Projeto de Osmar Filho ampliará diálogo entre Poder Legislativo de São Luís e a população

Vereador Osmar Filho

O presidente eleito da Câmara Municipal de São Luís, o vereador Osmar

Filho (PDT), foi o entrevistado da última terça-feira (13), do programa

Na Hora da Rádio 92,3 FM, apresentado pelos radialistas Flávio Chocolate

e Isaías Rocha.

Durante a entrevista ele foi questionado sobre os principais desafios

que poderá enfrentar como presidente do Legislativo. Em resposta, Osmar

pontuou que não será uma gestão difícil, desde que trabalhe com

comprometimento, agilidade e unindo forças em prol do bem-estar da

cidade.

Em seu mandato, disse priorizar as relações com as instituições

públicas, principalmente articular com os poderes a implantação de

projetos políticos e sociais para o andamento dos trabalhos entre as

esferas. Um exemplo disso, segundo o parlamentar, é manter o diálogo com

a Assembleia Legislativa do Estado, ‘’ e assim unir forças’’ por São

Luís. Outro ponto sublinhado, é estreitar as relações com o parlamento

metropolitano e fortalecer o municipalismo.

Aproximar o parlamento do cidadão comum é prioridade  para Osmar Filho.

Para isso, irá instituir, durante sua gestão, o projeto ‘’Câmara em

Movimento’’, uma ideia itinerante de levar para os vários pontos da

cidade sessões plenárias com a participação dos moradores, que poderão

sugerir pautas, fazer solicitações e requerimentos.

‘’Queremos trazer a população à Câmara ou levar o Legislativo para perto

das pessoas, como é o caso do projeto piloto Câmara em Movimento, que

existe em outras cidades, e tem dado certo, apresentando resultados

concretos. Por isso, uma marca da nossa gestão é consagrar o parlamento

como um espaço ocupado pelo povo’’, destacou ele.

Gastos com médicos dobrarão e atenção básica ficará prejudicada nos municípios, avalia Cleomar Tema

Tema, presidente da Famem

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), prefeito Cleomar Tema, mostrou-se preocupado com as últimas notícias sobre a saída dos médicos cubanos do programa Mais Médicos, após divergência do governo de Cuba com as novas diretrizes adotadas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro.

Para Tema, a substituição dos médicos cubanos não será uma tarefa das mais fáceis para o Governo Federal, visto que o Maranhão possui uma grande carência desses profissionais, além do que poucos querem se submeter a morar nos povoados das pequenas cidades para cumprir carga horária de 40h e ganhar R$ 10 mil de salário.

“Caso o MS não encontre uma estratégia imediata para suprir essa carência deixada com a iminente saída dos cubanos, os municípios maranhenses vão enfrentar sérios problemas, dentre os quais: a elevação significativa dos custos de contratação de novos médicos e a custos mais altos em função da baixa oferta desses profissionais; dificuldade de cumprimento da carga horária exigida pelo MS expondo os gestores as auditorias do DENASUS e as consequências decorrentes destas, dentre outros já de amplo conhecimento dos gestores maranhenses”, enfatizou o presidente.

O déficit de médicos relatado pelo por Cleomar Tema é confirmado pela pesquisa “Demografia Médica 2018”, do Conselho Federal de Medicina-CFM.

A mesma informa que para o atendimento de uma população de 7 milhões de habitantes, o Maranhão tem apenas 6.096 médicos, o que dá uma proporção de 0,87 profissionais por mil habitantes, sendo esta a menor proporção do país entre os estados.

A média recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) é de um médico para cada 1.000 habitantes.

Tema finalizou dizendo que pedirá a inclusão do assunto na pauta municipalista que será debatida na capital federal no dia 19/11, durante evento organizado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

O encontro contará com a presença do presidente Michel Temer; membros da equipe de transição de Jair Bolsonaro; além da presença de milhares de prefeitos de todo o Brasil.

Criado em 2013, o programa Mais Médicos ampliou a assistência médica nos municípios, reforçando o atendimento regular nas Unidades Básicas de Saúde e na composição das equipes da Saúde da Família.

No Maranhão, 2,4 milhões de pessoas são beneficiadas com o trabalho dos 710 profissionais do programa, onde mais de 450 são cubanos.

