Quatro maranhenses morrem em acidente

Corpo de Bombeiros no local da queda da torre, sudoeste do Pará — Foto: Ascom/Corpo de Bombeiros

Quatro maranhenses estão entre as vítimas de uma queda de torre de transmissão de
energia elétrica ocorrida no Pará. O acidente foi registrado na tarde dessa sexta-feira (16), no local da construção da torre, na comunidade Bom Jardim, entre os municípios de Anapu (PA) e Pacajá (PA).

As primeiras informações davam conta de dois maranhenses entre as vítimas, mas o número subiu para quatro. Os nomes das vítimas maranhenses são: Fagner Martins da Silva, do município de Pastos Bons (MA), Luiz Carlos Pereira, de Santa Rita (MA), Romário Santos, de Itapecuru-Mirim (MA) e Alex da Natividade Rodrigues (que faleceu a caminho do Hospital Regional da Transamazônica), (MA). Outras vítimas também foram identificadas, são elas: Oziel da Silva Passo, de Carira (SE), Expedito Bezerra dos Santos, também de Carira (SE) e José Napuceno Guimarães, de São José
(PI).

De acordo com informações do G1 Pará, seis pessoas morreram no local da queda, em Pacajá, segundo a secretaria de Saúde do município, e uma morreu a caminho do hospital, totalizando sete mortes. Treze pessoas ficaram feridas, sete delas receberam alta. Cinco foram transferidas em estado grave para o Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira; uma delas morreu a caminho.

A construção da estrutura era feita por uma empresa particular. Segundo relatos de testemunhas as obras na torre ainda estavam em andamento e não havia energia na estrutura no momento da tragédia.
Mais de 20 pessoas estavam na torre no momento do desabamento, ainda de acordo com relatos. As causas da queda da torre serão apuradas.

Silvan Alves está vivo!

O Hospital Carlos Macieira divulgou neste sábado (17), um novo boletim médico do estado de saúde do radialista Silvan Alves. Na oportunidade é divulgado que o profissional da comunicação tem um quadro considerado estável e com trauma leve causado pelo AVC.

É possível afirmar que o trauma é leve, pois a escala Glasgow de número 13 divulgado no boletim médico quer dizer trauma leve, quando está entre 13 e 15. Grave é considerado a partir de 8.

Silvan Alves está em uma UTI desde a última quinta-feira (15), e por enquanto não há previsão de alta. Contraria as falsas informações de que ele teria falecido. Já informaram inclusive local de velório e horário de sepultamento. Lamentável. Enquanto há vida, há esperança. Vamos torcer pela vida!

STJ veta  expedição de precatório milionário contra Prefeitura de São Luís

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Humberto Martins, suspendeu a expedição de um precatório de R$ 4,4 milhões contra a Prefeitura de São Luís, relativo à dívida com uma construtora. Segundo o ministro, a manutenção da decisão do Tribunal de Justiça do Maranhão que permitiu a expedição do precatório coloca as finanças públicas de São Luís em situação de “prejuízo considerável”, afetando a prestação de serviços públicos. “Considerando se tratar de decisão proferida em caráter liminar, a prudência determina que se aguarde a manifestação colegiada do referido tribunal antes de se autorizar tamanho dispêndio de valores”, explicou o magistrado. Inicialmente, a 4ª Vara da Fazenda Pública de São Luís revogou um despacho para a expedição do precatório e pediu esclarecimentos quanto ao valor determinado nos cálculos, de R$ 4,4 milhões. A empresa, alegando que já teria direito ao precatório, recorreu da decisão. O desembargador relator do caso no TJ-MA deferiu o pedido da empresa e suspendeu os atos que impossibilitavam a expedição do precatório. Grave lesão à ordem administrativa e econômica Na sequência, a prefeitura ingressou com o pedido de suspensão no STJ. Alegou que a manutenção da decisão do TJ-MA tem o potencial de causar sérios prejuízos ao município. O presidente do STJ, ao analisar o caso, disse que o município conseguiu demonstrar com clareza o risco de danos à ordem administrativa e econômica. De acordo com Humberto Martins, a prefeitura fundamentou adequadamente o pedido de suspensão, sustentando que a liminar do TJ-MA não analisou vários aspectos controversos da questão: a possível exacerbação dos honorários advocatícios; a alegada invalidade do acordo, por incompetência da autoridade; e a existência de decisão transitada em julgado na Justiça Federal. O ministro disse que todos esses fatos evidenciam o risco de lesão à economia pública, o que justifica a suspensão da expedição do precatório até a conclusão do processo na Justiça estadual. Com informações da assessoria de imprensa do STJ.

