido com o oferecimento de cursos de graduação e pós-graduação, além de uma política salarial eficiente.

O presidente implantou novas ferramentas de comunicação; instituiu a transmissão ao vivo, via Internet, das sessões ordinárias e de outros eventos promovidos no Plenário; tradução simultânea em Libras das sessões; recuperação da estrutura física da sede da Câmara (os serviços ainda estão em andamento); dentre outras ações.

Osmar Filho, ainda no ano passado, iniciou o processo de chamamento e posse dos aprovados no primeiro concurso público da história da Câmara.

“Avançamos muito, é verdade. Modernizamos a Casa, valorizamos os servidores e, diariamente, trabalhamos para que novas ações sejam concretizadas. A recomendação para que a Câmara seja certificada com o ISO é o reconhecimento deste esforço que continuaremos a desenvolver”, comentou o presidente.

 

E-mail pra Dona Bibi

Olá, minha fofa, muito bom dia! Espero que estas poucas e mal traçadas venham a encontra-la no bem bom por aí. Por aqui, cidadã, estamos respirando dois climas: Carnaval e política. Na folia,  a gente sabe que será quase tudo igual ao ano que passou. As escolas de samba vão fazer críticas sociais, metem a lenha nos políticos e por aí vai, como se isso fosse mudar alguma coisa. Ficam bradando no deserto, como  João Batista.

Basta lembrar que até hoje neguinho relembra o desfile do genial Joãosinho Trinta, da Beija-Flor de Nilópolis de 1989, quando ele levou para a avenida o enredo “Ratos e urubus, larguem minha fantasia”, em que falava de pretos, pobres, prostitutas e os menos favorecidos. Mudou alguma coisa depois disso? Nada de nadica. E o nosso Carnaval continua a ser uma  repetição a cada ano.

Já as escolas de São Luís continuam a mostrar sua pobreza. Algumas chegam a parecer até bloco de sujo. E olha que sou da Unidos de Fátima, mas não posso passar batido na crítica. Também é um repeteco danado, tanto em enredos como em premiações.  O primeiro lugar Sempre fica entre Flor do Samba, Turma do Quinto e Favela. Aqui e acolá surge uma heroína e quebra essa dobradinha, como foi o caso da Unidos de Fátima em 1991 e 1994 e mais recentemente a Marambaia.

E agora, a política. Ah, a política… Como no Brasil o ano só começa depois do Carnaval, esse será o momento em que a classe bota seu bloco na rua, até porque é ano de eleição municipal. Vamos ver como estão as coisas?

&&&

Bem Bibi, o quadro está mais ou menos assim: O deputado federal Carlos Braide continua liderando com folga em todas as rodadas de pesquisas. Parece  o Shumacker  nos bons tempos de Fórmula 1, quando chegava a dar duas volta sobre os adversários.

&&&

Aí vem a turma tentando alcançá-lo. Mais perto aparecem os deputados Duarte Júnior, que recentemente deixou o PC do B do governador Flávio Dino e se filiou no Republicanos do vice-governador Carlos Brandão. É como se tivesse deixado a sala governista e se mudado para a cozinha.

&&&

Logo depois chega o deputado Wellington do Curso. Filiado ao PSDB, ninguém aposta uma pataca que consiga ser candidato pela sigla. Isso porque o presidente da sigla, o senador Roberto Rocha, só falta anunciar em praça pública que prefere a aliança com o Braide. Wellington, com certeza, terá que procurar outro rumo partidário.

&&&

Mais atrás, vem o deputado Neto Evangelista (DEM), que tem a simpatia do PDT. Partido que vem controlando a prefeitura de São Luís desde Jackson Lago, lá atrás, em 1989. Vem agora como coadjuvante. Muita gente cita a administração de Castelo, mas esquece que ele foi eleito com o total apoio do então governador Jackson Lago, sendo que várias secretarias foram administradores por  pedetistas.