Magistrados do TJMA participam de Encontro de Juízas e Juízes Negros, em Brasília

O desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão, BernardoRodrigues, e o juiz Marco Adriano Ramos Fonseca (comarca de Pedreiras)participaram do II Encontro Nacional de Juízas e Juízes Negros, realizado emBrasília (DF), no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, entreos dias 8 e 10 deste mês.

O evento reuniu, na capital federal, ministros, magistrados, professores, estudiosos, membros do Ministério Público, defensores, advogados, estudantes e cidadãos, com o objetivo de fortalecer o debate em torno da promoção da igualdade racial.

Ao avaliar positivamente a iniciativa, o desembargador Bernardo Rodrigues destacou que ao discutir a desigualdade racial na magistratura brasileira e propor soluções para enfrentar essa realidade, o encontro contribuiu para evoluir a discussão e conscientizar o público e a sociedade sobre a temática.

“O encontro superou minhas expectativas, foi maravilhoso! A temática foi devidamente abordada em busca do enfrentamento desse problema, pois o preconceito é real em nossa sociedade. Não adianta negarmos esse fato. Precisamos estar atentos e conscientes para diminuirmos essa problemática, essa violência nas ruas. Afinal, todos estamos sujeitos, pretos, brancos, homens, mulheres. E o evento serviu para aprofundar essa discussão”, frisou.

Durante a iniciativa, o desembargador foi convidado para compor a comissão organizadora da próxima edição do encontro.

ENCONTRO – O eixo do II Encontro Nacional de Juízas e Juízes Negros foi a discussão do racismo estrutural, seu significado, sua presença na formação da sociedade brasileira e como ele se manifesta nas diversas instituições e no plano individual.

Diversos assuntos foram abordados na programação, tais como “Representatividade racial nas carreiras jurídicas”, com o ministro Alexandre de Moraes; “Racismo no sistema educacional”, com a palestrante Kiusam de Oliveira; “Práticas no sistema de justiça ao enfrentamento do racismo na busca da inclusividade”, com palestrantes de vários órgãos e instituições, dentre outros.

A iniciativa foi promovida pela Associação dos Magistrados do Distrito Federal e Territórios (Amagis-DF) e pela Associação de Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris).

O evento contou com o apoio da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), com co-realização da Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB), da Associação dos Magistrados do Estado de Pernambuco (AMEPE); da Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB), da Associação dos Magistrados Piauienses (AMAPI), da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF), da Associação do Ministério Público do Distrito Federal (AMPDFT) e Ordem dos Advogados Seccional do Distrito Federal (OAB/DF).

CENSO – De acordo com dados do Censo do Poder Judiciário de 2018, realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), mesmo a população brasileira sendo majoritariamente preta ou parda, apenas 18,1% da magistratura nacional é negra, derivando-se desse conjunto um total de 16,5% de pardos e 1,6% de pretos. Do universo de 38% de juízas, o número de magistradas autodeclaradas pretas se estabeleceu entre 1% e 2% no Poder Judiciário.

Cuba anuncia saída do Mais Médicos após declarações de Bolsonaro

O Ministério da Saúde Pública de Cuba anunciou em nota oficial na tardedesta quarta-feira (14) seu desligamento do programa Mais Médicos mantido pelogoverno brasileiro. A ação foi criada em agosto de 2013, durante o governo deDilma Rousseff (PT) e tem como objetivo ampliar o atendimento nas comunidadesmais pobres.

Na nota (íntegra), o governo cubano afirma que o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL), “com referências diretas, depreciativas e ameaçando a presença” dos médicos, “disse e reiterou que vai modificar os termos e condições do programa”. O militar da reserva, diz o comunicado, questionou a preparação dos profissionais cubanos e condicionou sua permanência no programa à revalidação do título e como única forma a contratação individual.

Para Cuba, as mudanças mencionadas por Bolsonaro “impõem condições inaceitáveis ​​e descumprem as garantias acordadas desde o início do programa”. Além disso o país cita que as “condições inadmissíveis impossibilitam a manutenção da presença dos profissionais cubanos no programa”.