Yglésio fecha com Brandão e prega consenso na base de Dino

Na última sessão plenária antes do recesso, ontem (14), o deputado Yglésio Moyses (PROS) subiu à tribuna da Casa do Povo para anunciar apoio à candidatura do vice-governador Carlos Brandão ao governo do Estado.

“Me sinto honrado em defender o projeto do vice-governador Carlos Brandão”, destacou Yglésio.

Na corrida ao Palácio dos Leões, Yglésio é o primeiro parlamentar estadual a manifestar apoio ao projeto de governo de Carlos Brandão, além de ser o primeiro a anunciar filiação ao PSDB – mesmo partido do vice-governador.

No governo Carlos Brandão, que já tem previsão de início em abril de 2022, Yglésio deve figurar uma grande voz do Executivo Estadual dentro da Assembleia Legislativa.

O deputado, durante o anúncio, também convidou outros parlamentares a fazer parte da legenda do pré-candidato do governo, a exemplo dos deputados Rafael Leitoa, Daniela Tema, Ariston e outros que, hoje, formam a base dinista dentro do legislativo estadual.

Durante o discurso, Yglésio também adotou uma narrativa de conciliação e união pelo bem do Maranhão e acredita que o grupo do governador Flavio Dino (PSB) deve caminhar junto nas eleições de 2022.

Difusora atualiza estado de saúde do apresentador Silvan Alves após sofrer AVC

O sistema Difusora atualizou o quadro do apresentador do Bandeira 2, Silvan Alves, que sofreu um Acidente Vascular Cerebral na manhã desta quinta-feira (15). Silvan deu entrada na UPA do Bacanga após se sentir fraco, ter desmaiado e caído em casa. Segundo informações, o jornalista já vinha se sentindo mal desde ontem. Na tarde de hoje, Silvan Alves foi transferido da UPA para o hospital Carlos Macieira.

Confira a nota divulgada pelo Sistema Difusora

Comunicamos que o apresentador do Programa Bandeira Dois, Silvan Alves, deu entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento da capital com suspeita de Acidente Vascular Cerebral na manhã de hoje, sendo transferido para o Hospital Carlos Macieira.

Nós do Sistema Difusora estamos acompanhando todos os procedimentos e prestando assistência à família. Aguardamos informações do boletim médico do hospital e estamos certos do pronto restabelecimento de sua saúde.

Sistema Difusora de Comunicação

Othelino participa da assinatura da ordem de serviço para construção do hospital de Dom Pedr

Othelino participa da assinatura da ordem de serviço para construção do hospital de Dom Pedro

Othelino, Flávio Dino e Galego Mota mostram a ordem de serviço para construção do Hospital Municipal de Dom Pedro

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), participou, na tarde desta quarta-feira (14), no Palácio dos Leões, da assinatura da ordem de serviço para a construção do novo Hospital Municipal de Dom Pedro, autorizada pelo governador Flávio Dino (PSB).

Também estiveram presentes no ato o prefeito de Dom Pedro, Galego Mota (Solidariedade) e os secretários de Estado da Indústria e Comércio (SEINC), Simplício Araújo, e de Segurança Pública (SSP), Jeferson Portela.

Para Othelino Neto, o anúncio da obra do novo hospital representa um momento ímpar para o povo de Dom Pedro, que há muito tempo sonhava com a concretização desse importante equipamento público de saúde.

“Parabenizo a população dom-pedrense e ao perfeito Galego Mota por essa grande conquista em benefício da saúde pública local. Em breve, o município vai poder contar com novos serviços na área e ter um melhor atendimento”, disse Othelino.

Othelino Neto e prefeito Galego Mota reafirmam parceria em benefício da população dom-pedrense

Othelino Neto e prefeito Galego Mota reafirmam parceria em benefício da população dom-pedrense

No encontro, Flávio Dino afirmou que o Governo do Estado está sempre presente apoiando a implantação de serviços públicos em parceria com os municípios.