 

&&&

O deputado Adriano Sarney, único da família detentor de um mandato legislativo, acredita na força do seu PV e na ressonância da oposição para que o grupo venha retomar um mandato majoritário, que escapuliu do controle do grupo desde que o governador Flávio Dino fez barba, cabelo e bigode nas eleições passadas.

Na turma de trás, vemos  o deputado federal Duarte Júnior, menina dos olhos do governador Flávio Dino, que está com apenas 2 pontos. O problema é que em política isso não significa lá muita coisa. Quando Zé Reinaldo foi lançado candidato ao governo por Roseana Sarney, tinha exatamente 2 pontos, assim como o Dória em São Paulo, quando foi  prefeito.

&&&

Neófito em política partidária, o juiz federal Carlos Madeira se lançou rumo à sucessão de Edivaldo Holanda Júnior. Pontua lá atrás, a exemplo do deputado estadual Yglésio Moisés, que deixou o PDT para entrar nessa corrida desenfreada. Temos ainda o Jairzinho Filho, pelo PRTB, sem se falar que teremos ainda as sempre presentes candidaturas do PSOL e do PSTU, cujos nomes ainda não se sabe. Para fechar, temos o radialista Jeisael Max, e vem perambulando pela cidade  mostrando suas proposta e sentando a pua nos futuros adversários.

&&&

Esse é o cenário de agora, mas que pode mudar de acordo com os fatos daqui até outubro próximo. Bem, a sorte está lançada, vamos ver quem estará assumindo o controle do Palácio de La Ravardière em primeiro de janeiro do próximo ano.

&&&

Terminou a greve de fome deflagrada pelo vereador Sá Marques, que montou barraca em frente à prefeitura, em protesto à política seletiva do secretário de Obras do município, Antônio Araújo. Ele resistiu durante uma semana, mas passou mal, correu risco de vida e foi levado para o hospital.

&&&

Tem candidata a prefeita aí na região do Alto Turi dando cano em comunicador antes do início da campanha propriamente dita. Desse jeito a rapaziada já começa a ficar cabreira com a cidadã.

&&&

Já um veterano prefeito, ali da região do Pindaré,  está dando cano num escritório de advocacia. Já recebeu o recurso referente a uma ação de recuperação de ISS, mas não paga os causídicos nem sendo levado ao pau-de-arara.

&&&

Tem uma bomba aí contra o prefeito Luciano Genésio, de Pinheiro.  Blogueiro que já sentiu o cheio da história  está louco para conseguir os documentos. Talvez nem divulgue a matéria, porque sabe o que fará com os dados.

&&&

A Secretaria de Segurança está com pelo menos dois desafios recentes. Os assassinatos ainda não esclarecidos de um jovem quase na porta do quartel da PM na Raposa e de outro cidadão  que foi executado dentro de seu veículo, na  Vila Vitória.

&&&

O presidente da Câmara de Raposa, Beka Rodrigues, saiu na frente e está levando três desembargadores e um juiz como palestrantes para um painel de debates naquela casa parlamentar, no próximo dia 6 de março. O painel é sobre as regras das eleições deste ano.

&&&

Bem, Bibi, com esta, vou ficando por aqui neste domingo, retornando na próxima semana, se Deus quiser. E ele quer, porque sempre foi bacana com esse teu pretinho.

Beijão deste filhote que jamais deixará de te amar

Djalma

N.E – Bibi é Benedita Rodrigues, mãe do editor desta coluna. Ela faleceu aos 28 anos de idade, na Santa Casa de Misericórdia de São Luis, no dia 8 de dezembro do ano da graça do Nosso Senhor Jesus Cristo de 1965.

 

Irmão do deputado Arnaldo Melo morre tragicamente em acidente em Perizes

O deputado estadual Arnaldo Melo (MDB) perdeu um irmão na noite de ontem (16) após um grave acidente na BR-135, no Campo de Perizes.

Rui Fernando Alves de Melo estava em um dos veículos que se envolveram numa colisão.

Ele foi foi inicialmente socorrido por populares que testemunharam a batida e depois removido para o Hospital UDI, em São Luís, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no domingo.