Prefeito Edivaldo investe em turismo e São Luís se destaca como destino mais buscado no país

Em 2018, São Luísapresentou um aumento de 106% nas buscas de passagem a partir dos aeroportos detodo o Brasil. Foi o maior crescimento entre os destinos nacionais. É o queaponta levantamento do site Viajala junto aos brasileiros sobre os destinostendências para o ano de 2019 e que foi destaque no site do jornal O Globo. Osdados refletem a política de valorização assegurada pela gestão do prefeitoEdivaldo Holanda Júnior, que tem realizado diversas ações voltadas para osetor. Foram avaliadas 47 milhões de buscas feitas em setembro, além docomportamento do viajante brasileiro.

“Acreditamos que estes dados consolidam as ações voltadas à divulgação do destino São Luís em diversos estados do Brasil, ao mesmo tempo em que também fortalecemos as iniciativas na capital. A realização de programas como o Reviva, aliado à capacitações voltadas para profissionais da área, bem como participações em feiras e eventos e incentivos a novos roteiros e a realização da Feirinha São Luís, são algumas das estratégias da nossa gestão que têm fortalecido o turismo em São Luís”, enumera o prefeito Edivaldo.

O prefeito destacou ainda que outra ação importante de fomento ao turismo são as obras de revitalização do Centro Histórico da Capital que estão sendo executadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís, considerado o maior investimento nesta área dos últimos 30 anos.

Do Nordeste, além de SãoLuís, apenas João Pessoa (PB) aparece como destaque na pesquisa. A exploraçãodo potencial turístico do estado do Maranhão nos últimos anos é reconhecidapelo site. Em pelo menos nove cidades maranhenses, a taxa de ocupação da redehoteleira na alta temporada se aproximou de 90%. A elevação nas buscas a partirde São Paulo confirma pesquisas aplicadas pela Secretaria Municipal de Turismo(Setur), em período de alta estação como, por exemplo, nos festejos juninos. Oestado de São Paulo ocupa a primeira posição na escala de aumento de buscas,com 268%, seguido pelo Rio de Janeiro com 231%. Os dois estados são apontadoscomo maiores emissores de turistas para o Maranhão.

As ações da gestão do prefeito Edivaldo no setor de turismo que estão sendo postas têm contribuído para a elevação do nível de satisfação do visitante. Aferição neste sentido, em pesquisa realizada pela Setur, em parceria com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), revelada pelo Observatório do Turismo mostrou que 87% dos visitantes que estiveram na cidade aprovaram São Luís como destino turístico.

“Nós trabalhamos justamente para incentivar o turista do Brasil e do mundo a buscar a nossa cidade. As ações de divulgação são realizadas nesse intuito, inclusive nas nossas redes sociais, já que sabemos que é muito importante ter uma presença forte na internet”, explicou a secretária de Turismo, Socorro Araújo.

AÇÕES

O projeto Reviva, umpacote de atividades voltadas para o fomento do setor concentrada no CentroHistórico da cidade, vem se consolidando como ação. As três atividadesdesenvolvidas pelo programa – Sarau Histórico, Passeio Serenata e RoteiroReggae – tendo como ponto de convergência a Praça Benedito Leite, vem atraindoum público cada vez maior, entre maranhenses e visitantes da capital.

Outra iniciativa dagestão do prefeito Edivaldo que vem alavancando o turismo na capitalmaranhenses é a Feirinha São Luís, programa premiado na etapa estadual da XPrêmio Sebrae Prefeito Empreendedor. O programa atua como indutor do turismo,contribuindo para a revitalização do Centro Histórico, concomitantemente àgeração de emprego e renda. Com um ano e meio de realização, mas de 280 milpessoas já passaram pelo local.

Além de observar o comportamento do viajante, a pesquisa site Viajala avaliou mais de 47 milhões buscas de brasileiros no site. O aumento das buscas por destinos locais, em alguns casos, pode ser atribuído à queda nos preços das passagens aéreas. No entanto, no caso de São Luís, o preço médio das passagens sofreu leve aumento; de 8,6% a partir do Rio de Janeiro, e 7,6% saindo de São Paulo.

Osmar Filho assegura que o PDT também será protagonista em 2020

Rodrigues e Raimundo Penha

O presidente eleito da Câmara Municipal de São Luis, Osmar Filho (PDT), 
afirmou, nesta terça-feira  (13), durante  a visita de seu 
correligionário, o senador eleito Weverton Rocha, na sede daquele poder, 
que o PDT vem sendo protagonista da cena política no Maranhão ao longo 
dos anos e a cada eleição sai mais fortalecido.