“Hoje, concretizamos um grande anseio da população de Dom Pedro, que é a autorização para a construção do novo hospital municipal. O passo seguinte é a licitação da obra. E podem ter a certeza de que, em muito breve, estarei lá, pessoalmente, para iniciar a realização desse grande sonho”, destacou o governador.

Ato de assinatura da ordem de serviço para construção de novo hospital no município de Dom Pedro

Ato de assinatura da ordem de serviço para construção de novo hospital no município de Dom Pedro

Agradecimento

O prefeito Galego Mota agradeceu o apoio do presidente da Assembleia e a parceria do governador Flávio Dino pela obra, ressaltando ainda que o equipamento ajudará muito a população, que sofre com a falta de estrutura na saúde pública.

“Agora, com esse novo hospital, vamos ter um atendimento com mais dignidade. Nós só temos a agradecer ao governador Flávio Dino, ao deputado Othelino e, também, aos secretários Jeferson Portela e Simplício Araújo”, ressaltou o gestor.

Prefeito de Viana combate fake news mostrando serviço à população

Apenas seis meses de gestão e o anúncio de obras e serviços para o município foram o bastante para despertar a ira dos grupos de oposição ao Prefeito de Viana, Carlos Augusto Cidreira, o Carrinho.

A toda hora a mídia alinhada aos seus adversários fabrica uma “denúncia” contra a administração pública, sem qualquer comprovação.

A mais recente, logo rechaçada, dava conta de que uma empresa com sede em São Luís e supostamente pertencente a um parente da primeira dama, Cleisane Cidreira, teria ganhado uma licitação no valor de R$ 3 milhões.

A empresa, segundo a “denúncia”, sequer funcionaria, e para tanto publicaram até uma foto da fachada da empresa, com as portas fechadas. A empresa em questão é a J. dos Santos Ferreira, inscrita no CNPJ 01.329.186/0001-90, com endereço no bairro do Vinhais, em São Luís.

A foto foi feita em horário fora do expediente, para dar a impressão de que a empresa está abandonada. Ao contrário do que foi publicado, a empresa não possui ligação com a família de Cleisane Cidreira. Pertence a uma senhora que foi casada com um irmão dela, já falecido. Ela, inclusive, já formou família com outra pessoa, não havendo mais qualquer vínculo familiar com a primeira dama.

Alheio à onda de boatos de seus adversários, o Prefeito Carrinho vem empreendo um ritmo forte na sua gestão, para atender às demandas do município, após um longo período de estagnação, marcado por administrações ruins.

No aniversário de 264 anos da cidade, comemorado em 8 de julho, com a presença do governador Flávio Dino, foi anunciada uma série de obras importantes, entre elas a ampliação dos serviços de água potável e a construção da estrada que liga Viana a Pedro do Rosário.

ÁGUA

O abastecimento de água da cidade sempre foi um grave problema, que impôs décadas de sofrimento para a população: além de escassa, a água tratada era insuficiente e de qualidade duvidosa.

Esse cenário vai mudar, finalmente. O governador Flávio Dino informou a Carrinho que autorizou a licitação de um novo projeto de água para a cidade, que vai resolver em definitivo o problema de abastecimento. “Já a partir de agosto deverá ser assinada a ordem de serviço”, estima Carrinho.

Com recursos estaduais de R$ 8 milhões, o projeto de ampliação do serviço de água foi elaborado por uma empresa contratada Pela Prefeitura e articulado junto à Secretaria Estadual de Cidade (Secid). Segundo o prefeito, serão feitos capitação, adutora, tratamento e, por último, rede de distribuição. “Além de atender a demanda da população, esse projeto vai atrair empresas que desejem se estabelecer aqui, gerando emprego e renda para os vianenses”.

 ESTRADA VIANA/PEDRO DO ROSÁRIO

Outro projeto de integração regional é a construção da estrada que liga Viana a Pedro do Rosário, com percurso de 37 quilômetros. O projeto é uma parceria do Governo do Estado com as prefeituras de Viana e Pedro do Rosário. Só na construção de aterros serão aplicados R$ 3 milhões. Depois de concluída (na primeira etapa, ela será empiçarrada), essa obra não apenas fará a integração entre os dois municípios como também se constituirá uma nova opção para quem se desloca de São Luís a Belém. Segundo Carrinho Cidreira, a estrada encurtará em 100 kms a distância por terra entre as duas capitais.