O velório está sendo realizado na Paz União do Centro de São Luís.

Raposão agita e emociona milhares de foliões na cidade de Raposa

O endereço da alegria foi a cidade de Raposa, na tarde do último domingo, quando milhares de foliões se reuniram a alegraram as ruas do município, no tom do bloco carnavalesco Raposão, sob  comando   do presidente da Câmara Municipal, Beka Rodrigues, que foi o fundador do grupo, quatro anos atrás. Marchinhas carnavalesca do passado se fundiram com música da atualidade, provocando um frenesi de alegria entre todos os participantes.

A estudante Ana Karla de Brito, moradora do Cohatrac,  era uma das mais animadas. Ela disse ter sido convidada por um amigo morador de Raposa e não escondia sua empolgação.

-É uma coisa muito bacana, bastante emocionante. Vim com meu amigo, o Luís Paulo e espero vir outras vezes, porque aqui o clima é de muita descontração e de segurança-, afirmou.

Jorge Luís da Cunha não sabia se vênia latinhas de cervejas e água mineral ou se dançava.

“Dá pra fazer as duas coisas. Consigo ganhar alguns trocados e ao mesmo tempo me divertir. Muito legal essa sacada do vereador Beka Rodrigues, porque o Raposão consegue agitar a cidade de Raposa”, salientou.

Beka Rodrigues, que estava acompanhado de vários amigos, afirmou que sua alegria maior era ver o povo se divertindo em clima de descontração e segurança. “Esse é o melhor pagamento que a gente pode ter, vendo o semblante alegre das pessoas em nossa cidade”, acrescentou.

O bloco carnavalesco se concentrou em frente ao restaurante do Capote e saiu pelas ruas do município, até o Canto. “Esse foi o nosso grito de carnaval, o nosso grito de alegria, onde o povo pôde pular e se divertir à vontade. Espero que no próximo anos estejamos aqui, da mesma forma, com muita alegria, muita esperança e ginga no pé”, disse o vereador Beka Rodrigues.

 

Prefeitura anuncia reajuste de passagem de ônibus em São Luís

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), considerando a necessidade de manutenção do equilíbrio do sistema que opera o serviço de transporte coletivo de São Luís, informa que os valores das tarifas de ônibus do transporte urbano da capital vão ser reajustados a partir de 0h deste domingo, dia 16 de fevereiro.

Com o reajuste, o valor da tarifa nas linhas não integradas passa de R$ 2,95 para R$ 3,20, enquanto nas linhas integradas passa de R$ 3,40 para R$ 3,70.

A SMTT informa que as recargas realizadas antes do reajuste tarifário nos Cartões Estudantis, de Vale Transporte e do Bilhete Único terão validade até 16/03/2020.

O Sistema de Transporte Urbano da capital é composto por 174 linhas, sendo 149 integradas e 25 não integradas, que atendem cerca de 550 mil usuários/dia.

 

 

A fascinante história da maranhense que foi moradora de rua em São Paulo e hoje comanda uma poderosa Ong de apoio aos necessitados

A história de vida de Maria Eulina Reis Silva não deixa dúvidas de que ela não é uma pessoa comum. A presidente e fundadora da ONG Clube de Mães do Brasil cresceu em uma fazenda no interior do Maranhão, morou nas ruas de São Paulo por quase dois anos, depois de ter sido expulsa pelo marido de sua prima Francineti,  com quem tinha ido morar na capital paulistana.

-Ele pegou minha mala e me jogou na rua, afirmando que havia se casado com uma pessoa e não com uma família-, relata Maria Eulina.

Casou-se com um executivo poderoso e hoje cuida de adultos e crianças que precisam de ajuda. Todos os dias 48 crianças ficam na entidade depois que saem da escola e enquanto os pais estão trabalhando.