“A visita do nosso senador eleito é um marco, é algo histórico. Ele  vem 
fazendo constantes visitas às bases onde foi votado. Weverton Rocha 
acaba com aquela máxima de que o Senado é um local onde se busca uma 
zona de conforto, com a eleição apenas de ex-governadores, ex-ministros 
e de quem já está entrando em aposentadoria política. Ele vem para 
mostrar trabalho e trilha o caminho correto”, afirmou.

Conforme Osmar Filho o PDT é um partido que está se notabilizando pela 
sua força eleitoral. Conta com uma forte bancada na Assembleia 
Legislativa, tem o maior número de vereadores na Câmara, um grande 
número de prefeitos e que também vai ser protagonista das eleições 
estaduais em 2020.

“Não tenho a menor dúvida.  O PDT se fortalece a cada dia porque tem um 
programa consolidado, que vem desde o período do saudoso Jackson Lago e o seu protagonismo no Maranhão mostra sua capacidade de luta e de 
aglutinação”, disse o vereador pedetista.

Osmar Filho garantiu que as eleições de outubro no Maranhão 
representaram  um marco na história da política maranhense, uma vez que 
estabeleceu uma nova proposta do eleitorado, que decidiu inovar, 
elegendo novos representantes e varrendo do mapa eleitoral os políticos 
tradicionais.
Ainda sobre a visita de Weverton Rocha, Osmar Filho disse que ele já 
esteve em mais de 20 municípios  após o pleito de outubro e acrescenta 
que ele, com certeza irá exercer um mandato extremamente positivo, por 
conta de sua larga visão.

Raimundo Penha destaca a visita de Weverton Rocha


Companheiro do senador eleito Weverton Rocha  desde os tempos dos 
movimentos estudantis, o vereador Raimundo Penha (PDT), destacou, na 
manhã de ontem,  a visita que o deputado federal fez a Câmara Municipal, 
lembrando que a mesma tem um cunho histórico, ao mesmo tempo em que 
mostra a disposição de trabalho do correligionário.
  “Sou testemunha das ações que o senador eleito Weverton Rocha realiza 
em benefício do Maranhão, ainda na condição de deputado federal. É um 
parlamentar municipalista na verdadeira acepção da palavra. Foi através 
de suas emendas parlamentares, que a Secretaria Municipal de Esportes 
teve condições de reformar os estádios do Jairzão, no Coroadinho; do 
Beira Rio, no São Francisco e as reformas das coberturas das quadras da 
Alemanha e do Japão, na Liberdade”, disse.
Penha acrescentou não ter a menor dúvida de que Weverton Rocha irá 
exercer um mandato surpreendente, porque é um jovem político forjado nas lutas, nos movimentos populares e que tem muita disposição para o 
trabalho.
“Ele sempre se destacou em tudo o que se propôs a fazer. Como deputado 
federal, tem uma larga folha de serviços prestados ao Maranhão e, agora, 
como senador, tenho plena certeza de que não será diferente”, disse o 
senador.

Weverton Rocha vai à Câmara fazer visita de agradecimento aos vereadores de São Luis

Wevereton  Astro de Ogum


Acompanhado do deputado federal eleito Gil Cutrim (PDT), o senador 
eleito Weverton Rocha (PDT), esteve em visita de agradecimento na manhã desta terça-feira (13), na Câmara Municipal de São Luis, onde foi  recebido pelo presidente da Casa, Astro de Ogum (PR), e um numeroso grupo de vereadores.

-Vim fazer uma visita de agradecimento àqueles vereadores que estiveram 
ao meu lado durante a campanha ao Senado e também àqueles que por outras  questões não puderam fazer essa  caminhada ao meu lado. Estou aqui me colocando à disposição desse  parlamento, de todos os vereadores para que possamos elaborar um projeto de trabalho com o mesmo objetivo, afirmou Weverton Rocha.