Cearenses mantidos como escravos são resgatados no Maranhão

A Polícia Civil, com apoio Guarda Municipal, realizou uma operação e resgatou 14 trabalhadores que eram mantidos em condições análogas à escravidão, no povoado Mucambo, em Vargem Grande.

Segundo a polícia, todos eram cearenses e foram atraídos ao Maranhão com a falsa promessa de alimentação, salários dignos e boas condições de trabalho.

De acordo com o delegado Bruno Sobreira, ao chegarem em Vargem Grande, as vítimas foram submetidas pelos contratantes a uma jornada de 12 horas diárias, sendo acomodadas em alojamentos sem água encanada ou banheiros, além de uma fraca alimentação.

“A denúncia chegou pelos trabalhadores, quando eles conseguiram se conectar à internet e avisar os parentes no Ceará. Eles são de Uruoca (CE) e foram encontrados em péssima situação, com fome, e se alimentavam de mortadela e ovos”, disse o delegado.

Os trabalhadores também contraíram dívidas antecipadas com os empregadores, a título de adiantamento, e por isso eram obrigados a trabalhar em outro estado nas condições degradantes em que foram encontrados.

As vítimas só receberiam os salários quando retornassem ao Ceará, após três meses de trabalho. Por isso, durante o período, eles não tinham acesso a qualquer outro recurso, e dessa forma não poderiam voltar ao Ceará.

Dentre as vítimas, havia uma mulher, dois menores e um senhor de 59 anos, que era obrigado a caminhar pelo matagal por até duas horas em busca da palha de carnaúba. Após serem resgatados, todos foram amparados por profissionais da Secretaria de Assistência Social de Vargem Grande.

No local, foi preso um dos representantes dos empregadores das vítimas, um homem de 41 anos de idade, pela participação nos crimes. Segundo a polícia, as investigações vão continuar, no sentido de identificar os demais participantes.

PF apreende bolsa com dinheiro em operação contra delegado federal que foi candidato a prefeito

O ex-candidato à prefeitura de Belém em 2020, delegado federal Everaldo Eguchi (Patriota), é um dos alvos da “Operação Mapinguari”, da Polícia Federal, deflagrada nesta quarta (14). Ele foi afastado do cargo, por determinação da Justiça Federal. Segundo a PF, a ação investiga o vazamento de informações de dentro do órgão e cumpriu mandados de busca e apreensão em Belém, Marabá, Parauapebas e Goianésia do Pará.

Uma quantia em dinheiro foi apreendida na casa do delegado, mas o montante não foi informado pela PF. Havia notas de euro, dólar e real.

Em nota, o delegado negou envolvimento no caso e disse que “fará no momento oportuno os esclarecimentos com transparência e honestidade”.

 

De acordo com a PF, o vazamento de informações teria sido realizado pelo delegado, que foi identificado e afastado das funções. Além dele, a operação também teve como alvo seis empresários ligados à exploração ilegal de manganês do sudeste do Pará. Eles tiveram acesso indevido às informações vazadas, segundo as investigações.

 

Estão sendo investigados crimes de violação de sigilo funcional, corrupção passiva e ativa, e associação criminosa, com penas previstas superiores a 20 anos de reclusão.

Segundo a Polícia Federal, a investigação do vazamento de informações iniciou em 2018 e trata da violação de sigilo funcional ocorrida durante a operação “Migrador”, em Marabá. Ainda segundo a PF, na época o vazamento trouxe prejuízo para investigação porque os investigados tiveram conhecimento antecipado da ação policial e conseguiram fugir.

O Ministério Público Federal se manifestou favorável ao afastamento do delegado Eguchi e que “considera graves os fatos relatados pela PF, que indicam que o investigado tem se valido de sua função na PF para alcançar fins ilícitos e ilegítimos, havendo ele se apropriado, de maneira pouco republicana, do aparelho estatal para privilegiar interesses próprios”. O afastamento, segundo o MPF, é necessário para evitar interferências nas investigações.

Eguchi foi o segundo colocado nas últimas eleições municipais, em Belém. Ele tinha apoio do presidente Jair Bolsonaro, chegou até o segundo turno, mas perdeu com 48,24% dos votos (364.003) para o candidato do PSOL, Edmilson Rodrigues. O candidato derrotado chegou ao segundo turno após alcançar 23,06% (167.599) no 1º turno das eleições.