Maria Eulina é uma pessoa simples. Trabalha vestindo calça de moletom, camiseta e tênis, brinca com as crianças e se envolve em todas as atividades da casa. A sua força de vontade transparece no olhar, que brilha ao falar de sua vida e do trabalho que realiza, e só se recolhe ao se lembrar do marido, que morreu em 2000. Seu dia-a-dia é colocar a mão na massa para fazer a ONG andar, principalmente nas atividades rotineiras. Sair em busca de patrocínio não faz seu perfil. Para ela, seu trabalho deve comover a sociedade, e as empresas devem procurá-la para apoiar o Clube de Mães, e não o contrário. E nem as dificuldades financeiras pelas quais a entidade passa fazem Maria Eulina mudar de ideia: sua missão é construir.

“Eu morava nas ruas e um dia, estava no Parque Dom Pedro e um carro quebrou na minha frente. Uma mulher desceu do carro e eu vi que ela estava muito brava. Então fui conversar com ela, e ela se acalmou. Era a Vânia. Ela me perguntou se eu queria ir para a casa dela, e eu aceitei na hora. Vi que era a minha chance de sair das ruas. A Vânia foi um anjo que Deus colocou na minha vida. Ela percebeu que eu tinha uma formação, que eu poderia trabalhar, e me levou para a empresa em que ela trabalhava, a Vigor. Ela era secretária e eu virei telefonista. Foi lá que eu conheci o Alex. Ele era executivo. Foi outro anjo que Deus colocou no meu caminho. Ele me apoiou muito, devo a ele a vida que eu tenho como mulher de iniciativa.”

“Vivendo nas ruas, eu descobri que, para a sociedade, você vale o quanto você pesa. E o seu peso é medido em dinheiro, na sua conta bancária, no ouro, no diamante que você tem. Eu observava todo mundo, principalmente na época de Natal, com todas aquelas sacolas nas mãos, fingindo ser quem não eram para agradar os outros. Vi muito desperdício. Me alimentei do lixo, e eram muitas sobras. Então um dia, debaixo de uma ponte, eu pensei: Deus, se um dia você me tirar daqui, eu quero ser sua funcionária Quero trabalhar em benefício da obra humana. Hoje eu acho que faço só um pouquinho do que eu posso fazer, e não sei se vou ter tempo de realizar mais. Mas tudo o que eu faço é para o futuro, nada é imediato.  Faço todos os trabalhos de que o clube precisa. Limpo peixe, costuro, limpo salas. Não quero me distanciar dessa troca de sentimentos que eu tenho com as pessoas que eu ajudo, que eu procuro ajudar. Eu poderia sair em busca de patrocínio de empresas, mas acho que o meu trabalho mais importante é aqui dentro do Clube de Mães. Não sou eu que tenho de ir atrás. As pessoas e as empresas que têm de ver o trabalho que nós desenvolvemos aqui e vir nos oferecer ajuda. Por isso eu faço muitas palestras, sobre cidadania e responsabilidade social: para ajudar a divulgar e manter o trabalho que nós fazemos”, ressalta.

André Martins rumo à Câmara Municipal

O consagrado radialista André Martins esta na disputa por uma das 31 vagas da Câmara Municipal  este ano. Comunicador dos mais experientes e talentosos do Maranhão, está unido com o irmão, Totó Martins, dirigente da Democracia Cristã (DC).

Atualmente no comando do programa Conexão 560, na Rádio Educadora, já esteve em praticamente todas as emissoras de São Luís, a exemplo da Timbira, Mirante, Capital, Difusora e Base Itaquibacanga. Nas últimas eleições que disputou, conquistou 2.419 votos.

Othelino Neto inicia agenda em Imperatriz com visita à Câmara Municipal e reforça convite para o “Assembleia em Ação”

Kristiano Simas / Agência Assembleia

Em visita à Câmara Municipal de Imperatriz, Othelino Neto e a presidente do Gedema, Ana Paula Lobato, ao lado de deputados estaduais e vereadores da região

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), deputado Othelino Neto (PCdoB), acompanhado por uma comitiva de deputados, fez uma visita de cortesia à Câmara Municipal de Imperatriz, nesta quinta-feira (13). Os parlamentares foram recebidos pelo presidente da Casa, vereador José Carlos Soares, que agradeceu a presença dos deputados na principal cidade da Região Tocantina.