Weverton Rocha lembrou que a bancada do PDT é muito forte na Câmara de São Luis e destacou que pretende estabelecer uma linha de ação que venha a contemplar os parlamentares municipais, sob o argumento de que é um deputado municipalista sob todos os aspectos.
Ele disse está preocupado com o futuro político,principalmente em 
decorrência do projeto de governo estabelecido pelo presidente eleito 
Jair Bolsonaro, que deve contemplar o grande capital, em detrimento da 
classe trabalhadora.
O senador eleito disse que o cenário é preocupante,levando-se em conta 
que exista, atualmente algo em torno de 13 milhões de brasileiros fora 
do mercado de trabalho. Também se mostrou preocupado com o tratamento dispensado por Bolsonaro ao Mercosul, à China e aos países árabes, grandes parceiros comerciais do Brasil.
“A oposição tem de ficar vigilante em situações como essa.Temos de está 
juntos, vigilantes e fortalecidos. É uma verdadeira travessia, e o 
Brasil, qualquer um que vencesse essa eleição iria enfrentar sérios 
problemas”, disse o senador  eleito.
ASTRO FALA EM MOMENTO HISTÓRICO
Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal, Astro de Ogum, classificou a visita de Weverton Rocha como um momento histórico e de esperanças, não só para o Legislativo Municipal, mas como para o povo de São Luis, lembrando que o senador eleito conquistou quase 2 milhões de votos e teve uma supremacia eleitoral na capital maranhense.
“Esse é um encontro da responsabilidade, da sabedoria e da esperança. 
Quando você vê um senador vir ao eleitorado agradecer os votos conquistados, significa que o Maranhão mudou de postura na política, amadureceu, deu um recado   à classe política”,afirmou Astro de Ogum. No entendimento do dirigente do Legislativo Municipal de São Luis, a postura de Weverton Rocha dá uma demonstração de que ele,apesar de ser 
o senador mais jovem já eleito no Maranhão, tem uma grande 
responsabilidade e mostra muita preocupação com o seu mandato.

EXEMPLO DE SENSIBILIDADE E RECONHECIMENTO

Eleito deputado federal, o ex-prefeito de São José de  Ribamar, Gil 
Cutrim afirma que a visita que o senador eleito Weverton Rocha estava 
fazendo à Câmara Municipal era um exemplo de sensibilidade e de 
reconhecimento àqueles que lhe acompanharam nessa jornada que o levou ao Senado.
“Teremos uma bancada unificada e fortalecida na legislatura que se 
iniciará no próximo ano e o senador eleito Weverton Rocha é um dos 
nossos líderes. Ele tem percorrido o Maranhão em agradecimento aos 
eleitores e hoje, aqui na Câmara Municipal, marca a história da política 
maranhense com esse gesto”, acrescentou Gil Cutrim.
Estiveram na recepção  aos senador eleito, os vereadores Astro de Ogum, 
Osmar Filho (PDT), Raimundo Penha (PDT), Beto Castro (PROS),Nato Júnior (PP), Concita Pinto (PATRIOTA), Fátima Araújo (PCdoB), Gutemberg Araújo (PRTB), Umbelino Júnior (PPS), Marcelo  Poeta(PCdoB), Marquinho Silva (DEM), Melk (PR), Edson Gaguinho (PHS), Paulo Victor (PROS), Antonio  Garcês (PTC), Genival Alves (PRTB), Pedro Lucas Fernandes(PTB), Sá 
Marques (PHS), César Bombeiro (PSD), Pavão Filho (PDT),Francisco 
Chaguinhas (PP), Josué Pinheiro (PSDB), Silvino Abreu (PRTB) e Ivaldo 
Rodrigues (PDT), que atualmente ocupa o cargo de secretário Municipal de Articulação Política da Prefeitura de São Luis.




Tema se reúne com cúpula da Segurança e pede celeridade na elucidação da morte do prefeito de Davinópolis

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Cleomar Tema, reuniu-se, nesta segunda-feira (12), com representantes da cúpula da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

Na oportunidade, o líder municipalista solicitou empenho e celeridade no que se refere a elucidação do assassinato do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva.

O gestor foi encontrado morto em um terreno próximo à sua fazenda neste último domingo. Ele foi executado com pelo menos sete tiros.

Tema foi recebido pelo subsecretário estadual de Segurança Pública, Saulo de Tarso, que representou o titular da pasta, Jefferson Portela, que está viajando a trabalho.  

Também participaram do encontro o delegado-geral Leonardo Diniz; Geraldo Nascimento, Marcelo Freitas e Ilan Kelson — diretor-executivo, chefe de gabinete e assessor jurídico da Federação, respectivamente.

Cleomar Tema, além de ratificar o pedido de celeridade nas investigações, relatou ao subsecretário o sentimento de insegurança que, hoje, toma conta dos prefeitos e prefeitas maranhenses.

“O prefeito, na maioria dos casos, anda com medo, temeroso de que, a qualquer momento, pode ser abordado por um criminoso e tornar-se vítima de uma situação pior. É necessário que os gestores tomem precauções, reforcem sua segurança”, comentou o prefeito de Tuntum.

Saulo de Tarso informou que, tão logo a SSP tomou conhecimento da morte de Ivanildo Paiva, foram mobilizadas equipes policiais que, no atual estágio, estão sendo coordenadas por quatro delegados da Polícia Civil.

“Já possuímos uma linha definida de investigação. O trabalho está sendo feito com cuidado, mas também obtendo celeridade. Temos profissionais qualificados trabalhando no caso. E em breve, garanto, faremos os anúncios necessários. Agradeço a visita do presidente Tema, que é um defensor dos prefeitos e prefeitas do estado”, disse.

Tema agradeceu a receptividade dispensada a ele pelos representantes da Secretaria.

“Sou sempre muito bem recebido pelos profissionais que fazem a Secretaria de Estado da Segurança Pública, um dos setores que, sem dúvida, avançou muito no governo Flávio Dino”

12ª FeliS valoriza intelectuais maranhenses com patrono Graça Aranha e homenagem a matemáticos

Autores maranhenses são os grandes homenageados este ano na 12ª edição da Feira do Livro de São Luís (FeliS), que traz como patrono o maranhense Graça Aranha e homenageia dois matemáticos locais que alcançaram renome nacional, Joaquim Gomes de Souza e João Antonio Coqueiro, valorizando desta forma a prata da casa. O evento é promovido pela gestão do prefeito Edivaldo, por meio das secretarias de Cultura (Secult) e Educação (Semed), com correalização do Serviço Social do Comércio (Sesc) e Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae). A 12ª FeliS será aberta nesta sexta-feira (16), às 19h, e segue até o dia 25 de novembro, no Multicenter Sebrae, com programação das 10h às 22h.

“A educação é um caminho para nos fazer compreender melhor a nós mesmos, aos outros e o ambiente que nos cerca. A 12ª FeliS vem somar às outras ações, programas e projetos realizados para fomentar o aprendizado que vêm sendo colocado em prática pela gestão do prefeito Edivaldo, estimulando a leitura e a cadeia produtiva do livro, além de colocar em evidência nomes maranhenses que são destaque na literatura e em outras áreas. Devemos sim valorizar o que é nosso, as obras de Graça Aranha, o trabalho dos matemáticos e outros nomes de destaque que nasceram entre nós”, destaca o secretário de Cultura de São Luís, Marlon Botão.

José Pereira da Graça Aranha nasceu em 21 de junho de 1868 em São Luís. Sua família era abastada e, portanto, desde cedo teve uma boa educação. Estudou Direito na Faculdade do Recife, formando-se em 1886. Trabalhou como juiz no Rio de Janeiro e no Espírito Santo. Neste último estado, ele escreveu sua obra mais importante “Canaã”, romance regionalista que aborda a migração alemã no Espírito Santo e traz temas como o racismo e o preconceito.

O autor viajou para vários países da Europa (Inglaterra, Itália, Suíça, Noruega, Dinamarca, França e Holanda) exercendo o cargo de diplomata. Essas viagens foram essenciais para que ele aderisse ao movimento modernista que despontava no Brasil. Isso porque teve contato com as vanguardas europeias e a arte moderna. Um dos organizadores da Semana de Arte Moderna, Graça Aranha renovou a literatura e a cultura brasileira, repensando identidades e a busca por referências estéticas que fossem próprias do Brasil. Realizou a conferência de abertura do movimento cultural realizado no Teatro Municipal de São Paulo, em 1922, intitulada: “A emoção estética na arte moderna”.

Graça Aranha foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras (ABL) e, além do romance “Canaã” (1902), também é autor de “Malazarte” (1914), “A Estética da Vida” (1921), “Correspondência de Machado de Assis e Joaquim Nabuco” (1923), “Espírito Moderno” (1925), “A Viagem Maravilhosa” (1929), “O Meu Próprio Romance” (1931) e “O Manifesto dos Mundos Sociais” (1935). Em 2018, o autor completaria 150 anos de nascimento.