Na ocasião, Othelino Neto, acompanhado de sua esposa, Ana Paula Lobato, presidente do Grupo de Esposas de Deputados do Maranhão (Gedema), reforçou o convite para que os vereadores participem da quarta edição do programa “Assembleia em Ação”, que acontece nesta sexta-feira (14), no Hotel Imperial, a partir das 9h.

O chefe do Legislativo Estadual destacou a importância da relação do Parlamento maranhense com as Câmaras Municipais, uma vez que são os vereadores que conhecem a realidade local e têm um contato mais direto com a população.

“Os vereadores conhecem bem as realidades regionais, as dificuldades pelas quais passam a população e, por isso, valorizamos sempre esses momentos. No ‘Assembleia em Ação’, sempre que podemos, visitamos as Câmaras, conversamos com os presidentes e os vereadores, para estreitarmos mais essa relação e, assim, termos mais informações do que acontece no nosso estado”, ressaltou.

O vereador José Carlos Soares elogiou a iniciativa da Assembleia Legislativa em andar pelas cidades para conhecer a realidade de cada região e, assim, construir uma legislação estadual mais justa.

“Quando se ouve o povo, da forma como a Assembleia está fazendo, naturalmente a legislação do estado melhora e a vida da população do povo maranhense também vai melhorar”, assinalou José Carlos.

Justiça determina expulsão de Tiago Bardal e o condena à prisão

A Justiça do Maranhão condenou Tiago Bardal, ex-superintendente titular da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) à perda do cargo de Delegado da Polícia Civil do Maranhão (PC-MA). Bardal foi expulso do cargo por responder a um processo administrativo dentro da corporação.

Tiago Bardal ainda foi condenado há dois anos de reclusão e três meses de detenção, pelos crimes de apropriação indevida e prevaricação. Segundo a decisão assinada pelo juiz Francisco Ferreira de Lima, a pena privativa de liberdade foi convertida em restritiva de direitos.

De acordo com o Ministério Público do Maranhão (MP-MA), responsável por apresentar a denúncia, uma delegada da Polícia Civil que assumiu o cargo de superintendente no lugar de Bardal, encontrou documentos deixados por ele e que indicavam que ele praticava delitos quando exercia o cargo na SEIC.

A partir disso, o delegado-geral da Polícia Civil iniciou uma investigação em um auto de prisão em flagrante por contrabando de cigarros contra Egildo Silva Campos, conhecido como ‘Diabo Louro’, em dezembro de 2016, no município de Viana, cidade a 217 km de São Luís. A carga foi avaliada em R$ 273 mil reais.

Em depoimento à polícia, o delegado regional de Viana confirmou que no mesmo mês, recebeu um telefonema de Tiago Bardal informando sobre a prisão do suspeito. Na ligação, o ex-superintendente pediu ao delegado que ‘não tomasse nenhuma providência’, pois poderia prejudicar a investigação de um caso mais complexo que estava sendo realizada por ele.

Preso por contrabando

Tiago Bardal era superintendente de investigações criminais – um dos cargos mais altos da Polícia Civil – quando foi preso pela primeira vez em fevereiro de 2018, suspeito de envolvimento com uma quadrilha de contrabandistas que atuava em São Luís.

Depois de três meses ele foi solto para responder em liberdade, mas voltou a ser preso meses depois, junto com outros investigados de São Luís e Imperatriz, por suspeita de extorquir dinheiro de assaltantes de banco para facilitar as ações dos criminosos no Maranhão.

De acordo com as investigações, os casos de extorsão começaram em 2015, quando Tiago Bardal era o delegado-chefe do setor de inteligência da polícia em Imperatriz. Segundo a Secretaria de Segurança do Maranhão (SES), o valor negociado seria em torno de R$ 100 mil por mês para proteger a maior quadrilha de assaltantes de banco com atuação no Maranhão, Pará e Tocantins. Bardal também responde ao caso da prisão em flagrante por contrabando de cigarros.