Além do patrono, a FeliS irá prestar homenagens especiais aos, também maranhenses, Joaquim Gomes de Souza, o Souzinha e, João Antonio Coqueiro, o Coqueiro, ambos matemáticos de destaque nacional.

Souzinha foi o primeiro Doutor em Matemática do Brasil, amplamente conhecido em países da Europa. Ele nasceu em Itapecuru-Mirim, em 15 de fevereiro de 1829. Firmou-se definitivamente no campo científico com a aprovação de sua tese (“Sobre o Modo de Indicar os Novos Astros sem Auxílio de Observações Diretas”), motivado pela descoberta de Netuno, dois anos antes, por Leverrier. Publicou as obras “Miscelânea de Cálculo Integral e a Antologia Universal – Escolha das Melhores Poesias de Diversas Nações nas Línguas Originais”. Em 2018, ele é homenageado na programação do Biênio da Matemática.

Já Coqueiro, oriundo de família humilde, se tornou doutor em Ciências Físicas e Matemáticas e também escritor de livros de matemática e poesias. Foi professor em várias instituições no Brasil e na Europa, além de contribuir na fundação de escolas em São Luís.

FEIRADO LIVRO

Consolidadacomo o maior evento cultural e de fomento à leitura do Estado do Maranhão, aFeira do Livro de São Luís (FeliS), foi criada pela Lei Municipal nº 4.449, em2005, tendo como conceito “Mirantes de São Luís: a leitura de mundo”,foi concebida com o objetivo de fomentar a tradição literária e cultural dacapital maranhense, propiciar o maior acesso ao livro, estimular a formação denovos leitores e incentivar as cadeias produtivas e criativas em torno do livroe da mediação da leitura.

Este ano, a 12ª FeliS tem como tema “A Brasilidade na Cultura Contemporânea”. É esperado em torno de 150 mil visitantes, entre turistas e moradores locais, alcançando um volume de venda de livros em média de 2 milhões de reais. O evento envolve mais de 10 mil alunos da rede pública estadual e municipal e a participação de caravanas espontâneas de 14 municípios do estado.

A programação conta com lançamentos de livros, palestras, rodas de conversa, mesa redonda e conferências, seminários, plenárias, sessões de cinema, bate-papo literário, workshop, oficinas e minicursos, intervenções artísticas, espetáculos teatrais, performances poéticas, contações de histórias, apresentações culturais, exposições e pocket shows.

A 12ª FeliS contará com a participação de 22 escritores nacionais: Fabrício Carpinejar (RJ); Geovani Martins (RJ); Lúcia Fidalgo (RJ); Roseana Murray (RJ); Eduardo Jardim (RJ); Ramon Nunes De Melo (RJ); Mary Del Priore (SP); Gaspar Záfrica Brasil (SP); Solange Muglia Wechsler (SP); Bruna Cândido (SP), Mário Rodrigues (PE); André Neves (PE); Alexandre Santos (PE), José Renato Ribeiro (PE), Luiz Percival Leme Britto (PA); Ivan Abreu Mendes (PA), Cacique Zeca (PA), Edgar Diniz (PB); Fernando Granato (PR); Wanda Machado (BA), Eduardo Ribeiro (BA) e Cátia Lindermann (PR).

Uma das novidades deste ano é o Punga dos Saberes, auditório que terá programação com temas relacionados à cultura popular. O tradicional Café Literário receberá poetas, escritores, acadêmicos e intelectuais. No Cine FeliS serão exibidos curtas infantis e documentários. Já a Casa do Escritor é onde serão lançados cerca de seis livros por dia. A Casa do professor terá atividades voltadas para formação do educador. O Espaço da Juventude receberá programação diária com foco no público jovem. Na área de exposições, a Feira traz o melhor do artesanato local. Além disso, um Espaço de Alimentação com mais de 50 opções de Food Trucks.

O universo literário da 12ª Feira do Livro de São Luís terá mais de 500 atividades gratuitas em 10 dias de programação, que contemplará todas as idades. A programação completa e outras informações podem ser conferidas no endereço www.feiradolivrodesaoluis.com.br.